Post Tagged with: "Jairo Valio"

Jairo Valio: ‘As rosas’

17/03/2018 22:54
Jairo Valio: ‘As rosas’

“Após as mutações que sofrem como se fossem crianças,/ Despertando para a vida como se estivessem hibernando,/ Vão mostrando seus esplendores e derramando perfumes,/ Tão inebriantes que atraem admiradores que querem amar,/ E então a brisa vem suave para entregar-lhes com mimos.”

Jairo Valio: ‘Criança maltratada’

09/03/2018 11:31
Jairo Valio: ‘Criança maltratada’

“Sonhava ser bailarina girando nos pés,/ Sapatilhas coloridas, cabelos com gel, /Arrumadinhos como se fosse uma princesa,/ Sobrancelhas levantadas, olhos pintados,/ E para completar um leve rubor no rosto.”

Jairo Valio: ‘Amigo’

28/02/2018 21:12
Jairo Valio: ‘Amigo’

“Fui solidário quando me buscavam,/ e entendia os acenos de angústia,/ pois a amizade que realmente vale,/ é para os momentos aflitivos,/ quando a tempestade desaba.”

Jairo Valio: ‘Quero a paz’

22/02/2018 11:36
Jairo Valio: ‘Quero a paz’

“Sonhei com mundo encantado./ Crianças brincando e mães sorrindo,/vovôs recordando os anos passados,/casais namorando entre as flores,/pais atentos protegendo suas famílias.”

O time de colunistas melhora ainda mais: Jairo Válio

15/02/2018 14:47
O time de colunistas melhora ainda mais: Jairo Válio

Jairo Válio: mais um ‘dos grandes’ participando voluntariamente do nosso jornal!

O leitor participa: Jairo Valio, membro da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘A rosa derramou lágrimas’

22/01/2018 22:00
O leitor participa: Jairo Valio, membro da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘A rosa derramou lágrimas’

“Nasceu bonita, pétalas macias,/ cor vermelha paixão dos enamorados,/ como se fosse o sol se despedindo,/ no entardecer sereno,/ bem atrás dos montes,/ quando adquire tonalidades tão rubras.”

O leitor participa: Jairo Valio,da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘Fazer poesia’

25/12/2017 12:50
O leitor participa: Jairo Valio,da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘Fazer poesia’

“(…) Os rabiscos ganham então sintonias,/ E o possível poeta já pode sonhar,/ Com as rimas ganhando sentidos,/ Até que nota uma flor se abrindo, E sobre ela derrama suas emoções./ (…)”

O leitor participa: Jairo Válio, da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘Uma flor ‘

15/12/2017 22:21
O leitor participa: Jairo Válio, da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘Uma flor ‘

“Brinda a vida como um botão de rosas que desabrocha./ Encanta sorrisos da criança ao derriçar suas pétalas macias./ Perfuma ambientes nos vasos floridos das casas onde habita/ E também nas matas que, vaidosas, mostram seus encantos.”

O leitor participa: Jairo Valio, membro da Academia Sorocabana de Letras, com o poema ‘A lua me fez chorar’

01/12/2017 09:42
night sky

“(…) E as luzes pálidas não iluminam mais a noite, /Até as estrelas não piscam mais com alegrias./ (…)”

O leitor participa: Jairo Válio, membro da Academia Sorocabana de Letras, com o poema-homenagem ‘Teus olhos’

21/11/2017 10:26
O leitor participa: Jairo Válio, membro da Academia Sorocabana de Letras, com o poema-homenagem ‘Teus olhos’

Poema em homenagem à falecida esposa Ondina, e que fez parte da Campanha de Doação de Córneas do Banco de Olhos de Sorocaba