O Jornal Cultural ROL promove novamente a enquete Melhores do Ano em Itapetininga

13/01/2019 10:05

A fase para Indicação dos nomes e das categorias tem prazo de 15 dias, inicia dia 14 e termina dia 28 de janeiro. Neste ano só serão admitidas categorias relacionadas a atividades culturais

Prevendo um maior sucesso ainda do que o registrado no ano anterior, o Jornal Cultural ROL dá inicio, dia 14, a uma nova enquete onde o próprio público faz as indicações dos candidatos e, na fase seguinte, escolhe quem foram em 2018 os melhores em cada categoria. A seriedade do evento foi aceita e aplaudida pela população de Itapetininga, onde foi iniciada e também pelo púbico de Sorocaba e de Porto Feliz.

Segundo os editores do ROL, Sergio Diniz e Helio Rubens, em janeiro a pesquisa será realizada em Itapetininga; em fevereiro em Sorocaba e em Porto Feliz, no mês de março. Outras cidades também poderão ser incluídas na agenda do jornal.

Todas as enquetes obedecem a uma programação que incluiu duas fases, cada uma com quinze dias de duração.
A primeira, dedicada a Indicações por parte do público, é realizada utilizando uma página publicada no Facebook aberta a toda a comunidade.
A segunda consiste na publicação, em um programa do Google, de uma cédula virtual que permite apenas  um voto por pessoa, onde constam as indicações feitas pelo público.
Os resultados dessa escolha pelo público dos melhores em cada categoria, sai declarados vencedores e recebem certificados comprovatórios emitidos e entregues pelo Jornal Cultural ROL.
A promoção conta como apoio da revista Top da Cidade.

REGULAMENTO DA ENQUETE ‘MELHORES DO ANO 2018’

O Jornal Cultural ROL – há 24 anos dedicado à divulgação da Cultura – só publica notícias de eventos culturais gratuitos e artigos escritos por selecionadíssimos Colunistas e Correspondentes.

A intenção do ROL de promover a escolha dos ‘Melhores do Ano‘ é a de captar e retratar a opinião da população sobre quem se destacou em atividades relacionadas à Cultura, tendo como critério básico indicações feitas pela própria população, que, posteriormente, ela mesma escolhe os melhores do ano em votação virtual aberta a todos, sem distinção.

Nesta edição, as indicações deverão ser feitas somente em relação a categorias de natureza cultural.

A enquete é desenvolvida em duas fases. A primeira, com duração de 15 (quinze) dias, destina-se a colher sugestões da comunidade sobre quais foram as pessoas e instituições que mais se destacaram na Cultura no ano anterior, segundo as áreas (categorias) relacionadas pela Comissão Organizadora e eventualmente por outras categorias sugeridas pela população. Para tanto, o ROL abre uma página no Facebook, onde qualquer cidadão pode fazer sua indicação do nome e da categoria que melhor lhe aprouver. Todas as indicações de categorias serão aceitas, desde que tenham no mínimo duas indicações e nelas serão incluídos todos os nomes indicados, tudo de acordo com as condições citadas neste Regulamento.

A segunda fase, também com duração de 15 (quinze) dias,  consiste na colocação, na internet, de uma Cédula de Votação com as categorias e os nomes indicados pela população e autorizados pela Comissão Organizadora. A votação será feita através de um programa de pesquisas do Google, aberto a toda a população e programado para receber apenas um voto por pessoa. Os mais votados serão aclamados como vencedores.

Tanto num caso como no outro, o andamento das indicações e votações poderão ser acompanhadas pela população, pois seu andamento é aberto ao público.

Caso haja, por determinação da Comissão Organizadora,  uma prorrogação do prazo da primeira etapa, a segunda também será prorrogada por igual período.

Comissão Organizadora

Cabe ao editores do Jornal Cultural ROL escolher os membros da Comissão Organizadora e a esta cabe escolher parceiros confiáveis, divulgar a promoção para o maior número de pessoas possível, acompanhar o desenvolvimento da enquete, decidir sobre dúvidas, elaborar a Cédula de Votação e decidir sobre eventuais casos omissos ou de interpretação duvidosa incluídos neste Regulamento. Suas decisões são irrecorríveis.

Também é atribuição da Comissão determinar a quantidade máxima de categorias que constarão da Cédula de Votação, bem como garantir quais são as categorias obrigatórias que devem constar da Cédula de Votação.

A Cédula de Votação

Serão incluídas na Cédula de Votação todas as categorias indicadas pela Comissão Organizadora e, eventualmente, outras sugeridas pelo público, desde que nela constem pelo menos dois nomes de pessoas concorrentes e, no máximo, cinco. Não serão admitidas categorias e nomes de políticos, nem de atividades comerciais.

Cabe aos que fizeram as indicações o dever de informar aos seus indicados que seus nomes poderão ser incluídos na Cédula de Votação da enquete.

A enquete

Nas duas fases de implantação da enquete ‘Melhores do Ano’  serão preservados os nomes dos que fizerem indicações e dos que votarem. Os indicados podem recusar que seus nomes constem da Cédula de Votação, bastando solicitar a sua retirada à Comissão Organizadora.

O Jornal Cultural ROL (www.jornalrol.com.br), não objetiva lucros financeiros com o evento e entende que essa ação cultural é muito útil para a sociedade, na medida em que representa uma forma de apoiar e valorizar os que mais se dedicaram à Cultura na cidade.  Nem o Jornal Cultural ROL e nem a Comissão Organizadora se responsabilizam nem necessariamente endossam os resultados, pois apenas promovem o evento.

Para as indicações, acesse a página do Facebook:  https://www.facebook.com/Melhores-do-Ano-2018-em-Itapetininga-1079659085554882/

Tags: