Leila Alves: ‘A menina que quebrou o nariz’

28/02/2021 11:07

Leila Alves

A menina que quebrou o nariz

A menina brincando de roda, no batente da calçada quase morreu. Foi tanto alvoroço no mundo, sangue do
do seu nariz escorreu.
Foi um Deus nos acuda! Corria gente pra cá, corria gente pra lá… bateu-lhe uma febre que nada fazia baixar.
Foi tanta agonia, que até o vigário veio rezar.

A casa se encheu de gente para assistir a menina morrer.
Chamaram o médico, que às pressas indagou mesmo assim: – Vou aplicar-lhe esta injeção…se a febre baixar, podem festejar, porque a menina vai se curar!
Demorou muito não, logo a menina mexeu as pestanas e sorriu. Eita que a alegria foi grande demais!

Foi tanta gente rindo e chorando ao mesmo tempo, que não deu nem pra acreditar…pois a menina pequena e franzina sobreviveu. Desta feita, toda a cidade numa só voz amanheceu:

– A menina viveu! A menina viveu!

Agora era só festejar, como bem indagou médico: – Foi um milagre o que aconteceu!
Pois bem, de uma simples brincadeira de criança, a menina, de fato, quase morreu.
E pra encurtar a história, esta menina valente sou eu.

Leila Alves

 

 

 

 

 

 

Tags: