Ranielton (Rannie) Lucarelli Dario Colle: ‘Um dia nublado’

20/02/2018 11:36

“Um outro dia que começa nublado…/ Os sonhos são esquecidos/ Nossos desejos vilipendiados/ Em razão de uma rotina/ De uma segurança, ainda que mínima,/ E que no fundo não passa de uma ilusão.”

 

Um outro dia que começa nublado…
Os sonhos são esquecidos
Nossos desejos vilipendiados
Em razão de uma rotina
De uma segurança, ainda que mínima,
E que no fundo não passa de uma ilusão.
É preciso ganhar a vida
E esquecer da nobreza de um dia,
Talvez se concentrar no consumo
No nosso conforto sem rumo
Para os poucos momentos de descanso…
Aquele que a escravidão moderna permite
Enquanto estamos sempre correndo,
Nem sempre aprendendo,
 Rumo ao nosso vazio
Mas colonizamos o planeta,
Impomos nosso modo de vida,
E conseguimos tanta tecnologia…
Com com nosso investimento em pesquisa
Que a vida já não é em nada igual.
Suplantamos tanto mal
Da natureza…
E submetemos, escravizamos o reino animal…
Torturamos e reduzimos sua vida
Para baratear os custos de uma comida
Produzida através do sofrimento…
E são tantos os fatores envolvidos,
Modificamos geneticamente as plantas
Produzindo sementes estéreis
Resistentes a todo o tipo de veneno
Que nós não somos…
E o câncer vem crescendo
Em nossos corpos e nossa alma
Enquanto consumimos o sofrimento
Misturado à todo agrotóxico
Que permitimos aqui…
Apenas por lucro.
E o mito de que toda humanidade ganharia
Com o progresso e o desenvolvimento de novas tecnologias
Cai por terra tão facilmente quando vemos
Uma parcela cada vez maior sendo excluída
Da vida moderna…
Enquanto desperdiçamos um terço de toda comida produzida
Apenas para manter um sistema
Que produz toneladas de lixo todos os dias
E vai exaurindo os recursos do planeta
Enquanto nosso consumo apenas alimenta
Os nossos egos…
E todos os dias uma nova tecnologia
Se torna obsoleta.
Mas é uma alegria acordar num dia nublado
Ter a ilusão que está se fazendo algo útil quando se vai para o trabalho
E que se está contribuindo com sua parte
Para o bom funcionamento de uma sociedade
Tão desigual.
Mesmo que ao fim do dia só se queira
Dormir, e esquecer…
Rannie Dario Colle – collerannie@gmail.com

Tags: