Salto: Secretaria da Cultura divulga lista de classificados do Prêmio Moutonnée de Poesia

13/10/2020 13:37

O escritor sorocabano e colunista do ROL Carlos Carvalho Cavalheiro foi classificado no categoria Adulto

Carlos Cavalheiro

A Prefeitura de Salto, por meio da Secretaria da Cultura, divulga a lista de classificados da 28ª edição do Prêmio Moutonnée de Poesia. Neste ano, foram classificadas 100 poesias, divididas entre 40 – categoria Adulto, 20 – categoria Infanto I, 20 – categoria Infanto II e 20 – categoria Infantil, criada este ano.

A lista está em ordem alfabética, pelo nome do classificado. A consulta dos classificados também pode ser feita através do Diário Oficial Eletrônico de Salto, na edição nº 659 – pág.10 – https://dosp.com.br/exibe_do.php?i=MTMxMjU1

Confira a classificação abaixo:

Prêmio Moutonnée de Poesia 2020 – Classificados Infantil

  • Ana Clara Maria Wakae Fernandes Takaki – O aperto no coração
  • Ana Luiza Gonçalves Bahia – A Nossa amizade
  • Cecília de Oliveira da Silva – Meu jardim secreto
  • Davi Marquezi Duarte – Uma vida sem sentido
  • Gabriel Henrique da Silva Rosa – A Vida
  • Gabriela Penteado Costa – A Bailarina Catarina
  • João Pedro Felipe Prudêncio – Família e Escola
  • Joaquim Bragagnolo Morelli Ortolan – A Música
  • Júlio Antônio Karkow Carneiro – Homenagem ao meu avô
  • Kauane Marciano da Silva – Felicidade
  • Kemilly Emanuely de Lima – Querida Mamãe
  • Laisla Beatriz do Couto Tararam – Livros e suas histórias
  • Letícia Pereira Bonachella – Vazio
  • Luan Henrique de Figueiredo – Me pedindo para escrever
  • Maitê Sakagami – Sentimentos
  • Mariana da Silveira Almeida – Uma pessoa que sonhava
  • Mateus de Carvalho – Empatia
  • Miguel Francisco Sombrini – A vida de um cão de rua
  • Stephany de Oliveira – A pandemia
  • Victor Gomes Leal dos Santos –  Pandemia (COVID-19)

Prêmio Moutonnée de Poesia 2020 – Classificados Infanto I

  • Alícia Barros Menezes – Distanciamento
  • Aline Gabrielle de Lima – No meio do mar
  • Ana Julia Alvarenga Sanavio – A criminalização do estudo
  • Beatriz Karine Santos de Matos – Dar valor
  • Camila dos Santos Garcez Gonçalves – As estações
  • Carolina Sofia Rosa da Costa – Metamorfose
  • Caroline Carato Alves – Uma juventude que se foi
  • Eloah Pinheiro de Oliveira – Menina da saia xadrez
  • Fernanda Junque – Mulher
  • Giuliana Camille Sbrissa – Aqui estou no topo do monte
  • Isabelle Victória da Silva – Alma salgada
  • Kauê Felipe Ribeiro – Eles gritam
  • Lana Eloá Vignoli do Espírito Santo – O mundo precisa ouvir
  • Laura Groninger Monteiro – O sentimento veio
  • Luiza Gardenal Pires – Pretérito Perfeito
  • Maria Eduardo Guariz Garzon – Menina dos cabelos encaracolados
  • Pedro Figueira de Almeida – Castelo de Areia
  • Pedro Henrique dos Santos – Tenho medo do futuro
  • Rafaela da Cunha – Aprendizados
  • Sofia Bacan Fiuza – A culpa não é da cor

 

Prêmio Moutonnée de Poesia 2020 – Classificados Infanto II

  • Amanda Patelli Alves – A dança da vida
  • Anna Flávia Nunes Oliveira Santos – Caixa de brinquedos
  • Arthur Aguiar Caires – Tudo bem!
  • Beatriz Bertolini da Silva – Imenso amor
  • Beatriz de Freitas Prado – Distâncias
  • Carlos Evilanídio Oliveira Paiva – Completo
  • Emilly Christine Ribeiro – Eu odeio
  • Gabriela Roberta Campos Goes – Viagem sem destino
  • Gabriela Rodrigues Machado da Silva – Não vagueemos mais esta noite
  • Ingrid Tomaz Feitosa – Voar
  • Isabella Christine Moreira – A real Perversão
  • Isadora de Barros Palhardi – 116 dias sem te ver
  • Ivan Rodrigo Valini Filho – Monotonia
  • João Victor Agostinho Rodrigues – Retrato da Sociedade
  • Julia Santos Casali de Oliveira – Sementes
  • Manuela Acosta Mazzo – O vazio do homem
  • Mariana Assis Alfenas – Bálsamo imprescindível
  • Nathália Camilly Guergoletto dos Santos – Não morri
  • Pietra D´isep – Efeito cacatua
  • Rebeca Piaia Guido – A Vida

 

Prêmio Moutonnée de Poesia 2020 – Classificados Adulto

  • Adelgício Ribeiro de Paula – O nome da rosa
  • Ademir Barros dos Santos – Encantos
  • Alberto dos Anjos Costa – Provação
  • Alexandre Miguel da Silva – Para o mundo
  • Amanda Vieira da Silva – O circo
  • Amarildo Rainha – A bença da Vó
  • André Luis Soares – Poesia em carne viva
  • Ari Silva Mascarenhas de Campos – Rio Pinheiros
  • Beatriz Bastos Felipe do Rosário – Sangue livre
  • Bernardo Dell´Oso – Lamentos passageiros
  • Bruna Ximenes Corazza – Breviário da solidão
  • Carlos Carvalho Cavalheiro – Terrorismo
  • Daniela Lopes de Oliveira – O que não vejo
  • Denivaldo Piaia – Pressa
  • Evandro Aranha – Não morra agora
  • Felipe Bernardes Dezena – A maldição do poeta
  • Fernando Scoparo Matias – Vontade
  • Francisco Guilherme Leon de Oliveira Scaquetti – Pedras do remorso
  • Geraldo Gonçalves – Quarentena travessa
  • Geraldo Trombin – Silêncio
  • Gisela Lopes Peçanha – Dolorem
  • Gleice Kazumi Sibinelli Okubo – Cegueira Infernal
  • Helwes Herhye Ramalho de Oliveira – Substrato
  • Íris de Paula Sant´Ana – Ser tão
  • Isabela Souza Caldato – Complexo C
  • Itamar Rabelo de Souza – Casa vazia
  • José Carlos Barbosa de Aragão – A história se repete
  • Josias Patriolino de Lima – Retrato da esperança
  • Kátia Valeria Wadt Battistella Sentinaro – Roda da memória
  • Leandro Thomaz de Almeida – Experiência Extática
  • Luiz Eduardo de Carvalho – Se eu soubesse
  • Luiz Henrique Aguiar – Outdoor
  • Marta Botelho Lira – Identidade
  • Mateus Assuani Gutierres – Eclipse
  • Orestes Nardelli Bonini – Minha essência
  • Paulo José Schimidt Brachtvogel – Reações adversas
  • Saulo Lima de Souza Bertani – Sobre a velhice
  • Stefanie Lima dos Santos – Girassol
  • Vinicius de Oliveira Teodoro – Fumo
  • Wagner Bednarski – O fruto

 

 

Tags: