Nova empresa presta serviços na área literária

20/05/2018 18:06

Publicar um livro é o desejo maior de muitas pessoas, mas, sem experiência, o projeto pode se tornar um grande problema

 

Diz o ditado popular que uma pessoa, para se sentir realizada na vida, precisa plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro. A primeira não é difícil, basta querer. Ter um filho é uma alegria, mas é uma atitude que envolve uma enorme responsabilidade. Já escrever um livro reflete uma necessidade interior do ser humano e promove uma sensação de liberdade, uma catarse, que faz bem ao corpo e a alma. Mas para isso vai ter que vencer as várias etapas existentes antes da publicação.

Uma das opções é submeter o texto a uma grande editora, na esperança que ela o edite, mas, regra geral, isso não é fácil, pois são muitos os pretendentes e poucos os escolhidos.

O caminho mais comum é o próprio escritor enfrentar a ‘maratona’ que começa com a escolha da temática do livro, que pode ser desde um romance até um rigoroso estudo técnico. Depois, tem que elaborar o texto, o que exige talento e experiência e pensar em todos os detalhes, como a arte da capa, a diagramação, a revisão do texto (absolutamente essencial), a escolha de eventuais ilustrações, e muitos outros detalhes importantes.

Vencidas essas primeiras etapas, o pretendente a escritor enfrenta a dificuldade de publicar o livro e colocá-lo à venda. Uma das opções é investir com recursos próprios (uma edição com mil exemplares deve sair em torno de dez mil reais). A escolha da editora e/ou da gráfica que vai imprimir também é uma etapa difícil, pois são muitas as possibilidades de tiragem, número de páginas, tipo de letra mais adequada e escolha do papel ideal. A cerimônia (festa) de lançamento também é importante, assim como a divulgação do livro via imprensa e a publicidade.

Sem orientação técnica e competente, o escritor corre o perigo de cair nas mãos de pessoas mal-intencionadas, o que lhe custará muito caro. Para ultrapassar todas essas dificuldades com orientação competente e séria, um novo serviço surgiu no mercado: a HR Comunicações, tendo à frente os jornalistas e escritores Helio Rubens de Arruda e Miranda e Sergio Diniz da Costa.

Sergio Diniz, um dos titulares da nova empresa, observa o lado humano da iniciativa: “Em nossa vida literária já nos deparamos com muitas situações, mas a que mais comove é ver o drama de quem quer escrever um livro e, por inexperiência, acaba caindo nas mãos de quem os explora. Para evitar isso é que montamos a nossa empresa de assessoria”.

Já Helio Rubens, outro titular da HR Comunicações, recomenda ao interessado em escrever um livro, que antes de se aventurar na área literária, comunique-se com a nossa empresa pedindo orçamento ou informações sobre os serviços oferecidos, que podem ser apenas para atender uma das etapas da publicação ou toda ela; para tanto, existem dois meios de contato: via mensagem enviada pelo endereço eletrônico hrcomunicacoes2@gmail.com ou por meio de contato pessoal pelos telefones 15/99706-4687 (Sergio) ou 15/99707-4983 (Helio Rubens).

 

 

Tags: