Marcus Hemerly: ‘Sereia de Meaípe’

16/10/2021 16:02

Marcus Hemerly

Sereia de Meaípe

Desliza lenta no mar a caravela,

Navega resoluta rumo à terra bela,

Emoções incitam seus desbravadores,

Que singram valentes, mares ameaçadores,

 

Bujarrona imponente acerca o velacho,

Alfaia o rumar do velejo, tal qual um penacho,

Norteia acurada, da embarcação, seu vante,

Ao passo que os tripulantes bradam – Avante!

 

Atracando em continente ainda novel,

Aventura, seus marinheiros têm por móvel,

Dispostos a enfrentar perigos incertos,

Cativos mistérios na bruma encobertos.

 

Em épica odisseia na terra Capixaba,

Não sabedores do destino que ali acaba,

Belezas, maravilhas; inesperado partícipe,

Cederão aos cânticos da sereia de Meaípe.

 

Marcus Hemerly

marcushemerly@gmail.com

 

Tags: