Reinaldo Canto: ‘Mulheres em situação de rua recebem atendimento de entidades em SP

18/05/2018 18:13

“Oferecemos o tratamento de banners e uniformes descartados associado ao desenvolvimento de ações sociais. Nossa equipe é formada por mulheres de baixa renda e deficientes intelectuais e promovemos a Inclusão Social…”

 

Na última sexta-feira, 27/04, a instituição Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto – BOMPAR, realizou mais um evento de Consultório na Rua oferecido a mulheres em situação de rua. Esta ação foi coordenada por Marta Marques Akiyama e faz parte do Programa Agente na Rua da Prefeitura de São Paulo. Vários serviços foram oferecidos ligados ao bem-estar e saúde da mulher, como beleza e higiene pessoal, além de palestras informativas e motivacionais.

Uma dessas palestras foi ministrada pela diretora da Biocicla, Jamile Balaguer Cruz. Outras foram oferecidas pela Fatima Franco do MNODS-SP e pela dra. Marta Livia Suplicy, Presidente Nacional do Movimento Libra (Liga das Mulheres Eleitoras no Brasil) e da Virada Feminina.
Para cerca de 50 mulheres de várias idades, Jamile falou do trabalho realizado pela Biocicla de reciclagem de uniformes usados que são transformados em outros objetos e roupas de uso cotidiano.

Ela participa com a Fatima Franco do MNODS-SP – Movimento Nacional dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável de SP que trata a Agenda 2030 da ONU e seu trabalho contribui para o ODS 01 erradicação da pobreza, o ODS 05 igualdade de gênero, o ODS 08 trabalho decente e crescimento econômico, o ODS 11 cidade e comunidades sustentáveis, o ODS 12 consumo e produção responsáveis e o ODS 17 parcerias pelas metas.
Jamile ressaltou a importância e possibilidades que a coleta e tratamento dos resíduos pode dar para a geração de trabalho e renda de populações vulneráveis. “Resíduo tem valor”, destacou ela. Diversas mulheres presentes consentiram e disseram que já trabalham com a reciclagem de resíduos e ganham dinheiro com alguns tipos de materiais.
Jamile aproveitou o evento para fazer a doação de dez sacos de dormir confeccionados à partir dos uniformes descartados por empresas.

A dra. Marta Livia Suplicy convidou a Biocicla para apresentar seu trabalho na Virada Feminina que irá acontecer em 27 de maio na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP.
Para a Biocicla, essa será mais uma oportunidade para apresentar os caminhos possíveis para o aproveitamento de uniformes e banners descartados através do desenvolvimento de ações sociais.

“Oferecemos o tratamento de banners e uniformes descartados associado ao desenvolvimento de ações sociais. Nossa equipe é formada por mulheres de baixa renda e deficientes intelectuais e promovemos a Inclusão Social. Consertamos as roupas para a doação, desenvolvemos oficinas de educação ambiental com os itens e também produzimos brindes ecológicos upcycling. Atendemos a PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/2010 assessorando a gestão de PGRS – Programas de Gestão de Resíduos Sólidos”, informa a diretora do biocicla. (#Envolverde)

 

Por Reinaldo Canto, especial Envolverde

Tags: