Brunno Schwabenland: ‘Do mais profundo abismo eu gritei!’

06/06/2021 13:18

Brunno Schwabenland

Do mais profundo abismo eu gritei!

Do mais profundo abismo eu gritei!
Ai de mim, estou me consumindo!
Aquele punhal em mim eu cravei!
Será que foi tudo em vão?
Em chamas se consome o meu mundo!
Eu vou ardendo feito carvão!
Ai de mim e vou sendo torturado!

Do mais profundo inferno meu grito!
Conduzido as câmaras de tortura!
O que resta é a figura do desespero!
Olhando para aquele sádico retrato
Daquele de portal uma grande altura
Sem saber o que esperar do futuro?

Com o bater gélido das asas do Anjo Triste
No seu trono soberano e sombrio
Sempre com seu punho em riste!
Só restando medo e calafrio
Soprano a bela sinfonia da morte!

No profundo abismo só resta o grito!
Queimando os ossos feito palha!
Com o pavor cravado no rosto!
Vivendo numa eternidade de batalha!

 

ZWANZIG: ESTILO POÉTICO CRIADO POR BRUNO SCHWABENLAND EM 10 DE ABRIL DE 2020.

COMPÕE-SE POR 22 VERSOS, A SABER:

A) poeta júnior:
Primeira estrofe: 7 versos

Segunda estrofe: 6 versos

Terceira estrofe: 5 versos

Quarta estrofe: 4 versos

 

B) poeta master :
Primeira estrofe com 7 versos (cada um com 7 sílabas poéticas)

Segunda estrofe com 6 versos (cada um com 6 sílabas poéticas)

Terceira estrofe com 5 versos (cada um com 5 sílabas poéticas)

Quarta estrofe com 4 versos (cada um com 4 sílabas poéticas)

 

Bruno Schwabenland

bruno.schwabenland@gmail.com

Tags: