Post Tagged with: "Paulo Roberto Costa"

Paulo Roberto Costa: ‘A ilha do fim do mundo’

11/07/2018 08:33
Paulo Roberto Costa: ‘A ilha do fim do mundo’

“Eu precisava me distanciar um pouco de todo mundo e da minha própria vida, para tentar ordenar a confusão da minha mente. Mais do que tudo, eu precisava de um pouco de silêncio e solidão.“

Paulo Roberto Costa: ‘O amigo de todas as horas’

21/06/2018 13:06
Paulo Roberto Costa: ‘O amigo de todas as horas’

 “O que seria de mim sem tua presença,/ Meu pequeno amigo?/ Tu, que me acompanhas/ Em todos os meus momentos,/ Que sofres muitas vezes, calado,/ As consequências da minha impulsividade/ E das minhas emoções.”

Paulo Roberto Costa: ‘Um operário na noite’

08/06/2018 23:13
Paulo Roberto Costa: ‘Um operário na noite’

“Fico a imaginar em que estaria pensando… Que mil pensamentos mirabolantes estariam agora, em turbilhões de ideias, sensações e emoções a rodar em sua mente. Ou, talvez, somente o vazio da indiferença e resignação.”

Paulo Roberto Costa: ‘Mulher perfeita’

28/05/2018 17:24
women holding doughnuts in front of eyes.

“Está certo que minhas ideias mudam com o tempo. Está certo que eu também mudo com o tempo. E o tempo muda tudo. Mas, para mim, algumas coisas permanecem imutáveis. Pelo menos no que se refere à mulher dos meus sonhos.”

Paulo Roberto Costa: ‘Duas folhas’

20/05/2018 20:06
Paulo Roberto Costa: ‘Duas folhas’

“Na folha mais jovem crescia, a cada dia, a ânsia por desprender-se do galho e juntas alçarem um longo voo ao sabor das brisas.”

Paulo Roberto Costa: ‘Correr ou lutar?’

26/04/2018 23:22
Paulo Roberto Costa: ‘Correr ou lutar?’

 “O horário era propício para o tipo de foto que eu queria fazer, embora um tanto quanto inadequado para quem vive em uma megalópole onde a segurança é apenas uma vã promessa de políticos que não sabem sequer soletrá-la.”

Paulo Roberto Costa: ‘Cotidiano’

13/04/2018 04:05
Paulo Roberto Costa: ‘Cotidiano’

“Já são quase 2h00 da manhã. Uma nova segunda-feira se inicia. Achei que o cansaço do dia me faria dormir mais cedo. Ledo engano. O silêncio da noite me tornou um pouco mais introspectivo.”

Paulo Roberto Costa: ‘Guerra é guerra’

06/03/2018 07:59
Paulo Roberto Costa: ‘Guerra é guerra’

 “(…) O líder, fazendo uso de sua autoridade, pediu a palavra. Tinha dado uma missão para um dos mais jovens do grupo que, apesar de franzino, era bastante esperto. Sua função era infiltrar-se nas linhas inimigas e descobrir tudo sobre seus oponentes.”

Paulo Roberto Costa: ‘A vida sob um viaduto’

23/02/2018 15:05
Paulo Roberto Costa: ‘A vida sob um viaduto’

“O balanço do ônibus me despertou, como acontecia quase que diariamente sempre que contornava esta esquina. Nesta fria manhã, que ansiava ainda pelos fracos raios de um sol que aos poucos cobria a cidade, através da janela eu contemplava as ruas e calçadas com a mente divagando sobre os mistérios […]

Paulo Roberto Costa: ‘O apagão’

20/02/2018 00:46
Paulo Roberto Costa: ‘O apagão’

“A noite ficou barulhenta, com os sons do trânsito congestionado por toda a cidade, dos gritos das pessoas pelas ruas e do ir e vir de ambulâncias e viaturas de polícia. À parte disso tudo, na verdade a cidade parecia estranhamente calma.“