Marcelo Paiva Pereira: ‘Feliz Dia dos Pais’

10/08/2018 12:41

Marcelo Paiva Pereira: ‘Feliz Dia dos Pais’

 

Caro pai,

Sempre fui muito técnico na escrituração de textos… Não sei mais como me expressar de modo afetivo, mas assim mesmo tentarei. Esta carta é por mim escrita em sua homenagem, pela passagem do dia dos pais.

É impressionante como o tempo passa. Lembro-me de uma aula de Estudos Sociais, do Prof. João Luiz, quando estudava na 5ª série do primeiro grau, ocasião em que ele disse em aula: “O tempo voa! Passa mais rápido do que podemos perceber. Quando a gente percebe, muitos anos se passaram e eles não voltam mais.”.

Na ocasião acreditei ser exagero dele ao afirmar sobre a velocidade do tempo. Eu contava onze anos e não acreditava que tamanha rapidez separava o presente do futuro e, principalmente, afastava-nos do passado. Hoje sei muito bem o quanto passa o tempo e o quanto ganhamos ou perdemos em razão dele.

Muitos são os anos que nos mantém juntos; ainda que houvesse distâncias, não nos impediram de mantermos contato. Mesmo quando morei em São Paulo/SP a distância nunca foi óbice para a continuidade do nosso contato entre pai e filho. Ao contrário, permanecemos próximos um ao outro, sempre na medida do tempo (e na velocidade da rodovia Castello Branco…).

Ao longo dos anos descobri o quanto você foi e é fora de série. Alguém muito melhor do que imaginava. Demorei para descobri-lo porque durante muitos anos havia uma barreira entre nós – uma casamata dentro da qual você se escondia – e quando ela se rompeu vi você como não o via antes.

Em muitos foram e são seus defeitos, assim como suas virtudes. O mesmo digo em relação a mim, pois ninguém tem apenas virtudes ou apenas defeitos. Mas, como meu pai, você foi melhor do que imaginei. Apoiou-me em todas as minhas inciativas, inclusive as acadêmicas…

Prestei diversos vestibulares, fiz várias faculdades e delas colei grau em duas… Mesmo assim me apoiou integralmente… Fiz duas pós-graduações e insisti por muitos anos nos concursos públicos para os cargos de Promotor de Justiça, Juiz de Direito e Delegado de Polícia, e você também me apoiou…

Você teve a paciência de Jó durante todos esses anos, mesmo sabendo que o tempo é cruel com todos, que ele passa mais do que voando e que, em algum momento, os sonhos de futuro se tornam lembranças do passado…

Então, em razão de tudo o quanto vivemos, digo a você:

“Pai, muito obrigado por todos esses anos, ao longo dos quais você sempre esteve ao meu lado e me apoiou em tudo o quanto deixei de fazer, fiz e quis tornar realidade!!!! Mais do que um pai, você é um superpai!!!! FELIZ DIA DOS PAIS!!!!”

Seu filho,

Marcelo A. Paiva Pereira

Tags: