Sônyah Moreira: ‘A liberdade de ser eu!’

12/03/2019 19:14

Sônyah Moreira

Sônyah Moreira: ‘A liberdade de ser eu!’

Quando olho para trás, percebo as dificuldades em ser fiel a mim mesma. No decorrer da vida lutamos para cumprir prazos, cumprir as promessas feitas,  e assim por diante.

Quem, em sã consciência, se cobra em se manter fiel a si mesmo? Ninguém, não é?  Preocupamo-nos em cumprir as promessas feitas a outrem, mas, e nós? Vamos empurrando com a barriga nossos sonhos, desejos, tudo deixamos pra depois, a prioridade é  sempre os outros.

Cobramos-nos o que a sociedade madrasta dita como verdade, como conduta correta, tudo em função do que os outros pensam, e “A liberdade de ser eu”, onde fica?

Eu não sei até onde podemos chegar relegando nossos anseios! Será que em algum momento da vida esta bolha pode explodir? Passamos a vida planejando o futuro, que chega diariamente sem que a gente perceba, e, ao anoitecer, ele se torna passado.

Rebeldia represada pode parecer uma tromba d’água, não há o que segure. Talvez, chutar o “pau da barraca”, em um momento nada a ver, pode pegar de surpresa todos a nossa volta, que dirão ser um surto psicótico! Tipo, Fúria Mortal, como em um filme de pancadaria.

A liberdade de ser eu, é uma obrigação e precisa ser prioridade, precisamos usar a expressão “FUCK”, mandar tudo para o Inferno, e, de uma maneira ou de outra, tentar ser o “EU”, antes de nós, tu, eles e a torcida do Palmeiras.

Aprendi, ao longo da vida, que quanto mais nos importamos com o que outros pensam, ou com o que os outros querem, automaticamente perdemos a dignidade de ser EU.

Com isso, passamos a vida presos  em gaiolas de ouro, ansiando por um vôo em busca de liberdade. Em busca da liberdade de ser apenas eu!

 

Sônyah Moreira – sonyah.moreira@gmail.com

Tags: