No Quadro de colunistas do ROL, um colaborador de Primeira Grandeza: Fabrício Souza Santos!

15/05/2021 18:35

Comendador Fabrício Santos

Comendador Fabrício Santos, o mais novo colaborador do ROL, é um navegante dos mares culturais, educacionais, literários e sociais 

Fabrício Souza Santos, cujo nome nome artístico é Comendador Fabrício Santos, é um Manhuaçuense (MG) que reuniu em si multiespecialidades e especializações:

Artes plásticas: Artista Plástico/Restaurador filiado ao SINAP-ESP e AIAP – UNESCO );

Pedagogia: Graduado em Pedagogia pela UNOPAR/CEM, 2ª Licenciatura em História pela CESUAR/FIAR;

Teologia:  Bacharel Livre em Teologia pela FATE/SP;

Metalurgia:  Auxiliar Técnico em Metalurgia – CEFET/ES;

Arquitetura e Urbanismo: Cursando Arquitetura e Urbanismo pela UNIFACIG,;

Literatura e Arte: Pós-graduado em Literatura, Cultura e Arte na Educação – FACEC;

Filosofia: Pós-graduando em Filosofia e Direitos Humanos – FAVENI;

Arteterapia e Musicoterapia: Especialização em Arteterapia e Musicoterapia pelo Ensino Nacional-EAD;

Certificação em Artes Decorativas – Projetos de Ambientação, Designer de Interiores, Pintura Decorativa e Restauração,  pelo Projeto Mural Color-Rio de Janeiro/RJ.

Na área literária, Fabrício Santos é Presidente Fundador da ACLA/MG, cadeira nº01;  acadêmico efetivo e Benemérito da FEBACLA, cadeira nº06; acadêmico efetivo, cadeira n°03 da Academia Manhuaçuense de Letras e acadêmico efetivo da ALEPON; cadeira n°37.

Embaixador da Paz e Diretor da Secretaria Nacional de Educação e Cultura da OMDDH.

Ainda, Fabrício é Representante no CIAB – Circuito Internacional de Arte Brasileira em 11 países (Alemanha, Polônia, Áustria, Hungria, Itália, Portugal, Espanha, Hungria, Eslováquia, Holanda, República Dominicana); Penta-Recordista (RankBrasil); Diretor/Presidente do GOTLAND Instituto Cultural de Educação e Artes de Manhuaçu/MG; Membro do Lions Clube de Manhuaçu Flor de Manacá LC12 e Colunista do Portal Zona da Mata News.

É este navegante dos mares culturais, educacionais, literários e sociais que ora o Jornal ROL apresenta a seus leitores, como um colaborador da Primeira Grandeza!

Abaixo, a primeira contribuição literária do mais novo membro da Família ROLiana: o artigo ‘Expressões artísticas curativas’!

EXPRESSÕES ARTÍSTICAS CURATIVAS

As expressões artísticas são artifícios que utilizo há anos para manter meu equilíbrio emocional e mental, canalizar as emoções não verbalizadas, pensamentos surreais abstratos e despertar a criatividade intuitiva. O exercício diário do fazer artístico me levou à cura natural das crises de ansiedade sem necessidade de remédios, pois além de proporcionar uma sensação prolongada de bem-estar, elevou o meu espírito a um patamar de êxtase profundo, onde experimentei a regeneração e cura da minha saúde física e mental.

Evidenciarei as expressões artísticas que mais me ajudaram nesse processo arteterapêutico.

1ª- Expressão da Música: A música transmite as emoções, os sentimentos e faz referência ao cotidiano, a assuntos do passado, dentre outros. A música é essencial para a sociedade, uma vez que, com ela, é possível relembrar diversos momentos da nossa vida. Para cada momento, certamente há uma música em especial. No meu caso, como toco violão e canto na igreja, as músicas religiosas foram as que mais auxiliaram nesse processo de equilíbrio mental e emocional.

De acordo com sua propensão musical, busque ouvir a que te traga satisfação e bem-estar, onde você possa acompanhar o ritmo e melodia através de movimentos com corpo.

Faça uso da dança, que é a arte de gingar o corpo, através de uma cadência de movimentos e ritmos, em que se cria uma harmonia própria de apoio no autoconhecimento e, se possível, tente cantarolar mesmo sem saber direito a letra, para exercitar e despertar seu senso criativo de interpretação e concepção autoral. O mais importante é você se soltar e aproveitar a sensação de leveza, liberdade e paz de espírito.

2ª- Expressão do Desenho: O desenho é a arte de representar, ou criar formas, utilizando materiais como lápis, carvão, pincel. Diferencia-se da pintura e da gravura, por ser considerado tanto como processo quanto como resultado artístico, uma obra bidimensional composta por linhas, pontos e formas. A meu ver, o Desenho é a expressão artística em que mais consigo canalizar ideias e emoções. O desenho se tornou uma resposta rápida aos meus anseios e frustações. Amo essa expressão artística com a qual me identifico e comunico. Recomendo que você também experimente a sensação incrível de autoconhecimento que a arte do desenho nos traz.

3ª- Expressão da Pintura: A pintura refere-se genericamente à técnica de aplicar pigmento em forma pastosa, líquida ou em pó a uma superfície, a fim de colori-la, atribuindo-lhe matizes, tons e texturas. Em um sentido mais específico, é a arte de pintar uma superfície, tais como papel, tela, ou uma parede. Depois do desenho, a pintura é a expressão artística que mais me acresce como artista visual. Por meio dela consigo dar vida aos meus projetos expressivos e vibração cromática às emoções, integralizando um diálogo não verbalizado das minhas alegrias e tristezas, conquistas e frustações, paixões e sofrimentos que norteiam a rotina da minha vida social. Convido você a mergulhar na arte da pintura que mais abrange a técnicas terapêuticas da Arteterapia, que visam um tratamento complementar da saúde física, mental e emocional.

Expressão da Escrita: Escrita é arte, é autoconhecimento e ajuda a gerir as emoções. Escrever é relatar as impressões diante da vida. Estou tendo contato mais intenso com essa arte através dos meus Livros – “Mentalidade Artística Criativa” e “Elevação da Mente ao Espiritual”, onde relato os conhecimentos como Arteterapeuta e Musicoterapeuta para auxiliar os leitores no tratamento completar da cura das doenças da mente e da alma.

Se você se identificou com algumas das expressões artísticas que apresentei ou conhece outras que não citei, inicie com a que  seja mais fácil adaptar à sua rotina e depois vai inserindo outras que auxiliem no equilíbrio da sua saúde física e mental, de forma que administrar melhor as situações diárias de estresse e ansiedade.

As expressões artísticas praticadas como tratamento terapêutico complementar e alternativo ajudam, principalmente, quem sofre de formigamentos em partes das extremidades do seu corpo, pois estes formigamentos acendem um sinal de alerta para procurar um médico, por estarem associados a outros sintomas de possíveis doenças como: diabetes, infarto, AVC, doenças renais, hérnia de disco, deficiência de vitaminas, crise de ansiedade e estresse, esclerose múltipla e Guillain-Barré.

O formigamento ocorre pela compressão do nervo, falta de oxigênio, lesão do nervo ou lesão no sistema nervoso central. Portanto, recomendo a você uma mudança em sua rotina diária acrescentando mais arte à sua vida e, sobretudo, procure o seu médico para que ele possa realizar o diagnóstico preciso a despeito de sua doença e, inicie tão logo, o seu tratamento.

 

Por Comendador Fabrício Santos – Arteterapeuta e Musicoterapeuta

geniosdapintura@yahoo.com.br

 

 

 

Tags: