Magna Aspásia Fontenelle entrevista o jovem escritor Luca Cataldi

16/05/2022 21:54

“Sou um apaixonado pela literatura, mas que também, além de ter um carinho especial pela mitologia, adoro jogos virtuais.” (Luca Cataldi)

1- Luca Cataldi, quem é?

Sou um apaixonado pela literatura, mas que também, além de ter um carinho especial pela mitologia, adoro jogos virtuais. Na minha visão, inclusive, eles têm muita coisa em comum. Jogos como ‘God Of War’ e ‘Smite’, por exemplo, são baseados em mitologias. Hoje, sou um feliz jovem de 12 anos, que escreveu um livro aos 9, e um bom jogador de Fortnite.

2 – Como se deu o processo da criação de seu livro ‘Meu diário mitológico’?

Foi algo bem rápido. Quando eu amo alguma coisa me dedico mesmo. Na realidade, a primeira forma do livro foi escrita em dois dias, pois sentei e escrevi sem parar. Depois, reescrevi dentro do tempo de uma semana. Sempre procurando falar sobre o tema mitologia de forma bem descontraída e fácil porque livros difíceis sobre esse assunto já há muitos.

3 – Qual parte de seu livro te representa?

Como eu não vou me comparar a nenhum Deus grego por motivos de humildade, e todos os conhecidos, relevantes e principais, terem algum problema grave, como infidelidade, luxúria, ira, ganância, eu vou ter que citar uma ocasião. A parte do concurso de beleza entre Afrodite, Hera e Atena. Ela me representa, pois eu sempre vejo a vida como um caminho com várias escolhas, sendo que uma é terrível, e outras duas são boas. Busco sempre as duas últimas, as boas, sendo o oposto de Páris (aquele sujeito que escolheu a mulher mais bela do mundo, ao invés de dois continentes sobre seu domínio, ou até mesmo, vencer todas as guerras).

4 – Fale-nos sobre o desenho da campanha publicitária do Natal da Federação Brasileira dos Comunicadores e Colunistas Sociais do Brasil.

Uma alegria e um prazer ter sido escolhido, juntamente com meu irmão, Claus, para estampar a campanha da FEBRACCOS , que une colunistas de todo o Brasil, com um desenho sobre o nascimento do menino Jesus. Mais de 300 colunistas postaram nossos desenhos, adorei.

5 – Pretende se profissionalizar no judô?

Sim, até eu alcançar a faixa preta. Pretendo ser um profissional na arte marcial, no entanto, não pretendo que minha profissão seja ligada ao judô. Eu o pratico por disciplina, e porque amo o esporte, inclusive, super recomendo!

6 – Conte-nos: há outro livro no prelo?

Claro! Já, inclusive, em fase de finalização. Agora que eu descobri a beleza do mundo literário do outro lado – dos autores – não solto mais! Novamente, tem uma temática mitológica, e dando um pequeno spoiler, não envolve somente mitologias, mas também religiões. O resto, eu só conto no lançamento, rsrsrs.

7- Qual seu autor preferido?

É o Rick Riordan, um norte-americano que bombou com sua série de livros ‘Percy Jackson’ e ‘Os Olimpianos’. No meu caso o escolho por ter escrito, além da sua série mais famosa dita acima, a sequência de livros sobre mitologia egípcia: ‘A Pirâmide Vermelha’, ‘A Sombra da Serpente’, e mais tardiamente ‘O Trono de Fogo’, mais conhecidos como a trilogia Kane.

8 – Deixe uma mensagem para os leitores do Jornal Rol.

Essa mensagem destina-se a você, leitor que quer ir para os bastidores da literatura, ter seu ‘camarim’, ou seja, escrever seu livro. Minha dica é ler. Ler para escrever. Qualquer tipo de livro que vá despertar um interesse em você pode servir de base para a escrita do seu, deixo um exemplo. Se você gosta do livro ‘Dom Casmurro’, tente escrever sobre algo com um narrador não confiável, que narra os fatos em primeira pessoa; que não necessariamente conta a verdade aos leitores. Esse exercício vai lhe ajudar a descobrir o tipo de livro que você gostaria de escrever. Muito obrigado pela oportunidade de ser entrevistado pelo seu prestigiado jornal.

 

Magna Aspásia Fontenelle

magnaaspasia@gmail.com

Tags: