Piracicabano recebe pela segunda vez o título de Doutor ‘Honoris Causa’

08/08/2019 20:58

Ademir Barbosa Jr.

Em agosto o autor também se tornou patrono da cadeira 62 da Academia Independente de Letras com a divisa ‘Axé’

A Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes – FEBACLA concedeu no dia 07 de agosto o título de Doutor ‘Honoris Causa’ em Literatura ao escritor piracicabano Ademir Barbosa Júnior (Dermes).

A diplomação será no dia 23 de agosto na sede da OAB em Niterói – RJ.

Dias antes, em 02 de agosto, seu aniversário, o escritor foi eleito para a cadeira 62 da Academia Independente de Letras (AIL) sediada em São João – PE. A divisa escolhida pelo imortal é “Axé” (“energia vital” em iorubá), a qual deverá ser mantida e honrada pelos futuros ocupantes após o falecimento de Dermes, que, ao ser eleito, também se tornou patrono da cadeira. A cerimônia de posse será no dia 05 de dezembro em Pernambuco.

Também pelo conjunto da obra, em janeiro de 2018, o escritor recebeu o título de Doutor ‘Honoris Causa’ pelo Movimento Cultural Negro Ginga – IEG, de Limeira – SP.

O autor já publicou 73 livros (alguns com traduções para diversos idiomas) e assina 36 revistas especializadas, distribuídas no Brasil e em Portugal. Além disso, o autor prepara a publicação de 18 inéditos enquanto tem outros 10 lançamentos agendados até o final de 2020. Em 2014 Dermes concorreu a uma cadeira na Academia Brasileira de Letras (ABL), ocasião em que o eleito foi o poeta Ferreira Gullar.

De livros premiados e com indicação para PNLB e PNBE, finalista ao Jabuti e ao Nascente USP, a pesquisas sobre religiões tradicionais de terreiro, passando por infantis, psicografias, e-books de contos eróticos, novelas, contos e poemas, terapias holísticas e outros temas, o autor e se declara apaixonado pelo que faz. Além disso, prima pelo ineditismo: dentre outros, é de sua autoria o primeiro livro de Umbanda traduzido para inglês, espanhol, italiano, alemão e esperanto (a edição impressa on-demand saiu em parceria com uma editora belga, com impressão nos Estados Unidos), bem como o primeiro livro de contos sobre Reiki e uma novela, a ser publicada em breve, com a autoria ficcional da imagem encontrada no Rio Paraíba do Sul que deu origem ao culto de Nossa Senhora Aparecida.

“Quando me perguntam de qual livro gosto mais, respondo ‘Daquele que ainda não publiquei. É quem mais precisa de atenção e carinho.’.”, explica o autor.

Ademir Barbosa Júnior (Pai Dermes de Xangô) é dirigente da T. U. Caboclo Jiboia e Zé Pelintra das Almas (Piracicaba – SP).

É Mestre em Literatura Brasileira pela USP, onde se graduou em Letras, professor e terapeuta holístico.

Já coordenou fóruns, eventos, festas públicas e outros, congregando Umbanda, Candomblé, Pastoral Afro (Igreja Católica), MPB, Ioga, Dança do Ventre e outros segmentos.

Dirigiu 04 curtas-metragens, um deles com a participação da cantora e deputada estadual Leci Brandão.

Foi idealizador e presidente da Associação Brasileira de Escritores Afro-religiosos (Abeafro).

Nasceu em Piracicaba – SP, no dia 02 de agosto de 1972.

Recebeu o Troféu Abolição – Instituto Educacional Ginga (Câmara Municipal de Limeira, 27 de julho de 2012); o Diploma Cultura de Paz – Fundação Graça Muniz (Salvador, 07 de março de 2013); o Diploma Zumbi dos Palmares (Câmara Municipal de Campinas, 20/11/2014), o Troféu 1º. Jovens do Axé (Câmara Municipal de São Paulo, 07/10/2015) e o título de Embaixador das Religiões de Matriz Africana no Estado de São Paulo (Terreiro da Vó Benedita – Campinas – SP, 19/01/2018).

Em 2014 presidiu o Fórum Internacional de Umbanda, em Leiria, Portugal.

Em 2015 foi nomeado vice-presidente do Fórum Catarinense de Umbanda e foi um dos palestrantes do 1º. Simpósio On-line de Umbanda. No segundo semestre do mesmo ano, pós-graduou-se em Ciência da Religião pelo Instituto Prominas.

Em Blumenau, por meio do gabinete do então vereador Jefferson Forest, Dermes encaminhou dois projetos de lei aprovados por unanimidade do qual se originaram as leis 8285/16 (Dia Municipal da Umbanda) e 8374/17 (Dia Municipal de Oxum).

Fundador e primeiro presidente da ABEAFRO (Associação Brasileira dos Escritores Afrorreligiosos), em 2017 Dermes celebrou 20 anos de lançamento de seu primeiro livro e publicou seu primeiro capa dura com detalhes dourados pela Editora Anúbis.

Tags: