Pietro Costa: ‘Ficar Sol’

04/06/2022 12:38

Pietro Costa

Ficar Sol

As infindas janelas, explorar,

Os pandeminutos ditando a ação.

A areia da ampulheta a perdurar,

No pandemistério da introspecção.

 

Ocaso humanitário a vigorar,

Não pandeminimizar a aflição.

Mapa do caos, decodificar,

Pandemorar no sol da fruição.

 

Ficar sol, reluzir tetras clausuras,

Ficar sol é atrair olhos dispersos,

É abrasar luas, descomposturas.

 

Preciso ficar só, com os meus versos,

E fiar-me de ouro e envergar loucuras,

Ficar sol, deslumbrando os universos.

 

Pietro Costa

pietro_costa22@hotmail.com

 

Tags: