Fernando Matos: ‘Refletir e Existir’

02/07/2022 08:50

Refletir e Existir

Eu, Fernando Matos, sempre fui um sujeito que ouvi e ainda continuo ouvindo os irmãos. A madrugada é a minha única conselheira e implacável é ela nos conselhos noturnos sobre a Vida e a importância do Existir.

No ano de 2018 houve um número alto de suicídio entre os profissionais de Enfermagem, a minha esposa mesmo perdeu uma colega que se jogou do apartamento onde morava e quando relatei isso nas mídias sociais fui bastante criticado por estar indiretamente incentivando outras pessoas a cometer esse ato contra a maior riqueza humana… Absurdo é fechar os olhos para um grave problema como esse, o suicídio, pois, só nos unindo em oração e ação de ouvir poderemos ajudar as pessoas que se encontram em desespero. Foi o que fiz e faço colocando minhas obras literárias para todos refletir e se deixar levar por sentimentos que antes pesavam ser só “delas” (as pessoas). Desse jeito recebi irmãos no “bate-papo” do Facebook dizendo estar prontas para o ato contra a própria vida. Conversamos por dias e graças a Deus consegui reverter esse pensamento por mais um tempo. A enfermagem nunca descansa e está sempre presente nas festas de aniversário, nos parques, nas matérias de jornais e ativa na modernidade nas mídias sociais. Eu mesmo sofro de depressão e já me peguei pensando em tirar a própria vida. E o que fiz? Conversei com Deus… Sabe qual foi a resposta? O corpo não é seu, foi emprestado para uma missão. Loucura? Não, é revelação. Daí por diante passei a vigiar mais de perto meus pensamentos ruins e orar muito mais. “Orai e Vigiai”, lembram?

Assim veio 2019, 2020, 2021 e 2022 e não sei como estão aquelas pessoas que ajudei no  momento mais complicado de suas vidas; tudo bem, respeito o livre- arbítrio de cada um até porque morrer não é complicado. Difícil mesmo é arrumar outra oportunidade de reencarnar para continuar evoluindo. Amo a Enfermagem, amo escrever até porque essa sempre foi a minha válvula de escape presente nas minhas veias criativas. Sei que estou passando por um momento muito complicado, mas tenho um lar abençoado, uma família colaborativa, alimento-me todos os dias… Então, vou seguindo no existir deixando nas mãos do Supremo Arquiteto os problemas que não consigo resolver e colaborando com a educação da minha continuidade, meu filho João Emmanuell, a maior benção que já recebi nesta Vida.

ILUSÃO

Solilóquio de sentimentos

Impuros numa noite Eterna,

Verdades claras.

 

Um corpo,

Bebida de mentiras alcoolizadas.

Lâmina cega, cortando a visão

Do espírito.

 

Insurreição de gestos presos

Em passos lentos.

Imagem refletida no espelho da alma…

Já não tem o mesmo tamanho

 

Cedro da lei espiritual não está longe,

Inconsciente.

Idade que perdura na escuridão.

 

Inábil ser trampolim da iniquidade.

Corpo no solo do mundo,

Corpo solo no mundo.

Barricada de uma existência sofrida.

 

Deus do vento,

Da terra…

Deus do pensamento,

À vida…

Além da morte.

 

Antagônico Humano Humo…

Engodo da covardia,

Mesmo que a vitória tardia.

Adeus a um corpo,

Despedida vida na lâmina cega.

Destroçar a própria ilusão

Seguindo o Caminho.

 

Fernando Matos

Enfermeiro e Poeta Pernambucano.

 

 

 

 

 

Tags: