Pietro Costa: ‘Soneto do beijo apaixonado’

06/03/2022 00:42

Pietro Costa

O suor gotejando pela pele

A cupidez insiste, em polvorosa.

Franzida testa, pavor que repele,

A timidez na face melindrosa.

 

Poros translúcidos, tesão compele,

Entre a encarada sóbria e indecorosa,

A luxúria aliciante que expele,

Nos jogos vorazes, a alma fogosa.

 

Taquicardia de elãs eloquentes

Bocas se unem, momentos agitados,

O fogo aviva os incêndios latentes.

 

Cremar medos, beijos apaixonados,

Paixões vulcanizadas e inclementes,

Erupção de línguas, sons depravados.

 

Pietro Costa

pietro_costa22@hotmail.com

 

Tags: