Post Tagged with: "Poesia"

Jairo Valio: ‘Por onde anda Deus?’

24/05/2018 15:08
Jairo Valio: ‘Por onde anda Deus?’

“Deus está presente numa flor que desabrocha,/ e irradia seu perfume que a brisa leva adiante./ Quem ama colhe uma flor de seu caule,/ sem se ferir nos seus espinhos.”

Adriana Eli Negrini: ‘Perdoar’

21/05/2018 19:19
Adriana Eli Negrini: ‘Perdoar’

“Então:/ Perdoe,/ E se doe!/ Desculpe,/ E não se culpe!/ Absolva/ E solva um problema/ Que para muitos / Não tem solução!”

Andrade Jorge: ‘Deixa’

17/05/2018 02:00
Andrade Jorge: ‘Deixa’

“Deixa meu verso/ versejar em sua rua,/ deixa o sinal verde/ pra minha poesia/ grafitar amor/ em tua porta,/ deixa minha rima/ envolver-te feito doce invasor…”

Kiko Rebelles: ‘Ainda me bastará’

16/05/2018 12:03
Kiko Rebelles: ‘Ainda me bastará’

“Amo tanto, que me dói perdê-la/ Assim me seduz e vai embora/ Adentra a noite sem zelo por mim/ Com medo do fim me perco na aurora.”

Adriana Negrini: ‘Modificação’

14/05/2018 20:10
Adriana Negrini: ‘Modificação’

“Pedi muito/ Para sempre continuar…/ Que as pedras do caminho/ Não me fizessem parar;/ E que as minhas forças/ Fossem iguais a de um vulcão,/ E que viessem a transbordar!”

Jairo Valio: ‘Para as mães ofereço…’

12/05/2018 21:07
Jairo Valio: ‘Para as mães ofereço…’

Jairo Valio: ‘Para as mães eu ofereço…’ “Um despertar suave com cantos de pássaros./ Anjos entoando lindas canções de amor,/ Com filhos e filhas afagando seus rostos,/ Beijos e abraços numa estonteante alegria.”

Jairo Valio: ‘O navegante’

09/05/2018 12:57
Jairo Valio: ‘O navegante’

“Condutor de emoções, singra todos os mares./ Busca os corações aflitos para consolá-los,/ mostrando que num amor em decadência,/ quando uma nau se encontra em tempestades,/ um porto seguro se vislumbra no horizonte,/ e em águas calmas pode suturar as feridas.”

Andrade Jorge: ‘Exilado em minha terra’

06/05/2018 18:28
Andrade Jorge: ‘Exilado em minha terra’

“Então não permita Deus que eu morra/ sem ver um fio de esperança brilhar,/ sem ver a derrubada da masmorra,/ sem ver o Sabiá e o povo,/ aqui de novo, cantar..”

Jairo Valio: ‘E a Lua chorou’

05/05/2018 22:13
Jairo Valio: ‘E a Lua chorou’

“Percebi que lágrimas escorriam,/ Condensando-se  intensas nas nuvens,/ e depois em prantos  tão abundantes,/ despencavam quase em tormentas,/ como se para tanto houvesse razões.”

O leitor participa: o sorocabano Kiko Rebelles, com o poema ‘Um dia de sol no recanto da lua’

28/04/2018 10:15
O leitor participa: o sorocabano Kiko Rebelles, com o poema ‘Um dia de sol no recanto da lua’

 “O límpido céu me arraigava à essência/ Me dissolvendo no Todo sutil/ Me embriagava com sua cadência/ Ora verde, ora azul, ora anil…”