a 4a. Noite Lítero-Musical do IHGGI apresentou artistas novos e consagrados. Veja as fotos.

15/09/2015 22:46

O poeta sorocabano Dado Carvalho leu sua poesia com sotaque português e foi muito aplaudido.

ARTE_BOTON_10ANOS (1)Durante a realização da 4a. Noite Litero-Musical do IHGGI – Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Itapetininga, realizada dia 12 passado em Itapetininga, vários artistas de Itapetininga e Sorocaba se apresentaram. Dado Carvalho, poeta sorocabano, surpreendeu a todos declamando a poesia de sua autoria ‘Saudades de Minha Cachopa’ com um sotaque lusitano perfeito (leia a poesia abaixo).

Dado Carvalho já participou de outras edições desse evento cultural conhecido como ‘Noite Litero-Musical’ e sempre se destacou como uma das principais atrações. Outros colegas seus, como os poetas Nicanor Pereira e Glauco Delia Branco também apresentaram suas poesias e fizeram sucesso semelhante, merecendo os aplausos da platéia, toda ela constituida por amantes da cultura.

O fotógrafo-violinista Zezinho Trindade brindou o público tocando uma música portuguesa e o Hino Nacional Brasileiro, em homenagem ao 7 de Setembro, dia da independência do Brasil. Nicanor Pereira se apresentou duas vezes, sendo que na primeira olportunidade fez uma referência especial ao poeta sorocabano Douglas Santos Junior, recentemente falecido, que integrava os grupos culturais ‘Coesão Poética’ e ‘Mesma Frequência’.

A advogada Miriam Teodoro falou sobre a independência do Brasil e Glauco Delia Branco, vestido com roupas tipicas do seu Rio Grande do Sul, declamou uma poesia de sua autoria que teve como tema a colonização portuguesa no Brasil.

A jornalista e apresentadora de TV Simone Marquetto falou sobe seu trabalho na TV Sorocaba (SBT) e seus planos futuros, que inclui sua volta a Itapetininga. Em seguida o estudante Marcelo Paiva Pereira fez uma breve exposição sobre a urbanização no Brasil Colonial e os efeitos urbanísticos no período posterior à independência.

Outra atração musical da reunião cultural foi o violonista Bruno Guimarães, uma revelação cultural de alto nivel. Ele tocou ao violino a Hino à Independência e uma música portuguesa. Da mesma forma bem sucedida em sua apresentação foi a do poeta sorocabano Nicanor Pereira, que falou sobre a Independência do Brasil e leu um soneto de Cláudio Manoel da Costa, advogado, minerador e poeta português do Brasil Colônia que se envolveu e foi um dos mais destacados líderes da Inconfidência Mineira.

Diva Rosa de Brito, poetisa de Sertãozinho e que atualmente mora em Itapetininga, falou sobre a independêcia do Brasil e declamou uma poesia de sua autoria. O poeta gaúcho Glauco Delia Branco se apresentou pela segunda vez, desta feita para cantar, em ‘legítimo gauchês’, a música ‘Parabéns a Voce’, dedicada ao apresentador do sarau e presidente do IHGGI, o jornalista Helio Rubens de Arruda e Miranda, que se surpreendeu com a homenagem surpresa preparada pela sua esposa a artista plástica e advogada Ana Elisa Bloes Meirelles de Arruda e Miranda.

A ultima apresentação ficou a cargo da confreira Alba Regina Luisi, que seu um texto seu enaltecendo  as relações entre Portugal e Brasil, cujo principal ponto em comum é a lingua portuguesa.

 

Foram destaque ainda no evento a entrega a cada participante de um marcador de livro criado pelo artista Alessandro Luisi.

 

As agências turisticas FER TUR e CVC participaram do evento fazendo a entrega a cada participante de um bombom (Fer Tur) e de material publicitário de cidades brasileiras e do Exterior.

O jantar ficou a crgo do Restaurante Bom Cristo, que preparou para os visitantes um tipico ‘Jantar Portugues’, cujo prato principal foi um risoto de bacalhau.

O apresentador Helio Ruben s destacou em sua fala o bom trabalho realizado pela Comissão Organizadora do evento, composta pelas confreiras Alba Regina e Noemia Marini e pelos confrades Antonio Andrade, Giovani Ferrari e Sergio Majewski e também o apoio dado pela artista Ana Elisa.

 

Poesia de autoria de Dado Carvalho:

SAUDADES DE MINHA CACHOPA

 

Vinho, minha cara cachopa, morena e linda,

vinho que faz ainda, balançar a taça onde para ti guardo um beijo

Vinho, minha cara moçoila dos dentes peroláceos,

dos olhos violáceos e lábios de carmim.

Faz de minha saudade sua tela e pinte nela meu rosto pálido,

tímido e esquálido pela falta que de ti sente.

 

Vinho, Dulcineia de minhas andanças

que me traz lembranças que ora me torturam.

Saudade tenho eu do frescor de tua face, de teu saboroso beijo,

que qual vinho do Alentejo embriaga-me e faz-me voar,

flutuar nos ares qual pluma sem rumo, ao sabor da brisa,

que as montanhas alisa, fresca e suave.

 

E flanando qual ave nos ares da vida,

busco-te querida, envolta em teu véu de rendas,

que prendas da Vila do Conde de especial modo para ti teceram,

e, sem querer, enalteceram teu porte de santa,

que a mim tanta lembrança traz.

 

Sei que continuas a tecer tuas rendas de frioleiras,

como outras faceiras senhorinhas as fazem

Juntaste-te à bordadeiras de Nisa e a mim deixaste à deriva

o que neste momento me priva de encontrar o rumo certo

que me leva a ti.

 

Isto posto, bela e formosa, motivo das saudades minhas,

que sei, de fato, não caminhas como eu para o mesmo norte

de sorte que nosso encontro, talvez nunca se dê neste mundo,

ficam, deste coração, moribundo, meus votos de boa sorte.

 

 

Eis que aqui e agora, trôpego e cansado de viajar em pensamento,

saio qual tolo, nesse momento, a navegar de velas soltas,

deixando atrás de mim meu velho Portugal,

o Vinho Verde, Trás os Montes e o Minho,

porque meu caminho, senhorinha minha, de olhar envolvente,

levar-me-á, de certo, a outra pretendente.

 

DADO CARVALHO

Sorocaba, 12 de setembro de 2015 – 17:00h

 

Poema escrito especialmente para a 4ª Noite Lítero-Musical, promovida pelo IHGG de Itapetininga na noite de 12 de setembro de 2015.

 

Grato ao Ricardo Inácio Ribeiro pela ótima filmagem.

 

Fotos da 4a. Noite Lítero-Musical do IHGGI:

 

HR, Glauco, Sergio e NicanorPoeta gaucho de Sorocaba Glauco Delia Branco O público, em pé, cantou o Parabéns a Voce para HR O casal Priscila e Bruno Guimaraes com Ana Elisa Noemia Garcia e Ana Elisa Miriam TeodoroMarcia Melo e HR Marcelo Paiva HR, Glauco, Sergio e Nicanor Glauco, Nicanor, Alba Regina, HR e Mara Souza Glauco e Mara (reduzida)Giovani Ferrari, Simone Marquetto e HR Diva, Ana Elisa, Miriam Teodoro, Ana Mello, HR, Ana Mello, Sergio Majewski e Noemia Marini Detalhe da mesa Dado Carvalho Dado Carvalho e comotiva de Sorocaba Bruno Guimaraes ao violino Basnner Noite Litero Musical A poetisa Diva Brito A confreira Alba Regina falou sobre os laços Brasil e Portugal Marcia Melo e HRZezinho Trindade tocando violino Simone Marquetto Poeta Nicanor Pereira Poeta gaucho de Sorocaba Glauco Delia Branco Miriam Teodoro Marcelo Paiva HR, Glauco, Sergio e Nicanor Glauco e Mara (reduzida) Detalhe da mesa Dado Carvalho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags: