Paulo Siuves: ‘Quero isso, quero aquilo’

12/03/2022 20:12

Paulo Siuves

Quero isso, quero aquilo

Quero a paz que vem de dentro,

Quero a multiplicação dos meus dias.

Quero a bênção da prosperidade.

 

Quero o salário merecido do meu labor,

Quero o beijo do meu filho e do meu neto.

Quero o prazer da companhia dos meus amigos.

 

Quero ver ímpios se arrependendo.

Quero ver muros caindo sobre os maus.

Quero ver anjos voando baixo.

 

Quero sentir a bruma da manhã na praia.

Quero entrar no mar quando o sol nascer…

Quero sentir meus pulsos sob minha pele.

 

Quero ter como pagar minhas contas.

Quero ter o prazer de viajar o mundo…

Quero ter experiências boas mais que ruins.

 

Quero fazer o que eu quiser e quando quiser.

Quero fazer pessoas sorrirem com bobeiras.

Quero fazer gente grande chorar com poesias.

 

Quero bater a cara na porta e voltar arrependido.

Quero bater em alguém numa briga por meus amigos.

Quero bater o recorde de juntar canetas.

 

Quero sentir o medo de não crescer…

Quero entrar num bar e beber apaixonado.

Quero entrar numa discussão e ganhar.

 

Quero cantar uma música, que eu fiz, num show.

Quero cantar sentado na calçada com os mendigos.

Quero cantar minha esposa sem ela saber que sou eu.

 

Quero da vida aquilo que é sincero, cálido e natural.

Quero da vida aquilo que é mais bonito e generoso.

Quero da vida aquilo que me faz cantar feliz

 

Quero isso…

Quero aquilo…

Quero aquela…

 

Quero esse trem.

Quero muito mais.

Quero, logo existo.

 

Paulo Siuves

paulosiuves@yahoo.com.br

 

Tags: