Jeane Tertuliano: ‘Desabrochar’

27/07/2022 11:19

Jeane Tertuliano

Desabrochar

Quando frágil, me faço forte.

Eu não me rendo ao cansaço

E não serei refém da sorte,

Porque sei que isto é um laço.

 

Eu escrevo para desabafar:

Rimando no mar do verso,

Me esquivo do vil naufragar

Ao mergulhar no universo.

 

A escrita me faz resistir!

Através dela, eu renasço;

Ressuscito, volto a florir.

 

Ser escritora é desabrochar,

intrínseca e vorazmente,

A cada novo despertar.

 

Jeane Tertuliano

jeanetertuliano@gmail.com

 

Tags: