Antônio Fernandes do Rêgo: ‘Sextina da vida’

07/06/2021 10:26

Antônio Fernandes do Rêgo

Sextina da vida

Cante, dance, viva a vida,

Tenhas a paixão vivida

Como fosse a primavera;

Coma ilusão e quimera

Junte desejo e loucura

Que a vida é uma aventura.

 

Ou é nada, ou aventura,

Neste mundo de loucura,

A vida há que ser quimera;

No verão, na primavera,

Se não há paixão vivida,

Perde a graça toda a vida.

 

Da aflição faça quimera

E do inverno a primavera

Em toda quadra vivida,

Mas seja humano na vida,

Pois, ponha em sua aventura

Só beleza na loucura.

 

Ponha cada hora vivida

Nas linhas azuis da vida,

Pegue a dose de loucura

Com mil gramas de aventura

Ajunte a sua quimera

E forme uma primavera.

 

Porque nunca uma aventura

Com uma lúcida loucura

Deixou de lado a quimera

Pra viver a primavera,

Que a vida é paixão vivida

Cante, dance, viva a vida.

 

Viva a vida com quimera

Como fosse a primavera

Numa sextina vivida,

Porque isto é o bem da vida,

Pois, juntando esta loucura

Viva na vida a aventura.

 

Antônio Fernandes do Rêgo

aferego@yahoo.com

Tags: