Vinicius de Moraes Silveira, pianista votorantinense de 14 anos, é premiado no XXVII Concurso de Piano ‘Souza Lima’ 2018

01/12/2018 19:42

Aluno da profª votorantinense Miriam Corrêa Jáki desde os 7 anos de idade, Vinícius é um jovem de seu tempo, mas com o diferencial da Música em sua alma

Vinícius, ao lado da profª Míriam Corrêa Jáki

Vinicius de Moraes Silveira venceu em 2º Lugar o tradicional Concurso de Piano ‘Souza Lima’ 2018, apresentando, em 12 minutos, excertos de Bach (Invenção nº 4), Villa-Lobos (Passa, passa Gavião), Mozart (Sonata K. 545, 2º e 3º movimentos) e Chopin (Valse OP. 64 Nº 2).

O concurso é dividido por  turnos, de acordo com a idade, sendo o de Vinícius foi o Turno III, de 12 a 14 anos, com a participação de 11 concorrentes.

Uma criança precoce, mas um jovem de seu tempo

Vinicius demonstrou inclinação para a música e, em especial, ao piano, aos 5 anos de idade,  vindo a ter aulas a partir dos 7 anos (e até os dias atuais), com a professora de piano e multi musicista votorantinense Miriam Corrêa Jáki.

A música está no DNA da família. O avô materno de Vinícius (Lucídio) tocava gaita, seu pai, Renato, toca teclado e o irmão mais velho, Rafael, de 20 anos, violão e guitarra.

Para a profª Míriam Jáki, Vinícius sempre mostrou-se um aluno com muita facilidade de aprendizagem, característica essa que, associada à natural tranquilidade e disciplina no estudo, tem revelado um pianista com um nível muito alto de desempenho.

A Música Clássica, no entanto, apesar de ser a principal inspiração e dedicação de Vinícius, cede espaço para o Rock, sendo o conjunto ‘Queen’ uma paixão recente.

Os pais de Vinicius, Renato Júlio e Sheilla Moraes

A música não é, porém, a única atividade à qual ele se dedica. E, ao que tudo indica, igualmente com a mesma precocidade. Segundo sua mãe, Sheilla Moraes, que define o filho como um ‘menino doce’, Vinícius é um amante da Literatura, está sempre com um livro na mão. Recentemente, terminou o livro ‘Manifesto Comunista’, e, agora, está lendo ‘Contos’, de Edgard Allan Poe.

Na escola, é um aluno nota 10, tendo se destacado em 2017 e 2018 no colégio onde estuda, Colégio Bela Alvorada, de Votorantim, onde está se formando no Ensino fundamental. Esse destaque, ainda sua mãe, se deve ao fato de ele “ser dedicado  em tudo que faz, por isso os resultados são sempre motivo de orgulho”.

Apesar desse diferencial cultural, Vinicius é um jovem ‘antenado’ no seu tempo; estuda inglês, gosta muito de jogar videogame e pratica Kung Fu (estando na iminência de obter a Faixa Vermelha, a penúltima, antes da Faixa Preta).

O Concurso de Piano ‘Souza Lima’

A Faculdade e Conservatório Souza Lima é uma das mais tradicionais escolas de música de São Paulo, graças à estrutura que oferece, ao renomado corpo docente e à metodologia que emprega.

Dentre tantos cursos à disposição do aluno, o de Piano ocupa um lugar especial no coração do fundador e presidente do Souza Lima, Antonio Mario da Silva Cunha. Ele é um conceituado pianista e promove anualmente um Concurso de Piano, destinado a revelar talentos. “Nosso concurso de piano está aberto para todas as idades. Dessa forma, descobrimos talentos em todas as faixas etárias”, explica Antonio Mario, que é também o coordenador-geral do Concurso.

João de Souza Lima

Nasceu em São Paulo (SP), em 21 de março de 1898 e faleceu na mesma cidade, em 28 de novembro de 1982.

Nas décadas de 1940, 1950 e 1960 foi um dos mais ativos pianistas e regentes no Brasil.

Outros dados relevantes da biografia deste músico foi o contato com grandes personalidades da música. Estudou a obra de piano de Claude Debussy com sua viúva. Estudou a obra para piano de Maurice Ravel com o próprio. Foi amigo de Darius Milhaud. No Brasil, além de amigo de Francisco Mignone e Villa-Lobos, foi também incentivador de suas composições e responsável pela estréia de várias delas em concerto.

 

Tags: