Théo Siqueira de Proença Singh, de 11 anos, se destaca no 9º Concurso Internacional de Piano Maria Herrero, em Granada, Espanha

21/07/2019 19:49

Único brasileiro premiado, Théo Siqueira se destacou na categoria infantil B, de 11 a 13 anos, e recebeu o prêmio musicalidade

 

Foto: Arquivo pessoal/ Adriane Singh

Executando Suíte Brasileira, do compositor brasileiro Alexandre Levy,  Théo Siqueira, morador de Sorocaba (SP), encerrou o 9º Concurso Internacional de Piano Maria Herrero, em Granada, Espanha.

Théo concorreu com  participantes de diversos países, como a Espanha, Estados Unidos, Alemanha, Rússia, China, Turquia  e o Brasil, sendo o único brasileiro premiado, destacando-se na categoria infantil B, de 11 a 13 anos, e levando o prêmio musicalidade.

O pequeno pianista, apesar da pouca idade, já demonstra que será um colecionador de grandes prêmios. Em 2018,  classificou-se em 1º Lugar no  XVII Concurso de Piano ‘Souza Lima’ 2018, interpretando composições de Schumann (OP.68 – The Happy Farmer); Villa-Lobos (1,2 Angolinhas), Chopin (Valse – OP. 69, Nº 2), Kabalevsky (Variações On a Slovakian Folk Song).

Foto: Arquivo pessoal/ Adriane Singh

O pequeno pianista diz que percebeu que amava piano quando conseguiu tocar uma música ‘de ouvido’ de Mozart. “Eu comecei a fazer aulas, mas eu consegui tirar essa música de ouvido. A professora me falou que era difícil para minha idade”.

Théo afirma que quando soube que ia representar o Brasil na categoria infantil B ficou nervoso, mas que treinou bastante para que tudo desse certo.

“A minha sensação quando eu estava representando o Brasil foi um pouco de nervosismo, porque sabia que os meus concorrentes eram bons. Quando chegou no dia do concurso, eu treinei bastante. Mas quando eu toco piano eu esqueço tudo e coloco emoção”, diz.

Para ele, a música representa emoção. “Quando você toca música você esquece tudo, você coloca sua emoção, seus sentimentos. Isso que a música representa para mim, ela mexe com os outros”, afirma.

Segundo Adriane Singy, mãe de Théo,  a música faz parte da vida do filho desde bebezinho, quando iniciou aulas de musicalização infantil. Com 7 anos, passou a se interessar pelo piano e, a partir de 2016, iniciou as aulas com a professora e multi musicista votorantinense Míriam Corrêa Jáki. Ainda segundo Adriane, Théo é uma criança muito sensível, empática e curiosa. É bastante sociável, embora um pouco reservado num primeiro momento. Além do piano, faz aulas de alemão, tênis, basquete e taekwondo, tendo alcançado, neste esporte, a faixa ponta preta. Gosta muito de ler, ouvir música e brincar com seu cachorro.

Por trás de um grande talento, uma grande Mestra!

Miriam Jáki com Théo, na premiação do XVII Concurso de Piano ‘Souza Lima’ 2018. Foto: Arquivo pessoal/ Adriane Singh

Emocionada com a conquista de Théo, a professora Míriam Jáki expressa seu sentimento: “A Fada da Música! Sim! É como eu me sinto hoje! A música faz parte da minha vida desde a eternidade, mesmo quando eu era ainda apenas uma pequena luzinha refletida no som de alguma melodia.

Hoje, quando Théo Siqueira de Proença Singh, um dos meus brilhantes alunos ganha um prêmio internacional, esta fada que mora dentro de mim está plena e convicta de que a sua estrela brilha e esta luz se reflete sem fronteiras e sem limites na harmonização que estruturam a sinfonia da minha vida!

Este prêmio não veio por acaso, foram muitas horas de dedicação.

A decisão de participar de um concurso internacional é uma responsabilidade muito grande e que envolve uma série de critérios que precisam ser analisados, assim como a escolha do repertório onde a sonoridade ímpar da música, de compositores brasileiros, como Ronaldo Miranda e Lorenzo Fernandes, não poderia faltar, e, com respeito aos donos da casa, foi escolhido do compositor espanhol Enrique Granados uma de suas danças, interpretada hipnoticamente pelo nosso pianista, sem deixar de mencionar a profundidade da interpretação da Valsa op 69 no 2,  de Frederic Chopin e da genialidade do russo  Dmitri Kabalevsky.

Cada detalhe, pensado com muita afinação, resultou na conquista deste prêmio, que representa uma grande vitória para o nosso querido Théo e seus pais, Adriane e Ronnie, e para todos nós brasileiros que almejamos um País que priorize a educação das crianças de uma forma abrangente e que a cultura realmente ocupe um lugar de destaque na vida do nosso povo para que meninos como o Théo possam brilhar nos quatro cantos do mundo!

Parabéns, Théo!”

Abaixo, a interpretação de Théo:

https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/noticia/2019/07/21/menino-de-11-anos-e-premiado-em-concurso-internacional-de-piano-na-europa.ghtml

Tags: