Nas Entrevistas ROLianas, Celso Ricardo de Almeida conversa com o jornalista Ale Abdo

15/06/2021 20:53

Ale Abdo é CEO da TV Channel Network, que tem se destacado mundialmente na cobertura de eventos culturais e por sua extensa programação diversificada

O Jornal Cultural Rol, através da sessão Entrevistas ROLianas, traz um bate papo entre o Colunista Celso Ricardo de Almeida e o Jornalista Ale Abdo, CEO da TV Channel Network, que tem se destacado mundialmente na cobertura de eventos culturais e por sua extensa programação diversificada.

Ale Abdo, além de jornalista, é escritor, poeta, artista plástico e designer gráfico.

Confira abaixo este incrível bate-papo.

CRA – Uma forma que eu sempre gosto de iniciar as minhas conversas é permitir que os entrevistados façam uma autodefinição, pois considero que assim é mais profícuo do que eu mesmo apresentá-los; portanto, quem é o Jornalista Ale Abdo?

ALE ABDO – Um sonhador que sentava à frente do aparelho de TV todos os dias quando pequeno e fantasiava diante de tantas coisas que uma criança em uma época final dos anos 60, início dos 70, tinha em mãos, que era a pura diversão, a inocência.

Queria trabalhar com Walt Disney ou Maurício de Souza. Desenho desde pequenino. A Arte dentro do sangue. O engraçado foi descobrir, sem querer, que a descendência de parte da família tem ligação com Michelangelo, vindo por parte de minha mãe. Será DNA? Não podemos saber.

Eu era ligado e plugado em coisas em uma época que nem o computador pessoal ainda existia. Aprendi. Corri atrás da teoria e me preparei. Tive a sorte de ter o apoio dos pais fazendo cursos e buscando oportunidades. Consegui portas abertas depois de muitos ‘nãos’. E, com os nãos, aprendi a ser gente de verdade. Aprendizados que não dispensei a oportunidade de tê-los. Aproveitei e me aprofundei.

Porta aberta, entrei com tudo. Veio a era das máquinas pessoais, dos computadores e nunca deixei da arte feita pelas mãos. Uni as duas formas. Abri espaço na Computação Gráfica e nela me aprofundei ainda mais. E a paixão de criança vendo a telinha de uma TV, realizei entrando nela. Primeiro nos bastidores e depois a frente da câmera. Aprendi, aprendi e aprendi com muitos erros e alguns acertos. Estudei, criei, busquei e assim um dia pensei que faria aquilo do meu jeito aproveitando tudo que vi de erros e acertos dos grandes símbolos que tive por perto: Rádio, Agências de Publicidade, Jornais, Redes de TV. E isso foi o grande aprendizado profissional. A vida me fez ter outros aprendizados que temos que aproveitar como relacionamentos incertos e falhas humanas.

Tudo isso construiu o Jornalista Alexandre, o Ale Abdo que faz a sua parte em prol da Arte e da Cultura, do Mundo Pet, do Mundo Acadêmico, do Esporte e do Entretenimento. Assim sou eu, Jornalista, Poeta, Escritor, Artista Plástico, Designer Gráfico e trabalhando duro para aprender todos os dias e abraçando as oportunidades. O Jornalista Ale Abdo se construiu em mais de 50 anos de vida, 35 de Arte e 34 em Comunicação.

CRA – Para os leitores que ainda não conhecem, o que é a TV Channel Network?

ALE ABDO – A TV Channel Network é um sonho que se realiza. Tudo que passei e aprendi tenho lapidado e colocado em prática nas oportunidades e condições que tenho. É uma união de formas de Comunicação. Redes Sociais, Youtube, WebTV e Web Rádio. Temos feito e aprendido dia a dia. Faço a TV Channel Network muito com minhas paixões pessoais. Minha cara, se posso dizer. Estamos fundidos em um só destino e forma. Uso da Arte que pratico e crio o seu visual. Uso da Comunicação que aprendi a fazer para com a TV Channel Network expandir fazendo um Networking claro, objetivo e sincero sim. TV Channel Network é uma realização pessoal que faz parte de muitas pessoas hoje em dia, por se dedicar a apoiar o que muitos não apoiam.

CRA – Percebemos que o seu canal é bem eclético, transmite uma gama de atrações muito variada que vai desde futebol até musicais. A que atribuí esse ecletismo?

ALE ABDO – Tenho um pensamento que temos que expandir horizontes e ter várias visões de oportunidades. Um conteúdo variado dá essa possibilidade. Atrai um público também diversificado. Várias idades acompanham nosso conteúdo. Na WebTV temos uma programação voltada à nostalgia, com seriados, desenhos e músicas de antigamente. Um conteúdo que uma TV, classicamente falando, não possui mais. Na WebRádio a música é o Flashback dos anos 60,70,80 e 90. Desculpe, mas como não gostar das coisas dessa época e preferir os novos que hoje só ofendem e denigrem pessoas e a sociedade de bem? No You Tube temos o nosso conteúdo próprio com Arte, Cultura, Mundo Acadêmico, Mundo Pet, Esporte e Entretenimento. Alguns conteúdos têm seu limite devido a apresentação com direitos autorais e nem tudo pode ser mostrado nessa plataforma por isso. Mas o nosso conteúdo unido ao conteúdo de canais parceiros que devidamente liberam seus materiais para que tenham em nosso canal um novo público a ser alcançado. Mais uma vez ser eclético é ser aberto a mudanças e ao novo que temos por ai afora. Novas oportunidades.

CRA – Frequentemente você transmite eventos culturais, como sessões de academias literárias, saraus e outros. Qual o seu objetivo ao abrir esse espaço a cultura?

ALE ABDO – A Cultura tem uma grande falha que é falar de si mesma. Poucas são as oportunidades de se ver um evento literário, uma posse de uma Instituição Acadêmica, Uma palestra que ensine algo substancial ao dia a dia. Temos e tenho essa vontade pessoal em auxiliar e abrir portas ao bom conteúdo que evolua a Educação, Arte e Cultura em nosso Brasil e do Brasil para o Mundo, onde temos alcances importantes e com coberturas de exposições, eventos mundiais e até eventos socioculturais, como pela Paz Mundial. Sem isso o que temos por aí de opção a ser assistida ou contemplada? Pouquíssimas!

CRA – O Jornalista Ale Abdo, além de proprietário de um canal no You Tube, também é escritor e membro de algumas academias literárias. Comente um pouco de suas atividades artísticas.

ALE ABDO – Tudo está interligado. Como falei anteriormente, o Jornalista Ale Abdo nasceu do lado pessoal de um menino que sempre amou a Arte, a Cultura e a Comunicação. Desenvolver várias facetas que levam a um único objetivo que é a satisfação pessoal de fazer o melhor a si mesmo e aos outros. Sou Artista Plástico e Designer Gráfico, participando de inúmeras exposições pelo mundo e também apoiando como jornalista e CEO da TV Channel Network. Sou poeta e escritor, fazendo parte de inúmeras Antologias Poéticas, de eventos online poéticos e levando minhas ideias em palavras a todos que amam a leitura. Sou um Ativista Cultural. Aliás não é um termo que falo porque vejo uma conotação Política na palavra Ativista. Prefiro ser chamado de Apoiador Cultural. Enfim os desejos de um menino que virou homem e pôs em prática talentos testados e fico feliz que hoje são aprovados por muitos. Não me gabo disso. Acho que o aprendizado pessoal de vida nos faz melhores e nos prepara a fazermos tudo isso. Aprendemos todos os dias e vamos aprender até o final de nossos dias.

CRA – Você acha que esse tipo de TV (streaming) irá substituir as TVs convencionais?

ALE ABDO – Tudo começou no primeiro grito. A Comunicação é antiga. Mais do que pensamos. A criação da TV não acabou com o Rádio. A criação do Cinema não tirou o Interesse pelo Teatro. A criação do CD substituiu o princípio da Fita Cassete e do velho Bolachão, o nosso antigo LP, mas não acabou. Enfim, o streaming veio para ser uma nova linguagem. Mais democrática e aberta a todos. De um celular fazemos um bom streaming. Santa e abençoada a tecnologia que nos cerca. Precisa ser bem usada. A TV ou as Redes de TV precisam se adequar e melhorar sim sua qualidade de programação, que hoje é triste, tendenciosa e muitas vezes arrogante às pessoas, levando um conteúdo de baixo nível e preocupado com seu próprio nariz. Mas ser substituída, a TV assim como outros meios que retornaram renovados, jamais. Prova que a TV entrou no streaming. A nova era é essa, da internet ilimitada. Só temos que ter qualidade em conteúdo, para ver e ouvir o melhor todos os dias.

 

 

 

 

 

 

Tags: