TREM DA ALEGRIA

15/01/2015 22:40

Véspera de Natal. Papai Noel chegou em Brasília com uma novidade

Guaçu Piteri – guacu-piteri@ig.com.br

papai_noel_tournee_mundial_pai_natal-674x600. Para dar conta de tantas encomendas teve que abandonar o obsoleto trenó e aterrissar, na Praça dos Três Poderes, pilotando o poderoso  trem da alegria. Na primeira parada – estação Congresso Nacional – distribuiu os presentes dos senadores e deputados. (26% de reajuste nos subsídios).

Tomou fôlego e seguiu rumo à segunda estação – Supremo Tribunal Federal.  

Anunciou o percentual de reajuste nos salários dos ministros togados e do Procurador Geral da República.

Sem perda de tempo, seguiu  para a Esplanada dos Ministérios. Estranhou o exagerado número de estações, nesse itinerário:

“Oh! Oh! Oh!.. Trinta e nove ministérios?! Nunca vi nada parecido.

Missão cumprida, Papai Noel, só tinha uma curiosidade, ou  melhor, duas:

1 – “Qual a razão de tantos presentes?”

A resposta era simples. O aumento de salários na cúpula dos três poderes provoca o chamado efeito cascata, isto é, reajuste automático de deputados estaduais, vereadores, magistrados…

2 – “Onde iriam buscar os recursos para custear o vultoso acréscimo nas despesas?”

Quanto a isso, o bom velhinho tampouco precisava se preocupar. Só nos cortes em auxílio doença, pensão por morte, seguro desemprego, abono salarial, o governo pretendia congelar 18 bilhões de reais do orçamento.

“Oh! Oh! Oh!.. Quer dizer que a tesoura também vai cortar nos benefícios previdenciários e trabalhistas? É isso que dona Dilma chama de “compromisso sagrado com os pobres”?