Sônyah Moreira: ‘A ficção da realidade? Ou, a realidade da ficção?’

11/10/2019 18:00

Sônyah Moreira

A ficção da realidade? Ou, a realidade da ficção?

Eu não sei até aonde chegaremos? Ao olhar pessoas decrépitas, esquálidas, sem o mínimo necessário para a sobrevivência digna,  eu sinto  uma enorme vergonha!

Será que o fim da espécie humana, se dará através de nós mesmos?

Quem detém o poder de reverter essa situação mundial, pouco faz, estão  aboletados em seus suntuosos palácios. Estes senhores feudais,  riem da situação de milhões de seres mundo afora, perdidos por estradas e fronteiras de um  planeta que declina  diariamente.

Sendo da mesma nacionalidade ou não, somos iguais, exatamente iguais no contexto fisiológico,  a dor, o sangue, as lágrimas, são compostos pelas mesmas substancias, é vergonhoso para todos nós esta situação do êxodo moderno!

Voltamos aos tempos dos Cezares romanos, só faltam moedas cunhadas com a face de seus governantes ditatoriais, arenas de sacrifício humano são as estradas e hospitais lotados de pessoas famintas e doentes.

O olhar de desespero de uma mãe com seu bebê  nos braços, sem ao menos a certeza que o verá crescer, é violento demais!

As cenas são muito piores que a ficção, verdadeiramente apocalípticas, que vergonha!

A ficção da realidade, ou, a realidade da ficção? O que será? Não há comida e  nem água para todos. O uso indiscriminado dos recursos naturais se esgota de maneira irreversível. O descartável está descartando um planeta inteiro. Olha uma garrafinha plástica ,  aí gente!

Grandes nações se vangloriam de seus arsenais bélicos e corridas espaciais, gastando bilhões de recursos, a procura de um lugar, ao menos parecido com o nosso planeta Terra. Recursos  astronômicos  que  poderiam ser usados aqui mesmo,  onde é nossa morada,  e quem sabe,  reduzir um pouco o sofrimento de milhares de almas.  O uso irracional de tempo e dinheiro  é desperdício puro! Nada contra a evolução tecnológica e avanços científicos, são necessários,  e é  um caminho sem volta, não há dúvida!

Que vergonha! Você pode estar pensando que,  como somos do mesmo planeta,  nossa imundície de alma, fica apenas para nós, será? Nosso quintal é o planeta, conseqüentemente, o universo. Lá fora,   é infinitamente  grande, e alguém, neste exato instante,   poderá estar assistindo  tudo em tempo real, quem sabe!

Talvez um conselho interplanetário pudesse nos ajudar a encontrar uma solução, assim quem sabe;  digamos  um comitê dos 9?

Talvez, nossa irresponsabilidade possa atingir outros mundos,  quem sabe, comprometendo a existência de outras moradas,  ou, extinguindo outras formas de vida. Quem sabe?

Enigmático? Pode ser!

Ficção ou realidade?

 

Sônyah Moreira

sonyah.moreira@gmail.com

Tags: