Neste sábado (20 de maio), às 19h, no sarau do Cantinho Girassol, o Grupo Coesão Poética de Sorocaba vai prestar homenagem póstuma à poetisa Lia Lopes

19/05/2017 09:08

Lia Lopes, no dia 23 de abril, se separou do grupo fisicamente, pois foi iluminar, ainda mais, 0 Céu dos Poetas, o Céu de Aldebarã!

 

Amanhã, 20 de maio, às 19h, no sarau do Cantinho Girassol, o Grupo Coesão Poética de Sorocaba vai prestar homenagem póstuma à ex-confreira, a poetisa Eliane Lopes de Oliveira, mais conhecida como Lia Lopes.

Lia Lopes nasceu em São Paulo, aos 10 de julho de 1968 e escrevia poemas desde a infância.

Recentemente, trabalhava como Assistente Administrativo e cursava graduação em locução no Senac.

Era membro do Coesão Poética de Sorocaba desde 2013 e, apesar de ser um dos mais recentes (o Coesão vai completar 12 anos de fundação no dia 17 de junho), em pouco tempo se tornou a Alma do Grupo, justificando, com sua presença carismática, o nome: Coesão (Poética)!

Ocupando o cargo de  Diretora de Comunicação e Eventos, deu à palavra ‘comunicação’ um novo significado, pois que carregado, ao mesmo tempo, de energia e afetividade.

Por ter sido esportista, desenvolvera uma força física superior à da maioria das mulheres e era com essa força que abraçava a todos do grupo, quase quebrando-lhes as costelas, como nós comentávamos.

Um abraço inesquecível! Um abraço que, se poderia quebrar as costelas, em contrapartida aquecia e iluminava a alma de quem o recebia!

Lia Lopes deixou o Grupo fisicamente, pois foi iluminar, ainda mais, o Céu  dos Poetas, o Céu de Aldebarã!

Tags: