Rafaela Chor: ‘Dança’

04/06/2019 21:09

Rafaela Chor

Dança

                    Dança

 

Deito-me na grama e sinto corpo e terra tornarem-se um só

é terra quadril

pernas

espinha

seios

é terra pensamento

espírito

bicho que vive no ventre

ventre que abriga vida da mulher selvagem

da mulher anciã

da mulher menina que brinca com o solo que a pertence

acolhe

mostra os dentes e as raízes ao dançar incessantemente à canção da água frouxa caindo sobre a pedra enlodada do rio

a mulher feiticeira que habita em mim passa os dedos nos troncos das árvores crespas e se deixa levar pelos caminhos tortuosos que crescem em direção ao céu coberto por folhas verdes

seus pés têm vida própria e dançam a balada da linha bamba que prende cóccix e cabeça

impulso e razão

ela escuta os tambores  compassados dentro do peito e pisa com força para expulsar qualquer tipo de energia negativa restante em sua morada

sua respiração fica mais ofegante e dentro de sua garganta surge uma voz buscando libertação

ela fecha os olhos

inspira

uiva

 

Rafaela Chor

rafaelachor@outlook.com

Tags: