Museu da Música (Itu/SP) discute obra musical do Padre Jesuíno do Monte Carmelo

15/02/2019 13:55

No domingo, 17 de fevereiro, o Museu da Música inicia a série de DIÁLOGOS 2019, desta vez discutindo a obra musical do Padre Jesuíno do Monte Carmelo

No domingo, dia 17 de fevereiro, o Museu da Música inicia a série de DIÁLOGOS 2019, desta vez discutindo a obra musical do Padre Jesuíno do Monte Carmelo. Falecido há 200 anos, sua participação na vida cultural de Itu, na passagem dos séculos XVIII e XIX marcou o início da grande produção musical para o Catolicismo local, que teve continuidade até o início do século XX em, pelo menos, quatro gerações de compositores. 

Jesuíno Francisco de Paula Gusmão (1764-1819) nasceu em Santos e passou toda a vida adulta em Itu, salvo o tempo em que estudou para ser ordenado padre, vivendo em São Paulo. Foi compositor, cantor, instrumentista, arranjador além de pintor, escultor e arquiteto. Dedicou-se ao sacerdócio como pregador e líder espiritual da comunidade da Igreja do Patrocínio. Algumas de suas obras artísticas são tombadas pelo IPHAN como patrimônio nacional. 

Já a obra musical é de descoberta recente, nas décadas de 1960 e 70, pelo musicólogo Regis Duprat e transcrição da Prof. Lenita Nogueira. 

O encontro, chamado “A obra musical do Padre Jesuíno do Monte Carmelo”, será conduzida pelo Prof. Luís Roberto de Francisco, pesquisador do Museu da Música – Itu a partir das 10h, no próprio Museu, à Rua Floriano Peixoto, 480. 

A entrada é franca.

O museu está aberto a visitas aos domingos, entre 9h e 13h. É mantido pelo Instituto Cultural de Itu.

A obra musical do Padre Jesuíno do Monte Carmelo
Diálogos – Museu da Música – Itu
17.02.2019, 10 h.
Rua Floriano Peixoto, 480
Entrada franca

Matéria encaminhada pela Correspondente Cultural do ROL em Itu, Mônia Sales

 

Tags: