Peça Paranoia e oficinas estão na programação gratuita da segunda semana de retomada das atividades presenciais do Teatro de Araras

03/12/2020 06:28

Eventos ocorrem nos dias 5 e 6 de dezembro, além de bate-papo virtual com José Celso Martinez, criador do Teatro Oficina

 Com a retomada gradual dos espetáculos com público presencial e atendendo a todos os protocolos sanitários, o Teatro Estadual de Araras “Maestro Francisco Paulo Russo”, ligado à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerida pela Organização Social Amigos da Arte, realiza nos dias 5 e 6 de dezembro três atividades ligadas à companhia de Teatro Oficina Uzyna Uzona, do dramaturgo José Celso Martinez.

No palco, o ator Marcelo Drummond protagoniza a peça Paranoia, baseada no livro mais conhecido do poeta paulistano Roberto Piva, referência da poesia produzida em São Paulo. No sábado e no domingo, após a apresentação do espetáculo, José Celso Martinez participará de um bate-papo virtual com o público. Além da realização de duas oficinas gratuitas.

A peça Paranoia terá duas apresentações – uma no sábado (5/12), às 20h30, e outra no domingo (6/12), às 18h. A oficina Luz e Som em Paranoia ocorre no sábado às 14h30. E a oficina Vídeo ao Vivo para Teatro será no domingo às 18h (vagas preenchidas).

A reabertura do Teatro de Araras, ocorrida desde o dia 28 de dezembro, segue todas as determinações sanitárias propostas pelos principais órgãos de saúde e as diretrizes do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura Municipal de Araras, que incluem o distanciamento entre os 186 lugares disponíveis na plateia, o uso obrigatório de máscara para o público e a disponibilização de álcool em gel por todo o espaço interno do teatro.

“Esta programação realizada no Teatro de Araras vai ao encontro das ações realizadas pela Organização Social da Amigos da Arte, que é a de oferecer, ampliar e discutir a arte em todas as suas linguagens”, afirma Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte.

Sobre as Oficinas

Luz e Som em Paranoia – com Luana Della Crist e Camila Fonseca

Nesta oficina, o objetivo é envolver os participantes para um diálogo sobre criação e montagem, levando a perspectiva da montagem no Teatro Oficina e a adaptação a outros espaços cênicos, estimulando o público a desenvolver as suas competências produtivas e imaginativas através da prática da iluminação cênica e do desenho de som. Após uma breve introdução sobre os diversos processos criativos e a as suas diferenças, todos serão convidados, a partir da leitura de um dos poemas da poesia encenada, a pensar, através das técnicas da iluminação e do som, um ambiente sonoro e visual para essa mesma poesia. O foco é direcionado para o acompanhamento deste processo criativo na construção de um desenho sonoro e de uma iluminação cênica concisa. Número de participantes: 30 pessoas

Duração: 1 hora

Vídeo ao Vivo para Teatro – com Cecília Lucchesi e Igor Marotti

Esta oficina aborda o funcionamento do encontro dessas duas práticas, teatral e audiovisual na pista do terreiro eletrônico, sede do Teatro Oficina Uzyna Uzona, localizado no Bixiga, em São Paulo. O uso da tecnologia digital e a contracenação entre teatro e vídeo já estão no DNA do fazer artístico desta companhia em franca atividade há 63 anos, e encontram na antropofagia o combustível para sua realização.

Número de participantes: 13 pessoas – vagas já preenchidas

Duração: 1 hora

Sobre o Teatro Araras

Inaugurado em 1991, o Teatro Estadual de Araras “Maestro Francisco Paulo Russo” foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com 466 lugares em seu auditório principal e outros 126 lugares no auditório menor em seu subsolo. De 1995 à 2005, o teatro foi equipado com todas as instalações necessárias para os mais diversos eventos de manifestação cultural local, nacional e internacional. A partir de 2004, passou a ser administrado pela Organização Social Amigos da Arte.

Sobre Amigos da Arte

A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão do Teatro Estadual de Araras, trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Teatro Sérgio Cardoso, que este ano está com programação especial de aniversário de 40 anos e do Museu da Diversidade Sexual.

Peça Paranoia

Ficha Técnica

Autor: Roberto Piva

Com: Marcelo Drummond

Piano: Chicão

Câmera: Igor MarottiZé

Vídeo arte: Ciça (Cecília) Lucchesi

Luz: Luana Della Crist

Som: Camila Fonseca

Abertura: Kaeka

Produção: Tati Rommel

Produção Executiva / Administração: Anderson Puchetti

Classificação Etária: 14 anos

Serviço:

Teatro Estadual de Araras “Maestro Francisco Paulo Russo”

Endereço: Av. Dona Renata, 4.901, Vila Pastorello Araras, SP

Fone: (19) 3543-2450

Sábado – 5 de dezembro

Oficina Luz e Som em Paranoia das 14h30 às 15h30

Inscrição gratuita – 30 vagas

Peça Paranoia às 20h

Entrada Franca

Domingo – 6 de dezembro

Oficina Vídeo ao Vivo para Teatro das 14h às 15h

Inscrição gratuita – 13 vagas (já preenchidas)

Peça Paranoia às 18h

Entrada Franca

Assessoria de imprensa – Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado

Cíntia Ruiz – (11) 98080-9800

Davi Franzon – (11) 93411-6428

Simone Blanes – (11) 94003-1711

Contatos da assessoria

Assessoria de imprensa – Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado

Cíntia Ruiz – 98080-9800

Davi Franzon – 93411-6428

Simone Blanes – 94003-1711

imprensaculturasp@sp.gov.br

Atelier de Imagem e Comunicação

Ana Lucia Venerando – (11) 99299-7667

analucia@ateliercom.com.br

 

 

 

 

Tags: