Lafam|: ‘O que , o que é…que é e não parece que é, que não é e parece que é?’

17/06/2019 22:29

Luiz Antonio Faccin Arruda Mirand


QUE É E NÃO PARECE QUE É, 

O QUE É, O QUE É –

QUE NÃO É E PARECE QUE É?

 

Desejamos, no presente artigo, desenvolver um mix de certas considerações de ordem filosófica, esotérica, psicológica e, naturalmente, sobre as suas inevitáveis e inerentes implicações políticas. Afinal, é sempre uma imensurável honra e prazer trocar algumas Idéias, ainda que em Tempo não tão real e nem do modo interativo como desejaríamos, com pessoas argutas, sensíveis e conscientes como você. Modéstia à parte, sabemos que não escrevemos para qualquer um, bem como nos sentimos engrandecidos e recompensados pelos que nos lêem. Escrever, tanto material quanto astralmente, é SEMPRE um Caminho de mão duplaquem quer escrever minimamente bem, deve se colocar no lugar do Leitor e imaginar como este receberá aInformação, aprimorando assim, a forma de se sintonizar e comunicar. E aquele que lê, projeta-se como Autor ao reconstruir o texto em seu interior. Tecnicamente, sem um não há outro, embora ambos existam por si.

 

Ao longo do Tempo temos refletido sobre assuntos que abrangem aspectos extremos dos espectros de Filosofia e Psicologia, o recheio de Idéias,doutrinas e pressupostos religiosos, sobretudo do Budismo e do Cristianismo, bem como de estudos e práticas ritualísticas similares ou decorrentes das mesmas. Somando TUDO e não simplesmente procedendo a uma mistura caótica e perigosa, obtemos não só um Corpo de Conhecimento maravilhoso, abrangente e eclético, como, simultaneamente, propiciamos e fortalecemos estados mentais e anímicos em nós próprios, que podem nos fazer evoluir cada vez mais e suscitar poderes e faculdades por muitos considerados sobrenaturais. Em princípio, TODO o materialque absorvemos diuturnamente, direta ou indiretamente, conscientemente ou não, molda o nosso Ser e seus Mundos, por eles sendo modificados e adaptados.

 

Até aqui, nenhuma novidade. No entanto, sentimo-nos no dever de repetir alguns pontos dada a relevância dos mesmos no que tange a assuntos preciosíssimos como a Liberdade de Consciência. Aparentemente, isto pode se referir a alguma coisa aparentemente simples, quiçá inócua. Muitos acreditam, não justificadamente, que TODA a humanidade dispôs SEMPRE e seguramente desta Liberdade, que inestimável como TODAS, seja talvez a mais importante, uma vez que representa, origina e condiciona as demais. Se, segundo o conhecido e famoso Filósofo Desconhecido e Advogado francês, Louis-Claude de Saint-Martin (1743 – 1803), realmente o Diabo ama e se compraz naqueles que o servem sem sabê-lo, os estados totalitários adoram os escravos “idiotas úteis” e os “politicamente corretos”, que sequer sonham com os arreios – as coelheiras, os freios e as rédeas mentais que os atrelam.

 

Esses são os tais elementos passivos da “massa revolucionária”, termo que o fascismo italiano adotou e divulgou, tendo sido abstraído dospreceitos, fórmulas e doutrinas marxista-leninistas, que SEMPRE desprezaram e subestimaram o povo, tratando-o como um simples meio para os “líderes e dirigentes” adquirirem o Poder total. Simulando trabalhar na construção de uma nova ordem econômica, social e política, os canalhas esbulham a população em seus direitos fundamentais, privando-a não apenas da satisfação das suas necessidades mais básicas como trabalho, alimentação, vestuário, transporte e moradia, como, ainda por cima, impondo-lhe planos e metas absurdos e repletos de sacrifícios, eprivando a TODOS de Informação, Cultura, Conhecimento em geral e Dignidade!… Na Rússia pós-revolucionária (de 1917 em diante), ninho nefasto da futura União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), um dos antros totalitaristas mais repulsivos do Mundo, os piores crimes, abusos e atrocidades foram cometidos contra o próprio povo e, por tabela, a humanidade.

 

Foram inúmeras prisões arbitrárias, torturas atrozes, trabalho escravo, deportações em massa, genocídios, censura (desde bate-papos a TODA mídia), etc. Um dos piores pérfidos revolucionários foi o ucraniano, judeu-comunista, Leon Trotski (1879 – 1940), que criou o hediondo“Exército Vermelho”. Entre outras desumanidades, instituiu “a militarização das fábricas”: atraso ao entrar ou antecipação na saída dos turnos de trabalho, erros, acidentes e qualquer dano a ferramentas, máquinas e equipamentos, TUDO era punido com mais de dez anos num campo de concentração do Gulag, expropriação dos poucos pertences, mutilação e até a Morte. Entre os comunistas, tanto soviéticos quanto maoístas e outros, freqüentemente a condenação se estende à sua família inteira! Uma das raras coisas boas da suja ditadura stalinista, refere-se ao assassinato desse homem diabólico, com uma machadada na cabeça. A única virtude dos comunistas, se é que podemos falar nesses termos, e demais “revolucionários”, é se matarem a si mesmos, mediante expurgos regados a pura violência, sangue e Paranóia!

 

Com o seu caráter cínico, egóico e inescrupuloso e as suas táticas sórdidas, mentirosas e manipuladoras, não respeitam a ninguém ou aNADA, pois consideram que os fins justificam os meios”, sejam quais forem uns e outros. Alegam que Justiça, Honestidade, Honra e TUDO mais, são “valores burgueses” que devem ser ultrajados, superados e esquecidos. Propugnam a promiscuidade do sexo livre, a liberação das drogas, a derrocada da Família, das Religiões, da Ordem e das Instituições em geral, apenas com o intuito de animalizarem as pessoas – o que torna muito mais fácil, prática e eficiente a condução da manada, que trabalhará feliz, orgulhosa e sentindo-se valorizada. Dão a cada um a Ilusão de que são personagens privilegiados, fazendo parte de um movimento (estudantil, político-partidário, sindicalista, etc.) importante, num “auspicioso momento histórico”.

 

 

Para tanto já terá sido realizado, anteriormente, um árduo, longo e incessante trabalho na formatação da Mente de TODOS (Trabalhadores braçais, Operários qualificados, Estudantes, Professores, Artistas, Comunicadores, Jornalistas, Profissionais Liberais, Empresários, etc.) e nos conteúdos psicológicos (como existenciais, espirituais, filosóficos e quaisquer outros). A Engenharia Social cuida de cada detalhe e possuimodelos, algoritmos e recursos cada vez mais sofisticados, tanto em nível individual quanto social, o quê torna TUDO cada vez mais eficiente, sobretudo em razão de dois motivos: os estudos, as pesquisas e os experimentos extremamente sofisticados e complexos de um lado; a alienação, estupidificação e massificação generalizadas de outro lado. A galera simplesmente não percebe, não desconfia minimamente de como éviolentada, induzida e drogada mental e animicamente. Tampouco do quanto colabora, gratuita e ativamente, na captação e preparação de mais gente para ser levada às centrais de “zumbificação”.

 

Os manipulados atuam como membros, instrumentos e ferramentas dos manipuladores, acreditando, ingênua e toscamente, que são criaturas livres, escolhendo o seu modo de ser e fazer, a direção a percorrer na Vida. Não bastassem os enganos, as Ilusões e os sonhos naturais, inerentes à condição humana (no modo Sansara e Maya), os Senhores do Mundo e os seus nefastos agentes culturais marxistas, ainda implantam mais erros, limitações e distorções no homem!  Os Tempos mudaram, embora só na aparência e nas metodologias. Os objetivos, as diretrizes e a natureza, sórdidos, ignóbeis e totalitários, continuam os mesmos. Adotam-se, hoje, mais os procedimentos fabianos: a disseminação e a implantação de grilhões, mordaças e chibatas vermelhas são realizadas de forma sub-reptícia, lenta e gradual, mediantelegislações vis, e eleições fraudadas, simulacros de Democracia. Eles, em regra, já não chegam mais atirando, explodindo, seqüestrando, patrocinando gangues terroristas de assassinos e assaltantes no papel (e com uniforme) de guerrilheiros, enfrentando as Forças Armadas regulares.

 

Os seus primordiais campos de ação são a Mente, com TODOS os seus processos cognitivos, afetivos, associativos e assim por diante.Ao invés daqueles ensebados, fedorentos e truculentos marginais de uniforme paramilitar, boina com estrelinha de cinco pontas, bituca de charuto na boca e uma submetralhadora nas mãos, romantizados por babacas “intelectualóides”, “Artistas” e “ricaços da esquerda-caviar”,os marxistas culturais se apresentam camuflados de “Professores”, “Políticos social-democratas”, “Comunicadores”, “Escritores”, “Padres”, “Psicoterapeutas”, etc. É deveras impressionante como conseguiram se espalhar por TODAS as áreas que envolvem a formação, a transformação, a alimentação e a contaminação de Idéias – Consciência, Pensamento e Sentimento! Para certas elites socioeconômicas e a “intelligentsia” do“Primeiro Mundo”, é exótico e excitante ser esquerdóide, mas na hora “h” borram-se de medo de perder os seus privilégios, riqueza e status, votando nos candidatos mais Conservadores!

 

Os trabalhos se iniciam desde muito cedo na Vida de praticamente TODOS os indivíduos, sistemática e diuturnamente. Controlando as dinâmicas sociais, políticas e institucionais, além de dirigir as pesquisas, desenvolvimentos, produção e popularização de recursos e parafernálias tecnológicos, conseguem cada vez mais massificar a humanidade, orientando os seus estilos, rumos e modismos, de maneiras eficientes, baratas e, às vezes, tragicômicas. Num aspecto normal e natural, sofremos influências e modulações endógenas e exógenas em nossoSer mais profundo, onde se localizam as estruturas e as raízes do que podemos chamar de Alma, durante TODA a nossa Existência. São regiões psíquicas nas quais a nossa Identidade vai perdendo os seus contornos estritamente individuais! Agora, com a atuação dessa súcia satânica,muitas riquezas astrais, emocionais, criativas e outras são perdidas e desperdiçadas, a despeito de que mesmo os males, as distorções e agressões que nos infligem, servirão para alguma coisa boa, à parte os seus sombrios, malévolos e ignóbeis propósitos.

 

As violências, os abusos e os estupros mentais e espirituais começam desde uma tenra idade contra nós e os nossos rebentos. São mensagens subliminares sórdidas, a maioria de índole satânica, instiladas nos infantes por meio de desenhos animados, programas de auditório e filminhos, que constam na programação de grandes Emissoras de Televisão e de alguns canais da Internet. Erotização, afrontas ao sagrado, questionamento sobre os Valores da Família, da Tradição, da Ética e da Moral. Os brinquedos e as brincadeiras são criados e difundidos para estimular conflitos, insatisfação e frustração. Existe uma legião de desorientadores, mais ou menos cônscios do quê fazem, como Apresentadores, Cantores, Atores, Humoristas, Editores, Roteiristas, etc. A INOCÊNCIA vai sumindo e se torna uma aderência (faixa de tecido fibroso, que une duas superfícies normalmente separadas) anímica, feia, mas com a qual as crianças se acostumam, aceitando-a como uma parte inevitável do seu ser integral.

 

A Inconsciência não desempenha mais nenhuma função protetiva, tampouco garante o sono tranqüilo e reparador, que fazia parte da suanatureza infantil mais pura. Então, os jovens vão para a Escola onde, mais na pública, um pouco menos nas particulares, o processo de encabrestamento mental prossegue. Os Estabelecimentos de Ensino realmente cumprem o seu mister de educar, treinar e preparar os Alunos, mas não para o Conhecimento e a Cultura, nem a fim de torná-los excelentes Cidadãos e Profissionais: os ovos da Serpente bíblica formarão futuros andróides militantes e esquerdopatas! A maioria dos Professores e Diretores vendeu a sua Alma a uma ideologia perniciosa e podre.Diversas podem ser as suas alegações, mas nenhuma tem qualquer fundamento. NADA pode compensar ou justificar a entrega a Baal dos pequenos. Confiados à súcia desses “Educadores” para serem, originariamente, desenvolvidos e instruídos, serão espiritual, intelectual e moralmente imolados!!!

 

     E ao longo de TODA a “jornada deseducativa”, além de os jovens não receberem Formação nem Informação, que ampliariam o seu acervo de Conhecimento e Cosmovisão, e também aguçariam e ampliariam as suas faculdades cognitivas de Raciocínio, Imaginação e Criatividade, ainda por cima serão incentivados em seus vícios, defeitos e limitações, como a preguiça física, moral e intelectual, a irreverência e a insolência para com as autoridades tradicionais, institucionais e familiares, o apego à promiscuidade afetiva e sexual, etc. Assim como em cima é embaixo, dentro e fora, também no individual e coletivo: sempre se comentou que um povo sem passado ou Memória não tem futuro, nem qualquer perspectiva de desabrochar. Pois bem, temos feito algumas enquetes informais: é assustador como quase TODOS os adolescentes da atualidade, ainda cursando o “Ensino Médio”, não sabem o significado de datas importantes da nossa História, como o Sete de Setembro de 1822, o 13 de Maio de 1888 ou o 15 de Novembro de 1889!!!

 

Junto à ignorância acerca de dados e fatos que integram a nossa Identidade nacional, deixando de exercitar, entre outros dons, a Memória,ainda se deformam o seu Caráter e a sua Personalidade ao ser privados de Valores Cívicos, como o Patriotismo. Sem “chauvinismo, sectarismo ou xenofobia” (conceitos usados e abusados ridiculamente nos discursos de petistas, Psicopatas da esquerda), o Amor à Pátria é um dos alicerces morais fundamentais do homem civilizado. As Idéias e Utopias da ignóbil “Nova Esquerda”, tão escrota e funesta quanto a “velha”, tipo ser “Cidadão do Mundo”, apátrida ou que o “meu País é onde me sinto bem”, apenas visam facilitar a derrocada das defesas psicológicas, sociológicas e anímicas contra a hegemonia dos torpes comunistas internacionais. E as fronteiras geopolíticas abertas e desguarnecidaspreparam a futura “pátria-mãe” marxista. Assim agiram os (des)governos petistas, conluiados com o maldito FORO DE S. PAULO: favorecendo, estimulando e sustentando o narcotráfico, o contrabando de armas de uso exclusivo das Forças Armadas, a subversão do crime organizado, a violência social e camponesa,  o desarmamento civil, e o terror político.

 

     Quem não ama ao Senhor Deus, ao seu País, à sua Família e às Virtudes em geral, não consegue amar verdadeiramente a NADA mais, nem a si próprio, senão a sombra do seu ego. E assim os “idiotas úteis e inúteis” enlatados são produzidos em série, SEMPRE com um sorriso fácil e tolo, um modo de pensar superficial, primário e tosco, cheios de si por conquistas e vitórias inócuas e que, na Realidade, sequer alcançaram. Como não bastasse terem se tornado analfabetos funcionais, dependentes químicos e militantes de carteirinha, ainda por cima abriram mão de TODA a possibilidade de florescer e expandir os seus poderes e capacidades divinos, a sua verdadeira natureza cósmica.  Simbolicamente, recusaram o convite do Rei à festa e ao banquete de Suas bodas, preferindo ficar chafurdando, com os demais Vassalos e Animaisna lama e fezes do curral… A beleza da Liberdade, a Liberdade da Vida: num Estado controlador, NADA disto pode existir!

 

O metagnomo, brilhante e magnânimo Mestre, Escritor, Filósofo e Jornalista paulista, Olavo (Luiz Pimentel) de Carvalho (1947 – …), em que pese um ou outro ponto de vista discutível, fato perfeitamente normal e que em NADA esmorece a beleza, clareza e precisão do seu estilo literário, nem a grandeza e exuberância dos seus Conhecimentos, elucida que a DESINFORMAÇÃO não é simplesmente a propalação pública de uma mentira, falsidade ou dubiedade, mas isto deve ser feito de tal maneira e veiculado por certos veículos de Comunicação, que torne a alegação convincente, crível. Uma agência de notícias claramente comprometida com a ideologia esquerdista, por exemplo, persuadirá menos ao lançar setas de boatosdo que o mesmo factóide difundido através de um órgão aparentemente confiável e conservador. Acontece que milhares de sementes, iscas, ciladas, engodos, sugestões e associações vêm sendo instiladas na Mente e na Consciência de quase TODO O MUNDO há muito Tempo, chegando a criar e estabelecer paradigmas, padrões cognitivos, emocionais e comportamentais, e Rodovias Neuronais que já quase constituem uma segunda natureza do ser humano.

 

Trata-se de uma barragem de artilharia e de bombardeios mentais incessantes, alucinantes. A imensa, esmagadora e esmagada maioria das pessoas não percebe absolutamente NADA, desprovida da menor desconfiança. Não procura entender o Universo ou sequer a si mesmo. Acredita conhecer suficientemente o Mundo e a Realidade que se lhe apresentam, impostos como uma Verdade absoluta e inquestionável. Para que filosofar, já que os piores exemplos de pedantismo e abstracionismo não lhe mostraram que a criação de palavras foi alegórica e arbitrária? Enquanto isto, TODOSos veículos de Comunicação de massa se acham aparelhados, cumprindo os desígnios já estabelecidos pelo Controle Social a fim não somente de inculcarem Idéias, Juízos de Valor e Emoções determinadas, mas também estabelecer uma reserva de Fobias, Estressores e Traumas, prontos para serem desencadeados e utilizados em eventuais necessidades.

 

Consumindo, desavisada e inocentemente, produtos culturais dos mais variados, cada um de nós ingere uma espécie de chip imaterial que migrará inteligentemente por nossos labirintos, edifícios, ruas e avenidas mentais, dirigindo-se a áreas previamente preparadas para acolher, incubar e desenvolver, conforme a necessidade das situações e a predisposição individual, os mais diferentes Transtornos!  Cada época e os mais diversos blocos étnicos e culturais foram supridos com crendices, drogas, modismos e TODA uma gama de vícios sexuais, mais reprimidos aqui, menos ali… Populações inteiras sutilmente conduzidas para o grande pasto comum, onde comporão a manada globalista, utilizada na tração de transporte e trabalhos agrícolas, fornecimento (pelo seu próprio Corpo) de leite e carne, etc. TODOS os povos do Mundo se tornam fúteis, falastrões, simplórios e hedonistas. Acreditando-se alegres, despojados e felizes, vivendo o Paraíso aqui na Terra, sem terem precisado morrer, simplesmente animalizam-se cada vez mais.

 

Aplicando-se as ridículas “teorias econômicas” do comunista britânico, John Maynard Keynes (1883 – 1946), entre as quais a babaquice de que um Estado deve gastar muito, bem além do que arrecada, endividar-se, como meio de promover a alimentação e a lubrificação das máquinas de produção da Economia (o que apenas gera mais inflação, desemprego, caos financeiro e social, atraso, etc.), ao plano individual, as pessoas são incentivadas a gastar, buscar créditos irreais, consumir freneticamente. No caso da macro-Economiao objetivo é incrementar a corrupção, a hipertrofia do Estado, o aumento abusivo e esbulhador da carga tributária, quebrar as pequenas e médias Empresas. Quanto à micro-Economia, isto é, do cidadão, o que se obtém com a sua irresponsabilidade, é torná-lo deprimido, mimizento, consumista, materialista e, finalmente, dependente por inteiro do Estado, já que estourou os limites do cheque especial, penhorou TUDO o que tinha, possivelmente perdeu o emprego, divorciou-se e passou a receber o… seguro-desemprego!

 

Os canalhas esquerdopatas em suas inúmeras atribuições como Engenheiros Sociais, Agitadores e Propagandistas, Líderes partidários, sindicais e estudantis, Dirigentes revolucionários, Intelectualóides, Escritores, Economistas e outros, são a pior escória de facínoras! Com a sua mentalidade sórdida, os seus talentos histriônicos e a sua natureza obscura e megalomaníaca, conseguiram se espalhar pelos depauperados Mundos humanos, infiltrando-se em cada brecha e nicho. Chega a ser assustadora e nauseante a visão deles, contorcendo-se, entrelaçando-se e esfregando-se uns nos outros, à semelhança de Vermes. E ainda assim conseguem ludibriar homens e mulheres, mentindo, falsificando estatísticas, inventando as mais absurdas narrativas jornalísticas, históricas, sociológicas, etc. Como os Mundos pessoais, que se somam para gerar um Mundo comum, são formados pela Mente de cada Ser senciente, dominando e manipulando TUDO o que seja absorvido pela Mente, dispõe-se de mais força e poder do que Divisões militares inteiras!

 

Invadiram o íntimo de cada ser humano, o recanto mais sagrado, aconchegante e amoroso dos Lares, o Altar das Igrejas, assim como, obviamente, as páginas dos jornais, as antenas dos Rádio e Televisões, os quadros-negros e as carteiras das Escolas e Universidades, as telas dos Cinemas, os palcos dos Teatros… Misturando necessidades básicas biológicas a naturais psíquicas, bem como inventando uma série de outras e aguçando o desejo de atenção a níveis exagerados e egocêntricos, terminaram por produzir uma espécie de Frankestein alegórico que somosTODOS nós, desadaptados, insaciáveis, infelizes, que com livros de auto-ajuda enganosamente fáceis e práticos, conseguimos nos convencer, iludir, que o nosso Destino é bom e promissor, rumo a uma sociedade “igualitária, justa e comunista”! E esta nossa denúncia não tem NADA a ver com a Doença Mental do “cricrizar” e criticar a TUDO” (“Teoria Crítica Franfürtiana)! Tornamo-nos torpes o bastante para não nos importarmos torpemente com isto!

 

política deles deu-nos uma Filosofia de Vida que penetrou as diversas Culturas, Mitologias e Folclores que, por sua vez, retroativamente, alimentam e sustentam as políticas públicas de muitos Países. Controlando a Economia mundial e os Bancos Centrais de Nações pobres ou prósperas, praticamente forçando os empréstimos públicos internacionais, os pulhas foram bem sucedidos na meta de terem Governos e governantes corruptos, sujos e ditatoriais, em suas mãos e bolsos, seja na folha de pagamento, seja na lista de devedores. Utilizando os modos de produção, a maquinaria, a tecnologia e os parques industriais, os laboratórios, as técnicas da Livre Iniciativa, produziram uma aberração institucional com uma Economia Capitalista sob uma sociedade e uma administração socialistasO Estado será SEMPRE totalitário e controlador, tornando-se inteiramente comunista, mas NUNCA transcendido.  E, ao contrário do que acreditam os beócios e estúpidos marxistas, não é exclusiva ou principalmente a Economia que determina TODAS as demais relações sociais, políticas, afetivo-sexuais e astrais.

 

Contudo, é evidente que ela influencia muitas ações humanas, uma vez que a maneira como os bens e os serviços sejam produzidos e prestados, com Liberdade ou sem ela, TUDO repercutirá no arranjo do Mercado, dos hábitos, costumes e Leis, bem como no Estado de Ânimo da população em geral. Por mais artifícios, truques e circos que as elites vermelhas criem, incentivem e imponham, SEMPRE restará um vazio que as suas substâncias entorpecentes, as suas mentiras ideológicas e os seus discursos demagógicos NUNCA preencherão. Uma comunidadeoprimida, controlada e engessada por um Estado totalitário, perde a vivacidade, as cores e a verdadeira satisfação. Ninguém de real valor, talento e capacidade vai se sentir realizado e à vontade, pois o que vigora são as boçalidades, a insipidez e os chavões. Quanto mais xucro, autoritário e medíocre for um sujeito, mais rápida e consistentemente ascenderá na hierarquia da burocracia dominante, dispondo de poderes arbitrários praticamente ilimitados.

 

TODOS devem se curvar às suas determinações, pareceres e julgamentos ridículos. Quanto mais analfabeto, obtuso e repulsivo, como os quadros e lideranças petistas, melhor. Esta situação abate, oprime e deprime aqueles que possuem mais Inteligência, Sensibilidade e Perspicácia.Por mais que estes desejem se corromper e integrar “as fileiras da vanguarda revolucionária”, é-lhes assaz difícil e custoso, pois as micro-expressões faciais são dificilmente controladas senão por uma pequena casta de Atores excepcionais. A Consciência, a lucidez e a capacidade de sacação são as maiores riquezas e as melhores dádivas que alguém pode desejar. Vide o grandioso Rei Salomão, embora no final da Vida tenha feito péssimo uso das suas virtudes intelectuais, filosóficas e poéticas. No entanto, se você desgraçadamente está num lugar que caiu sob o jugo comunista e não tem como fugir ou ser resgatado, com certeza vai preferir enlouquecer de vez ou morrer.

 

Quando a II Grande Guerra terminou, em 1945, ou melhor, os alemães se renderam, os Aliados covardemente devolveram à URSS cinco milhões e meio de refugiados soviéticos (que haviam desertado, pedido asilo ou sido capturados) para serem torturados e executados pelo NKVD (depois KGB)!!! Milhares se suicidaram diante de tal Destino, tão miserável e desgraçado!  Os malditos soviéticos assim que receberam as suas tropas, milhares de prisioneiros de guerra da Wehrmacht, que já haviam experimentado o pior do MUNDO CÃO, devido à própria guerra e ao tratamento cordial dos nazistas, despacharam esses contingentes recém-desembarcados em Moscou, para os campos de concentração comunistas.Não lhes permitiram sequer ver a sua Família, descansar ou se recuperar dos ferimentos e da desnutrição, pois segundo os “dirigentes” totalitaristas,JAMAIS deveriam ter se deixado capturar!!!

 

Se alguém é cretino e ingênuo o bastante para crer que tais excessos ocorreram somente por necessidade de defesa da “revolução” russa,inexperiência e Psicoses pessoais, que atualmente isto não se repetiria, deveria conhecer mais a asquerosa “literatura” marxista e estudar melhorHistória e Atualidades, principalmente sobre o comunismo chinês, norte-coreano, cambojano, vietnamita, cubano, nicaragüense, salvadorenho, venezuelano e as ditaduras islâmicas e africanas! É preciso ter muito claro em Mente o fato de que os esquerdistas não buscam a “Justiça Social”, a “Democracia”, a “Preservação da Natureza” ou devaneios infantis, ridículos e desvairados como a “formação de um novo homem, uma sociedade onde TODOS se amem, respeitem e colaborem com TODOS, como numa grande Família humana”, etc. Ah, que coisa tão bela, emocionante e extasiante, o “Espírito de camaradagem”, uma Felicidade sem limites e aquela doce e etérea Infantilidade apregoada peloamado Senhor Jesus e regulamentada pelo Apóstolo Paulo…

 

Tais sonhos e utopias, em termos políticos, são reservados aos mais babacas e “sentimentalóides!” O que os regimes socialistas almejam deveras é a escravização, robotização e desumanização da humanidade! Para tanto vale TUDO, literalmente: mentiras, desinformação, narrativas, formação de legiões de analfabetos funcionais, degradação e promiscuidade afetivo-sexual, disseminação de dependência química, assassinato de homens, mulheres e crianças inocentes, tortura, degredos em massa. O povão nem suspeita de como é zombado, debochado e caricaturado pela “intelligentsia revolucionária e progressista”. Os “grandes Escritores, Filósofos, Artistas e Estadistas” comunistas deTODOS os Tempos, mas principalmente dos séculos XIX e XX, abraçaram a “causa proletária” num momento da sua Vida em que justamente menos toleravam as hordas populares e o seu comportamento grosseiro, indisciplinado e insolente!   A verdadeira Direita, profundamente humanista, democrática e espiritualista, respeita e ama, muito mais e verdadeiramente, o povo e as suas sagradas Instituições, consagradas pela Tradição e pela Religião!

 

O Delírio é, psiquiatricamente, “uma crença falsa e fixa sobre o Mundo” e os seus fenômenos, que não pode ser corrigida nem por meio de Instrução, Informação ou Raciocínio. À medida que o quadro no Paciente se agrava, essa postura se enrijece, radicaliza e aprofunda. Quando alguém ainda pode ser levado a se questionar ou, ao menos, considerar a hipótese de outras perspectivas e a possibilidade de diversas Realidades,acredite, há Esperança. Sob o prisma esotérico, ocultista, religioso e espiritualista em geral, o conceito de Ilusão se reveste de uma tênue semelhança, quanto ao seu âmago e dimensão. Muitos componentes e núcleos de ambas as síndromes são compartilhados, contudo as suasnaturezas são bem diferentes, pois embora o processo de Percepção e Construção Eidética seja equivalente, o iludido astral vive em praticamente perfeita harmonia com os planos racional, objetivo e social. Um dos grandes e cruciais problemas é justamente este: a Ilusão não contrasta tampouco se confronta com a Realidade aceita e vivida por TODOS! O sujeito é, efetivamente, um Louco espiritual e emocional, entrementes, age, fala e pensa “normalmente”!

 

A Ilusão de um pode ser o sonho de TODOS! A Realidade, por não possuir uma Existência imanente, mas ser constituída a partir do Mundo de cada um e da sua agregação consensual, voluntária e consciente (ou não), conta com uma essência versátil, voluptuosa e enganosamente meretrícia. Ela tem os seus Valores, os seus Princípios, a sua Ética e as suas Leis, sempre em conformidade com a Justiça Cósmica. E procura refletir, dependendo de cada UM de nós e de nossas lentes e filtros, o Amor infinito, inefável e tremendo do amado, majestoso e maravilhoso Senhor Deus e das Suas santas Hostes Cósmicas! Como diria o grande Mestre indiano, Senhor Jiddu Krishnamurti (1895 – 1986),“(…) o pensamento forma o pensador”(…) Assim são as coisas, amada galera! Estejamos muito atentos, conscientes, no AQUI E AGORApara que o maldito senhor Mara (o Diabo) não entorpeça os nossos Sentidos, contamine o nosso coração e nem confunda a nossa Mente! A tal da NOVA ERA não depende de astros e constelações no Espaço Sideral, mas exclusivamente de nós. A nossa verdadeira, poderosa e indefectível defesa contra o mal é a nossa Fé!  Sejam  TODOS abençoados, principalmente o nosso amado Presidente, o paulista Bolsonaro (1955 – …) e sua Equipe esplendorosa, como NUNCA houve  outra igual! Abraços e beijos! Paz!

 

 

  1. Lafam.

 

 

 

Jun./2019