Tereza Du’Zai: ‘A coisa errada’

23/02/2019 13:38

Não se engane, o Demônio não se oculta na escuridão,/ É a Ele que você dedica praticamente toda a sua vida,/ Praticamente todos os seus sonhos/ Praticamente todo o seu amor.”

A Coisa Errada

Não se engane, o Demônio não se oculta na escuridão,

É a Ele que você dedica praticamente toda a sua vida,

Praticamente todos os seus sonhos

Praticamente todo o seu amor.

E você não é tão frágil quanto tenta parecer.

Você sofre, não por querer ser feliz,

Não por ser vítima do destino.

Não! Você sofre consciente, porque decidiu correr os riscos.

E você permanece no erro por não querer admitir que perdeu seu tempo com a coisa errada.

Talvez você se desespere e chore muitas vezes,

Talvez você decida reconstruir a coisa errada, tornando-a bela, amorosa, asseada, culta, honesta, trabalhadeira.

O modelo de sua ambição, de sua pretensão egoísta.

Mas isso apenas contribuirá para desgastar ainda mais o (ré)lacionamento,

Pois o tempo adiado se tornará um inimigo impiedoso,

E o rompimento será inevitável.

Diante do caos, talvez você ainda procure soluções,

E terá muitos motivos para isso.

Porém, o melhor a fazer é aceitar que o grande culpado é você.

Você que quis a coisa errada para você.

Deixe que a coisa errada se vá.

Há muitas coisas erradas esperando por ela, longe de você. Liberte-a!

Ou você jamais será a coisa certa para alguém,

Tampouco para si mesmo.

 

Tereza Du’Zai – terezaduzai@gmail.com

Tags: