Celso Ricardo de Almeida: ‘Exército de candidatos’

09/05/2022 15:13

Celso Ricardo de Almeida

Toda a eleição é a mesma coisa, um exército de candidatos sai em guerra, em busca de eleitores que estão à solta pela cidade afora.”

Toda a eleição é a mesma coisa, um exército de candidatos sai em guerra, em busca de eleitores que estão à solta pela cidade afora. E o que se vê é uma série de pessoas dos mais variados estilos abordando os eleitores e fazendo do possível o impossível, só para ganhar o que o eleitor tem de mais precioso: o seu voto!

E nesta batalha surgem os mais variados tipos de candidatos. Mas todos eles contribuem democraticamente para que o eleitor, ao realizar a sua reflexão, possa escolher o candidato que melhor irá atender as necessidades de sua cidade.

Com este exército nas ruas podemos ver os seguintes candidatos:

 

O Candidato Amigo!

O candidato amigo é aquele que,

Quando vê um eleitor no meio da rua,

Sai correndo atrás dele gritando

Vem cá amigo…

 

Candidato cafezinho!

O candidato cafezinho é aquele que

Nunca vai à casa do eleitor.

Mas na eleição,

Ele vai, toma café em copo sujo,

E ainda diz:

“Que gostos0!”

 

Candidato da esquina!

O candidato da esquina é aquele que,

Sem imaginação,

Fica parado no meio da rua

Dando santinho para os eleitores.

 

Candidato oportunista!

O candidato oportunista é aquele que

Chega na casa do eleitor,

Diz que não quer incomodar

Almoça, come a sobremesa, pede o voto

E vai embora.

 

O candidato parente!

O candidato parente é aquele que,

Mesmo sendo seu parente, nunca foi na sua casa,

Nem na festa de Natal.

Mas já que é candidato,

Ele vai, pergunta pelos outros parentes,

Diz que você é o parente que ele mais gosta,

Conta histórias de quando eram crianças,

Pede o seu voto,

E o pior, já dá por garantido o voto,

Só porque são parentes.

 

O candidato retrospectiva!

O candidato retrospectiva é aquele que,

Quando vai na sua casa pedir o seu voto,

Fica relembrando os favores que um dia fez.

 

O candidato da galera!

O candidato da galera é aquele que

Vive na farra,

Só anda bêbado,

E diz que a política

Precisa de sangue jovem.

 

O candidato São Vicente!

O candidato São Vicente é aquele que

No período eleitoral sai visitando os pobres,

Levando cesta básica.

 

O candidato burocrata

O candidato burocrata é aquele que

Faz uma carta contendo as coisas que ele quer fazer, se eleito,

Registra em cartório,

E sai distribuindo para os outros.

 

O candidato bom!

O candidato bom é aquele que

Reúne todos os predicados de um bom político.

Todo mundo quer votar.

Alguns já o considera eleito

Mas ele misteriosamente nunca se elege.

Estes são alguns dos candidatos que, se não apareceu em sua porta, fique tranquilo, até o fim das eleições ele irá aparecer.

Celso Ricardo de Almeida

 

 

Tags: