Gabriela Lopes: ‘Havia uma embarcação…’

29/04/2021 16:43

Gabriela Lopes

Havia uma embarcação…

Havia uma embarcação

cheia de trapos,

grande amontoado de sujeira,

objetos velhos e sem valor.

Navegava carregando a cada porto

todo esse acúmulo no seu interior.

 

Havia uma embarcação…

Levava dentro dela

os conflitos humanos.

Ela vivia com um nevoeiro

acima das suas velas,

nunca se via o céu azul.

 

Havia uma embarcação…

Carregava toneladas

de ouro e diamantes,

ela vivia isolada de outras

devido às cobiças alheias.

Seguia sem rumo.

 

Havia uma embarcação…

Levava dentro de si

todos os medos do futuro.

Vivia planejando rotas

mas nunca saia do mesmo porto.

 

Havia, enfim, a embarcação…

Seguia sem levar acúmulo,

só tinha uma bússola,

o céu azul de cada dia,

algumas moedas

e muita coragem.

 

A embarcação suja

acumulou ratos

maus cheiros e podridão.

 

A embarcação conflituosa

envolvida no ódio e na dor

destruiu-se na tempestade.

 

A embarcação medrosa

fragilizou o casco,

foi corroída pelo tempo,

nunca se permitiu navegar.

 

Cada embarcação é uma vida.

Dê um destino a última embarcação,

aquela com muita coragem…

Talvez seja a sua.

 

Gabriela Lopes

gabils3377@gmail.com

 

 

Tags: