Pedraco é alvo de matéria da TV Tem de Itapetininga

03/10/2015 22:49

‘Música é minha vida’, diz idoso de 78 anos que dividiu palco com Mazzaropi

Ex-cantor, João Vicente se apresenta há 30 anos em feira em Itapetininga.
‘Não tem mais artistas como antes. Hoje em dia é só ‘sertanojo’, diz músico.

Do G1 Itapetininga e Região

Idoso mostra com orgulho caderno com músicas que cantava (Foto: Caio Gomes Silveira/ G1)Idoso mostra com orgulho caderno com músicas que cantava (Foto: Caio Gomes Silveira/ G1)

“A música é minha vida”, assim define João Batista Vicente, ex-cantor sertanejo que fez fama no final dos anos 50 e início da década de 60 com as duplas “Serrano e Serraninho” e depois “Pedrico e Pedraco”. Aos 78 anos, o idoso se apresenta na feira livre de Itapetininga (SP) há mais de 30 anos e afirma que, na juventude, dividiu palco com celebridades como Mazzaropi, uma das maiores referências da cultura caipira no Brasil. O segredo de tanto entusiasmo: “Não tenho vícios.” Nesta quinta-feira (1°) ele comemora o Dia do Idoso relembrando das épocas de “cantoria.”

Além de atuar com Mazzaropi, Vicente cantou por seis meses na TV Tupi (Foto: Caio Gomes Silveira/ G1)Além de atuar com Mazzaropi, Vicente cantou por 6
meses na TV Tupi (Foto: Caio Gomes Silveira/ G1)

Vicente revela que nos anos 60 era tão famoso que chegou a se apresentar na TV Tupi, referência do que era ter chegado ao sucesso naquela época. “Toco desde pequeno e já estive em diversas cidades. Fui violeiro, cantor e poeta. Naquela época das duplas, me apresentava em eventos com Mazzaropi e Tonico e Tinoco”, relembra.

Após dedicar tanto tempo à arte, o músico crítica a geração atual de cantores e duplas do gênero. “Não se faz mais músicos como antes. Hoje em dia não tem mais sertanejo, agora passou para ‘sertanojo’”, brinca.

História
Nascido em Angatuba (SP), Vicente se mudou para Itapetininga aos 13 anos e, desde então, nunca mais deixou a cidade. Apesar de não ser natural do município, ele fala com orgulho sobre as homenagens que já recebeu pelo longo tempo de prestação de serviços à comunidade. “Tenho título de Cidadão Itapetiningano e Cidadão de Mérito”, destaca.

Pai de 16 filhos, hoje o idoso mora sozinho em uma casa na Rua Sarapuí, na Vila Paulo Ayres. No entanto, ele ressalta que mesmo com a idade avançada não depende de ninguém e mantém uma saúde privilegiada. “Não tenho vícios. Nunca fumei e nem bebi”, comenta.

Além de atuar com Mazzaropi, Vicente cantou por seis meses na TV Tupi (Foto: Caio Gomes Silveira/ G1)Vicente, ou Pedraco, cantava modas de viola nas décadas 50 e 60 (Foto: Caio Gomes Silveira/ G1)
Tags: