Maria Helena: ‘Carta de um Soldado à sua mãe’

12/05/2019 19:36

Maria Helena Toledo Silveira Melo

UM SOLDADO DE 32 À SUA MÃE

Carta de um Soldado à sua mãe

Avaré,4 de agosto de 1932

Minha querida mãe.

Não pude despedir-me da senhora, não foi por falta de tempo…mas sim pelo momento crucial da despedida. Chegamos hoje, minha querida mãe.

Abençõe sempre seu filho, que tem fé em Deus em voltar para o seu lado novamente e ao lado dos meus queridos irmãos e irmãs. Tenho esta missão a cumprir, missão de que não pude recuar, pois todos os bons brasileiros e acima de tudo, os paulistas, nunca devem cruzar os braços, num momento destes, em que corre tantos perigos a infelicitada Pátria. O Dirceu está aqui muito contente, chegamos às oito horas e estamos aquartelados no Grupo Escolar de Avaré. Não tenha muito cuidado de nós. Adeus minha mãe, venha-me a sorte que Deus mandar; se eu morrer, perdoe-me tudo o que fiz.

                                                                             Sebastião.

 

Esta carta foi escrita por SEBASTIÃO SUANNES.  Sua mãe, Sra. Elisa Cervino Suannes, enviou uma cópia desta carta ao Jornal “A Gazeta” que a publicou em 1954.

Na imagem, um monumento ao Soldado Desconhecido representando a despedida da sua mãe antes da partida para a guerra (Tondela, distrito de Viseu).

 

Fonte:

Jornal ‘A Gazeta’, de 9 de julho de 1954 (Arquivo pessoal)

umpardeteniseumamaquinafotografica.blogspot.com

 

O 10º NÚCLEO DE CORRESPONDÊNCIA – MMDC TRINCHEIRAS DE JAGUARIÚNA DESEJA A TODAS UM FELIZ DIA DAS MÃES!

 

Editado e publicado por
Maria Helena de Toledo Silveira Melo
Presidente do 10º Núcleo de Correspondência
Trincheiras Paulistas de 32 de Jaguariúna

http://www.mmdcjaguariuna.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/10oNucleoDeCorrespondenciaTrincheirasDeJaguariuna

Convite – Exposição “Além das Trincheiras” em Jaguariúna de 27/05 a 04/06/2019 das 13:30 às 17:00 h, sábado 09:00 às 12:00 h. Teatro Municipal “Dona Zenaide”, Centro.

Tags: