Lafam: Entre a Cruz e a Espada

13/09/2019 16:55

Luiz Antonio Faccin Arruda Miranda

ENTRE A CRUZ E A ESPADA

ENTRE A CRUZ E A ESPADA!

Você, como alguém honesto, inteligente e perspicaz que é, procura sempre proceder, interior e exteriormente, de acordo com a sua Consciência, não é mesmo? Bem, talvez se pergunte como podemos saber dessa sua qualidade: seremos bidus, adivinhos, videntes ou conhecemos um pouco da natureza humana e de técnicas psicológicas, publicitárias e marquetológicas? Isto poderia nos garantir que todos têm uma visão muito favorável de si mesmos, julgando, portanto, que tanto para os sinceros, quanto para os praticantes contumazes de manipulação ou puxa-saquismo, elogios são sempre instrumentos válidos, prazerosos e eficazes. Mas, no presente caso, a razão é outra e bastante simples, modéstia à parte. Se você não tivesse nada a ver com o tipo que descrevemos acima, não estaria perdendo o seu precioso Tempo lendo este nosso singelo texto. Bem, isto apesar de que milhares de babacas “esquerdóides” igualmente não perdem nenhuma publicação nossa aqui ou no mais importante jornal virtual do Brasil, o ROL, de Itapetininga/SP, para depois ficarem se contorcendo no chão de prazer e ódio, rosnando, grunhindo ou latindo, espumando de raiva, e masturbando-se, que horror, mas isto já é outro problema!

 

As Doenças dos esquerdistas tanto os Transtornos emocionais e de ansiedade, como a desagregação da Personalidade e a Psicopatia, que os compelem a comportamentos anti-sociais e embotamento afetivo, desorientação e adoção de ideologias totalitárias, absolutistas e rígidas – priva-os de Consciência, porém, até eles procuram pautar a sua conduta mediante simulacros substitutivos da mesma. Já os canalhas comuns, habitualmente tentam se enganar, através de embaçadelas ou outras distorções da Consciência como bebidas, drogas e mil e uma auto-justificativas. Podemos concluir, grosso modo, que todos os seres mais ou menos normais (psíquica, moral e eticamente), pensam, sentem e agem conforme a sua Consciência ou, na falta dela, valem-se de uma caricatura substitutiva. Assim como existe a sensação física de membro-fantasma, semelhante processo se verifica em casos de atrofia, mutação ou mutilação anímica e afetiva, no entanto, não pretendemos por ora nos estender demasiadamente neste assunto.

 

A Realidade é que nos encontramos num ponto estarrecedor em nossa insólita jornada humana. Desde que o homem atingiu incríveis patamares socioeconômicos, tecnológicos e culturais em geral, quer isto tenha sido resultado do acaso, quer da ação direta do amado Senhor Deus (“pessoalmente” ou mediante o envio de Anjos, Profetas e outros) ou indireta (alienígenas, Espíritos, Elementais, “túnel do Tempo”, etc.), o fato é que poderíamos, à parte as Escrituras Sagradas, estar desfrutando uma Vida maravilhosa, paradisíaca e plena, conquanto transitória e meramente preparatória à Eternidade. Então, é-nos permitido, se não configurar um dever filosófico, perguntar por que tal Paraíso (ainda) não se concretizou. Estamos cada vez mais habilitados a explorar o Espaço Sideral, nunca se produziu tanta riqueza, a Internet disponibilizou a todos, em quaisquer rincões da Terra, acesso a Conhecimentos e Informações sobre tudo, como Ciências, Atualidades, Artes e por aí vai. E, simultaneamente, tanta miséria, Doenças, sofrimentos e a repetição nauseante das tolices de sempre!

Inúmeras variáveis envolvem uma análise desse naipe, sendo conveniente não proceder precipitadamente, reduzindo tudo a simples fórmulas e clichês. Primeiramente, precisamos nos certificar se essa visão (pessimista) do Mundo corresponde verdadeiramente à Realidade. Parece inacreditável, no entanto, sem maiores melindres metafísicos, neuropsicológicos ou epistemológicos, que a quase totalidade daquilo que conhecemos sobre nós próprios, a Vida, o Mundo e o Universo, é formado exclusivamente do quê nos foi praticamente imposto. Temos “certezas absolutas” a respeito de muitos pontos dos quais nunca tivemos nem teremos experiência direta, tampouco disporemos de qualquer meio mais válido de comprovação ou refutação. As pessoas de mentalidade cartesiana, racional e materialista se jactam de saber tudo com mais embasamento, lógica e conhecimento de causa, quando na Verdade simplesmente trocaram dogmas míticos, arquetípicos e fantasiosos, por outros, pomposos, matemáticos, científicos e, supostamente, mensuráveis. Como se comenta por aí, muitos ateus de fato possuem mais do que os Crentes, pois para aceitar diversas besteiras darwinistas, astrofísicas, quânticas e outras, o sujeito tem que ser muito crédulo, tonto e ingênuo.

 

Um dos maiores problemas da atualidade, além da completa desinformação, alienação e ignorância (como, por exemplo, sobre História e Geografia do próprio País e do Mundo), é o condicionamento a ideologias e padrões de Conduta, Afetividade, Cognição e Percepção esquerdizantes. Deste último item, resulta a pior espécie de analfabetismo funcional: a completa incapacidade de pensar com autonomia, desenvoltura, profundidade e clareza, isto é, raciocinar, comparar e chegar a conclusões válidas. Os adultos se resignam à sua pobre e deficitária cosmovisão com a desculpa de precisarem trabalhar muito pela sobrevivência, mais o estresse, a fadiga e, afinal, não há como influenciar os centros de decisão. As coisas são assim, não se pode fazer nada… Já os jovens permanecem enredados em tendências e inclinações inerentes à espécie humana, algumas próprias da idade: acne, voz desafinada nos meninos, preguiça física e mental, bobeiras, impetuosidades vãs e rebeldias típicas de adolescentes, apelos e impulsos sexuais dos hormônios em desarmonia (exacerbados por uma mídia podre, desencaminhadora e corrompida), excesso de valorização do ego e da “lei do menor esforço”, etc.

 

     A invasão maciça de agentes marxistas a todas as Empresas midiáticas, Instituições de “Ensino”, Produtoras Artísticas e demais centros de (des)Educação e (de)formação de opinião, a partir da capital da antiga União Soviética, Moscou, que continua ainda hoje como o núcleo mundial de exportação de ditaduras bolcheviques, bolivarianas, católicas e outras (o Comintern – Internacional Comunista, nunca acabou!) que, embora mais discreta e enrustidamente, aprimorou-se como a principal origem de Transtorno Bipolar, Depressão, criminalidade, confusão existencial, greves, guerras e misérias. Propomos a você participar de um singelo teste que apresentaremos neste artigo e, ao final do mesmo, estaremos habilitados a descobrir em que extensão isto está ocorrendo realmente e por quê. E também qual o seu nível de comprometimento, amado(a) leitor(a), consciente ou inconsciente, com essa coisa toda. Afinal, as estratégias pessoais, políticas e militares, muitas vezes, incluem métodos e técnicas que, à primeira vista, parecem contraditórios, absurdos e sem sentido, mas que funcionam perfeitamente!

E vigoram também, eventualmente, certos Princípios delicados como, por exemplo, “preferir-se os males menores”. Todos deveriam se perguntar mais sobre tais Idéias. Uma indagação sabiamente formulada, ainda que privada da metamorfose libertadora da resposta, pode esclarecer tudo, infinitamente mais. Pouca gente prova curiosidade acerca dos motivos e objetivos dos socialistas em geral, mesmo daqueles que defendem “apenas pequenas intervenções e controle do Estado” no planejamento, produção e distribuição econômicos, fazendo de conta não perceberem (ou não notando deveras) que tudo começa pequeno, mas cresce, multiplica-se e logo se espalha. Uma simples ação pública na política de formação de preços, os cuidados e proteções paternos de um Estado do bem-estar social, e a legislação sobre a expansão de crédito e distribuição de rendas, bastará para iniciar a confecção em série de camisas-de-força, algemas e mordaças do totalitarismo. Naturalmente, não defendemos a omissão cabal do Governo. Há atividades que requerem realmente alguma regulamentação, porém, valem mais a Prudência e a Sabedoria – quanto menos Estado, melhor!

 

Há paradoxos que passam despercebidos à maioria das pessoas, como apesar de o Capitalismo caracteristicamente defender a individualidade, o respeito às diferenças pessoais e de classe, e a luta de cada um por si, enquanto a esquerda propugna o coletivismo, a igualdade e um Estado intruso, obeso e super-protetor, o primeiro sistema faz melhor aos indivíduos, aos grupos e ao povo em geral, enquanto os socialistas e comunistas atrasam tudo, atraem a pobreza, acentuam as injustiças, liquidam a Dignidade, incentivando o egoísmo, a dependência, o individualismo e a “mimizice”. Os cretinos vermelhos, tanto os que aderem a essa causa pérfida, com o intuito de se darem bem no império dos burocratas e da ditadura global, quanto os “idiotas e imbecis úteis” que nem suspeitam do seu status de rês, são chatos, insípidos e monótonos! O Capitalismo defende a Livre Iniciativa, a competição em igualdade de condições, porém, com resultados diferentes, proporcionais ao mérito, à capacidade e ao empenho dos competidores. Incentiva a solidariedade, a compaixão e a caridade, mas conforme a Consciência, a vontade e o livre-arbítrio de cada um. Desse modo, gera crescimento, desenvolvimento e prosperidade.

 

A esquerda propõe a estatização, o coletivismo, o protecionismo paralisante e incapacitante, tornando toda a população apática, desmotivada e dependente do Estado. Prometendo maravilhas, delícias e novidades, entregam o Inferno. As pessoas se tornam inseguras, não amadurecem nem aceitam assumir responsabilidades ou tomar decisões. Seguindo a cartilha do partido único, tudo fica pior ainda. Com isto, os cidadãos perdem Sentimentos, Virtudes e Capacidades Psíquicas valiosas, como iniciativa própria, auto-confiança, empatia, altruísmo e solidariedade. Vão se animalizando cada vez mais, contentando-se com uma ração diária, aventuras sexuais sem compromisso, esporádicas bebedeiras e o ego inflado pela Ilusão de haver participado de uma “revolução”!  É o “Paraíso” por um breve período para aqueles típicos funcionários públicos, macilentos, folgados, preguiçosos e invejosos. Claro, a ficha acaba caindo para todos que doravante percebem a merda em que se meteram, no entanto, não há mais volta. A esta altura, a organização e sistematização dos aparelhos e demais instrumentos de censura, controle e repressão do Estado-policial, já estão implantados, em franca operação e expansão!

 

Não existe realmente uma “Economia socialista”. Onde tudo é estatizado, torna-se impossível o cálculo econômico e, portanto, a precificação. Dessa maneira, sem variedade na produção e distribuição, com a conseqüente concorrência saudável que fornece ao Mercado os melhores produtos a preços menores, tolhe-se a Liberdade e o direito básico da população de escolher quanto ao consumo de mercadorias e às relações de troca Trabalho/Capital. É essencial frisarmos que a Propriedade Privada e a Economia de Mercado não somente funcionam perfeitamente, permitindo a evolução das pessoas, da sociedade e de suas Instituições, como ainda fazem parte da própria natureza humana. Ao contrário das falácias e fantasias marxistas, o ser humano não criou a Família, o Estado e a divisão de trabalho, com o objetivo de explorar o próximo e acumular e defender o seu patrimônio. Isto se mostra absolutamente ridículo e sem sentido. Como se dizia, é como “colocar o carro na frente dos bois”, pois como a ordem econômica e a formação de bens, mercadorias e valores poderiam existir antes (a ponto de determinarem a formação) dos grupos primários, sem os quais nada disso aconteceria?

 

Tudo começou e se desenvolveu de maneira muito natural e espontânea. Alguém, sozinho ou em colaboração com outros, obteve sucesso na coleta de alimentos ou na caçada. Ora, a quem pertence esse prêmio? Não havendo ainda uma ordenação sociopolítica e jurídica instituída, que em troca de administrar a Vida comunitária, os serviços religiosos e a defesa dos seus membros, arrecada tributos, nada mais justo, natural e coerente que os alimentos são daqueles que os apanharam ou produziram. Outrora, quando o homem ainda vivia de maneira muito próxima a dos Animais, vigorava a chamada “lei do mais forte”, que há muito encaramos como roubo. O valentão e mais forte tomava o quê queria dos outros. Não é diferente do que os deliqüentes comuns e os criminosos esquerdistas fazem. A História das ditaduras do proletariado e das “revoluções” é formada inteiramente disto. Acusando os Proprietários de espoliarem os Empregados, os líderes e dirigentes vermelhos fazem exatamente o mesmo, ou melhor, muito pior. Além de escravizarem as massas, roubarem os seus sonhos e as possibilidades de realizá-los, embrutecê-las e aterrorizá-las, destróem todas as Liberdades como a de Consciência, Expressão, Associação, Locomoção, etc.

 

Como sempre afirmamos, o Estado é uma ficção política e social que criamos em nosso Mundo humano, junto a outras, para possibilitar a ordenação das nossas estruturas grupais. Existe como Idéia e atua mediante símbolos, sinais e ordenamentos em nossa Mente. Assim como não existem, objetiva e materialmente, fronteiras geopolíticas, nem dias, semanas, meses e anos, a Vida humana evoluída, saudável e confortável não seria minimamente viável sem essas e inúmeras outras criações. Naturalmente, sempre existirão aspectos a serem melhorados e aperfeiçoados, mesmo porque tudo é dinâmico e a mudança integra a essência do Universo. Há aquele ditado em que se pede resignação para aceitar o quê NÃO PODE ser alterado. Coragem e disposição para mudar aquilo que DEVE ser mudado. E SABEDORIA para se distinguir um caso do outro. Entretanto, além de sempre caber em toda cabeça, ambiente e situação, a Luz do Bom-Senso, havemos de considerar que tudo tem a sua exata e justa medida e proporção. Em termos de potencial de ação das Células, o TUDO OU NADA é perfeitamente natural e normal. Tratando-se de conduta ou postura humanas, não passa de fanatismo, imaturidade e doideira.

Ademais, se a besta do anarquista não quer Estado algum, o bosta do socialista/comunista quer Estado demais! E como vimos de considerar, uma vez que o Estado não existe realmente, será encarnado por homens e mulheres fatalmente desonestos, inescrupulosos, violentos e megalomaníacos. Numa sociedade oprimida, empobrecida e obscurecida pelo totalitarismo, não se pode falar de “abuso de autoridade”, uma vez que não existem Leis, Estado de Direito, Devido Processo Legal e nem “autoridades”, no sentido original da expressão. Somente arbitrariedade, prepotência, mediocridade e autoritarismo. Você pode não acreditar, achar exagerado, absurdo ou até engraçado, mas esta é a Verdade. Os canalhas alegam que os Valores e Princípios morais e éticos são “desprezíveis lantejoulas burguesas”, só para justificarem a sua babaquice, desonestidade, preguiça e outros defeitos de Caráter. Concomitantemente, defendem e praticam a tirania. Através de “Filosofias” esdrúxulas, caóticas e destrambelhadas, tentam instituir novos modelos sociopolíticos, econômicos e culturais. E nas distorções da “Novilíngua orwelliana”, deturpam a tudo, subvertem a Razão e a Ordem.

 

Imagine só: os piores, mais sórdidos e nefastos elementos do crime organizado tomam de assalto o Poder, como de fato tem acontecido no Brasil, sobretudo nas Cortes Superiores de Justiça, na maioria das cadeiras do Congresso Nacional e em outras esferas políticas, jurídicas, educativas, etc. Eles legislarão, julgarão e administrarão o que estiver ao seu alcance sempre em vergonhosa causa própria, defendendo-se uns aos outros, com as piores intenções possíveis. Apesar de o Brasil ter sido abençoado com a eleição do grandioso paulista, o Capitão de Artilharia do Exército, Sr. Jair Messias Bolsonaro (1955 – …), brasileiro acima de tudo (e com o amado, maravilhoso e misericordioso Sr. Deus acima de tudo e de todos), que montou o melhor time de Ministros de todos os Tempos, não está nada fácil.  Tudo bem, todos sabíamos que não seria moleza, mas dói ainda encontrarmos por aí panacas que “não são petistas, mas…” sabotam direto a nossa amada Pátria. Acham-se completamente robotizados e manipulados pela suja mídia como, principalmente, a Rede Globo e os jornais impressos, tipo O ESTADO DE S. PAULO e a FOLHA DE S. PAULO, que já foram orgulho nacional!

 

O Estado formado pela pior, mais violenta, sanguinária e obtusa escória de bandidos, a exemplo do que sempre ocorreu em todos os lugares e ocasiões onde se estabeleceram ditaduras “revolucionárias”, sobretudo a partir de 1789, na França, até hoje, tornou-se o maior Circo de Terror, Torturas e Misérias que só as Mentes mais trevosas, enlouquecidas e diabólicas poderiam conceber. Curiosamente, numa combinação infernal de cinismo, ironia, maldade e degradação psíquica, costumam batizar os seus regimes e grupos com nomes melosos como “República Popular Democrática”, “Frente Nacional de Libertação” e coisas assim. Quem questionar, discordar ou, upa-lelê, criticar, será preso, interrogado e, se tiver sorte, fuzilado! Caso contrário, vão interná-lo, talvez perpetuamente, num Campo de Concentração e Trabalhos Forçados, onde o pobre miserável passará fome, sede, calor insuportável na estação quente e frio congelante, na fria, exaustão severa, humilhações e massacres morais, emocionais e físicos, privação sociocultural, médica-hospitalar, odontológica e religiosa, etc. Tudo em nome de elevados ideais, como “justiça social, preservação ecológica, feminismo, gayzismo”: Liberdade, Igualdade e Fraternidade! Uh-lá-lá (Lula e todos pulhas petistas e similares na cadeia)!

     Com certeza, você que nos engrandece com a sua leitura e não é um dos mórbidos “esquerdóides” masoquistas e masturbadores a que aludimos atrás, tampouco pactua com os lazarentos escravos voluntários da Nova Ordem Mundial e da conspurcação e degeneração do homem, da sociedade, da Família, da Religião e do Espírito Livre. O pior problema é a ignorância a propósito dos fatos: os ardis vêm sendo implantados sistematicamente há muito Tempo, através de maneiras sutis, subliminares e sub-reptícias. Sem que quase ninguém perceba, a contribuição das Artes e dos veículos de Comunicação de massa está preparando o terreno para a semeadura de ervas-daninhas e Flores do Mal. Podemos citar como exemplo aqueles filmes em que um grupo de assaltantes inteligentes, educados e legais, encarnados por atores populares, simpáticos e bonitos, planeja um furto genial, eletrizante e perfeito. Dispõem de imensuráveis recursos financeiros, técnicos e logísticos. Sempre se dão muito bem…

 

Você pensa que isto não afeta em nada a Realidade, a sua Mente ou de quem quer que seja, assim como um curso de Água parece incapaz de no devido Tempo geológico, com o seu trabalho metódico e ininterrupto, erodir terras e rochas, esculpindo cânions profundos! Só que em longo prazo, a estrutura eidética da maioria das pessoas vai se tornando mais maleável e flexível no tangente a Valores e Princípios. Isto prepara você para aceitar coisas muito piores!  Jovens passam a achar bonito, fascinante, desejável e romântico alguém virar Vampiro! Evidentemente, existem reforços provindos de outras fontes culturais. Certas palavras, por exemplo, são introduzidas facilmente na gíria, impondo termos com significados e significantes adulterados, como alguns que denotam Sentimentos, situações e Idéias ruins, negativos, destrutivos, passando a expressar conotações elogiosas, exclamações de prazer, satisfação e êxito. De novo, muitos afirmarão que são preocupações exageradas, que nada disso afetará seriamente a ninguém. Ledo engano! Assim como o amado e divino Senhor Jesus se referiu a diferentes qualidades do solo que recebe as sementes, não nos esqueçamos que as mesmas igualmente sofrem variações!

 

Você pode pensar e bradar, então, “que droga, não há nada que possamos fazer?!?” Calma, calma. Em João 8:32, encontramos a primeira Chave da nossa segurança e incolumidade (a Espada e o Escudo astrais), que sempre adotamos como tônica das nossas propostas de Terapia Psicológica e Espiritual, bem como o amado Presidente Bolsonaro utilizou em  muitos discursos: “E conhecereis a Verdade… e a Verdade vos libertará!” (reticências e letras em caixa alta nossas). Tudo aquilo que vemos, lemos, ouvimos, interpretamos, lembramos, associamos e imaginamos, de fato se torna um germe em nossa Mente. Cresce, expande-se, ramifica-se e vai se enlaçando a outros conceitos, Afetos, Lembranças e Funções Executivas. Sugestões e auto-sugestões cumprem o papel de adubo, vitamina, remédio ou veneno. Ninguém é obrigado a nascer sabendo tudo, mas depende mais da nossa índole do que de formatações educativas e condicionadoras, o afã de buscar a Verdade e a Libertação. Temos o poder de escapar das redes e teias tecidas com a Engenharia e a Tecnologia do Diabo! Não havemos de nos identificar com os “idiotas, cretinos e imbecis úteis”, românticos e nauseantes vermelhos, que são, realmente, mais idiotas, cretinos e imbecis do que úteis. Pode, num primeiro momento, parecer chato e até triste saber que perderemos as Ilusões e as veremos se esfarelarem, desaparecendo no nada…

Mas é necessário compreendermos tudo e ver as coisas como são de fato. Uma constatação terrível, apesar do serviço emporcalhado e imperfeito dos Senhores do Mundo, é sobre a prostração de homens e mulheres, idosos, maduros ou jovens, que sem se darem conta do que acontece em seu íntimo e ao redor, abraçam mais ou menos conscientemente, o totalitarismo. Eles estão com a Mente e o Coração atrapalhados, deformados e inebriados. Parece-lhes algo chique, diferente e excitante adotar a Suástica ou o Martelo e a Foice. Quanto aos estrupícios da “Esquerda-Caviar”, nem há mais o quê se falar. Como escreveu o brilhante Cantor e Compositor gaúcho, Lupicínio Rodrigues (1914 – 1974), na sua obra ESSES MOÇOS POBRES MOÇOS: “Saibam que deixam o céu por ser escuro / E vão ao inferno à procura de luz…” Irônico, triste e verídico para muita gente inebriada de Ilusão. Você sabia, exempli gratia, que o maldito, repulsivo e satânico comunismo não acabou? Sim, sim, é Verdade. A ”perestroika”, a “glasnost”, “a queda do Muro de Berlim”, tudo isto não passou da execução de uma farsa, à semelhança dos julgamentos-shows que o regime soviético executava em grande escala, sobretudo nos expurgos do partido, nos anos 1930.

 

Visto que aqui no plano fenomênico nada é Absoluto, podemos afirmar que o único “mérito” dos bolcheviques é fatalmente acabarem se matando a si mesmos! O estratagema do “fim do comunismo” foi estudado, planejado e discutido há muito Tempo. Os governantes ocultos, os ditadores e diretores da Inteligência, com os seus Engenheiros Sociais, sabiam que os bombardeiros, tanques e metralhadoras seriam substituídos por armas, satélites e outros instrumentos mais eficazes, menos aparentes e dispendiosos. Um trabalho de Formiguinhas infernais: além da contaminação cultural, o adestramento de espiões enviados aos Países-alvo, e a infiltração dos mesmos nos respectivos Governos, Parlamentos, Congressos, órgãos, agências e gabinetes. Os judeus são talentosíssimos nesse tipo de serviço, sempre o foram desde os Tempos bíblicos. Se estiverem a serviço do Bem, como atuando no esplêndido Mossad, tudo ótimo. Mas quando trabalham para agências e governos comunistas, até os Anjos Celestiais choram. Chegaram a ocupar a Presidência da República dos maravilhosos Estados Unidos da América, comprometendo a sua segurança nacional, Economia, Indústrias Culturais, Cristandade, Universidades, etc.

 

Entregaram plantas, planos e projetos militares do Pentágono aos russos, assinaram acordos contra a própria Nação, propuseram o desarmamento unilateral das valorosas Forças Armadas, enganaram e manipularam Presidentes, Comissões do Senado, Agências de Segurança e Informação. Não porque o sistema americano seja deficiente, imperfeito ou vulnerável. Acontece que determinados Artrópodes peçonhentos são muitos astutos, sabem se camuflar e penetram nas frestas mais estreitas. Veja o estado que o desgraçado  do 44º    Presidente dos E. U. A., o Advogado e Político, supostamente americano, Barack Obama (1961 – …) deixou a maior, mais bela e  mais poderosa potência do Mundo. Dívidas estonteantes, o sistema securitário social sobrecarregado, os inimigos declarados mais fortalecidos e privilegiados. A burocracia maior, mais paquidérmica e intrusiva. Para os pulhas que atacam as nossas Tradições, quanto mais Governos endividados, quebrados e desmoralizados, bem como um número maior de governantes corruptos, incompetentes e ególatras, infinitamente melhor.

Bem, acreditamos que você (que tem sintonia conosco) jamais haveria de se mancomunar com bandidos comuns ou do colarinho-branco. Certo, isto não teria o menor cabimento. Desde essa perspectiva, o teste que bolamos está prejudicado. Chegamos cogitar de fazer uma prova que incluiria Redação, e ao final haveria sorteios e premiações para os melhores colocados, no entanto, uma galera amiga, que também nos presta assessoria jurídica, dissuadiu-nos disso, pois poderia criar alguns embaraços com o Facebook e a Receita Federal. E olha que nós trabalhamos, em meados dos anos 1980, na Capital paulista, no famoso Instituto Universal Brasileiro, de cursos por correspondência. Então, possuímos alguma experiência nisso. De qualquer modo, é válido apresentarmos alguns tópicos para você verificar o quanto pode estar sob influência dos facinorosos marxistas culturais, sem nem cogitar. Não precisa anotar as suas respostas e, por favor, não as envie para nós. Não há gabarito. Reflita, converse consigo, escolha sempre o quê considerar o melhor, seja em eleições, consumo de produtos culturais, alimentares e medicamentosos, atitudes, etc. Só não entre em pânico, surtos paranóicos, nem se deprima ou desespere. Apenas confie no amado Senhor Deus!

 

TESTE DE IDONEIDADE PSICOLÓGICA, POLÍTICA E IDEOLÓGICA:

 

1) Ao sofrer uma perda, um contratempo, uma contrariedade ou um dissabor qualquer, você:

  1. a) Sempre vai procurar achar alguém para responsabilizar e culpar;
  2. b) Fará um “mea culpa” exagerado, pesado e auto-destrutivo, buscando receber consolo, colo e carinho;
  3. c) Irá procurar analisar a coisa com o máximo de imparcialidade e serenidade possível, tentando tirar alguma lição do evento e corrigir eventuais falhas ou limitações suas;
  4. d) n. d. a.

 

2) Procura ajudar os outros e passar-lhes Informações, técnicas, receitas e fórmulas:

  1. a) Transmitindo tudo o quê sabe e conhece sobre o assunto em foco, até atirando Pérolas aos Porcos;
  2. b) Sente ciúmes dos seus Conhecimentos, desejando que os outros os reconheçam, mas sem compartilhá-los;
  3. c) Oferece-os de bom grado e honestamente àqueles que pedem o seu auxílio, conforme os mereçam e possam assimilá-los;
  4. d) n. d. a.

 

3) Quando um sem-teto todo maltrapilho, sujo e sentindo-se moralmente superior aos cidadãos comuns por influência de marxistas, petistas e agentes de pastorais católicas, intima você a lhe dar algum dinheiro, considerando que é a sua obrigação, não importando o quão você já esteja sobrecarregado de impostos, taxas, contribuições de melhoria e outros assaltos governamentais, você:

  1. a) Fica sem graça, atrapalhado, sentindo-se grandemente culpado e revolve com pressa e medo a sua carteira ou bolsa à procura de um trocado;
  2. b) Leva-o para a sua casa, mando o indigente tomar banho, fazer a barba, dá-lhe uma muda de roupas limpas, serve-lhe uma copiosa refeição e deixa-o hospedado ali, até conseguir arrumar um emprego para ele;
  3. c) Oferece um trocado, caso tenha, e faz uma oração para que ele queira sair dessa situação, surja algum parente, conhecido ou ativista de direitos humanos (muito difícil, mas pode acontecer) e o encaminhe à Rede Pública, onde se desintoxique e seja reabsorvido pelo mercado de trabalho;
  4. d) n. d. a.

 

4) Quando você executa algum trabalho, encomenda ou presta qualquer tipo de  serviço:

  1. a) Aprecia receber estrita e exatamente o valor acertado;
  2. b) Fica mais feliz se o freguês ou cliente regateia, querendo pagar menos;
  3. c) Acha legal se ele insiste em lhe dar um bônus extra, em razão de ter ficado muito feliz e satisfeito;
  4. d) n. d. a.

5) Ao fazer uma refeição num dos poucos restaurantes que ainda têm a execrável mania de manter uma televisão ligada no lixo da Rede Globo, na tranqueira da Globo News, onde também passam anúncios ridículos e tendenciosos, como aqueles dos cafajestes dos MÉDICOS SEM FRONTEIRAS, mostrando crianças africanas subnutridas, rotas e chorosas, que é uma fonte de renda financeira e dividendos políticos para eles, você:

  1. a) Considera-se abençoado(a), agradece ao amado Senhor Deus e, noutro momento, faz doação a pessoas carentes ou organizações assistenciais e filantrópicas mais sérias;
  2. b) Sente profunda e devastadora tristeza pela fome no Mundo, preferindo não comer;
  3. c) Gostaria de se suicidar como o fizeram alguns ativistas e Artistas Esquizofrênicos;
  4. d) n. d. a.

 

6) Você acredita que a forma mais adequada, natural e desejável de se lidar com as próprias Emoções seja:

  1. a) Exprimi-las com toda a sua intensidade, força e colorido (com direito a lágrimas, gritos e chiliques) em público, pois além de não ser legal ficar se reprimindo, o Mundo precisa saber o quê você está sentindo e se compadecer;
  2. b) Saber se controlar e desabafar somente com alguém íntimo, como parente, amigo, cônjuge ou o seu Psicoterapeuta;
  3. c) Procurar meditar e desenvolver habilidades para transcender problemas, obstáculos e vicissitudes corriqueiros, com vista maior ao que tem Valor real e eterno;
  4. d) n. d. a.

 

7) Você vai a um Shopping Center:

  1. a) Passear, olhar as vitrines, comprar alguma coisa que esteja querendo ou precisando, comer algo na Praça de Alimentação, talvez pegar um cinema;
  2. b) Para sentir indignação com tantas luzes, cores, artigos, “pessoas fúteis, consumistas, apegadas a superfluidades!” (Até os mais pobres, humildes e simples se deixam contaminar por “valores decadentes burgueses”, arrumando-se melhor e se comportando com educação);
  3. a) Concluindo que seria melhor não existirem lugares assim e, ao invés disso, como em filmes de terror de segunda categoria ou na Venezuela real, víssemos por ruas ermas, esburacadas e sombrias, turbas esfaimadas caçando Cachorros, Gatos e Roedores para comer e, em casos extremos, na falta desses bichos, tentando devorar os próprios seres humanos?
  4. d) n. d. a.

 

8) Você acredita que a Democracia é a expressão suprema da Liberdade ou nem sempre, necessariamente? Ninguém equilibrado, sensato e ponderado é contra a Democracia, mas você acha possível certos grupelhos, associações narcoterroristas, sindicalistas e outros, unirem-se para fundar um partido legalizado, concorrerem aos pleitos e, uma vez obtida a vitória no Executivo e na maioria das Casas de Representação, realizarem reformas constitucionais, perpetuando-se no Poder e instaurando uma ditadura marxista, como o asqueroso ditador falecido venezuelano Hugo Chávez (1954 – 2013) fez e os petistas escrotos brasileiros pretendiam seguir o exemplo?

  1. a) O povo não está preparado para a Democracia e nunca estará;
  2. b) A Democracia não funciona, é como a situação das crianças “mimizentas” que não sabem brincar e descem ao “playground”, só que no caso de um sistema político, os canalhas da esquerda vão querer quebrar os brinquedos, jogar lixo no chão e abusar dos outros petizes;
  3. c) Embora Democracia e Liberdade não signifiquem sempre a mesma coisa, é possível a conciliação e convivência de ambas, desde que haja a defesa das garantias constitucionais e a proibição de apologias, práticas e ensino de ideologias e teorias totalitárias;
  4. d) n. d. a.

 

9) Ao saber que o Nazismo não era porcaria nenhuma de um “espectro da extrema direita”, mas que a Suástica representa um martelo e uma foice estilizados e disfarçados, que o nome completo do partido hitlerista era PARTIDO NACIONAL-SOCIALISTA DO TRABALHADOR ALEMÃO, que os nazistas e os bolcheviques possuíam fortes e documentados vínculos de amizade, aliança e colaboração, que a diferença básica estava no fato de os alemães defenderem o extermínio de raças (dos não-arianos, em geral, e dos judeus, em particular) e os bolcheviques pregarem (continuam ainda hoje, só que com outros nomes, sob a égide dos globalistas) a velha e ridícula luta de classes, você:

  1. a) Cai na gargalhada achando que isto não tem nada a ver, que a União Soviética não mandava judeus de presente para os nazistas exterminarem, nem criou o sistema de Campos de Concentração e Trabalho (Gulag) antes dos alemães (ensinando-lhes posteriormente), na década de 1920, nem exterminou gente semita por vontade e gosto próprio;
  2. b) Começa a fazer conexões e análises, entendendo que os Senhores do Mundo patrocinaram, orientaram e armaram tanto os russos quanto os alemães, induzindo-os a se confrontarem depois, pois ganharam muito com venda de armas e munições para todos, pegando a seguir um Mundo em ruínas, muito adequado para a criação da ONU e o estabelecendo os alicerces da Nova Ordem Mundial;
  3. c) Fica com nojo dessa coisa toda e principalmente dos babacas vermelhos, que trabalham servil, alienada e arduamente justamente para aqueles que pensam, delirantemente, combater;
  4. d) n. d. a.

 

10) Qual o  contexto das Flores a seguir que inspira mais a você:

  1. a) Uma graciosa, porém, abatida e quase sem Vida Violeta, num vasinho com terra ressequida, na quitinete claustrofóbica de um decrépito prédio, onde mora uma “Professora” petista, velha, aposentada e solteirona, no centro cinzento, decadente e sombrio de uma grande cidade;
  2. b) Uma Orquídea selvagem, linda, altaneira, viçosa, confortavelmente agarrada a uma frondosa Árvore, numa exuberante Floresta tropical;
  3. c) Uma deslumbrante, adulta e gigantesca Roseira, plantada no magnífico jardim de um maravilhoso e belo palacete;
  4. d) n. d. a.

 

Bem, eis algumas questões básicas, feitas meio aleatoriamente e sem muita elaboração, mais para servir como itens de reflexão e sugestão a um auto-exame. Há muito mais coisas a serem consideradas e sempre será importante, até mesmo imprescindível, buscar Informações em todas as fontes possíveis, bem como urdir analogias, análises e paralelos. Conhecer a Verdade sem sombra de dúvida liberta, apesar de também surpreender, chocar e até mesmo repugnar as Personalidades mais sensíveis! Acontece que quanto mais conscientes estivermos de tudo, prestando atenção, entendendo, comparando, e sustentando Ideais elevados, melhor estaremos cumprindo as missões inerentes a todos os seres humanos. Cada um de acordo com a sua capacidade, a sua força espiritual, moral e psicológica, os seus Conhecimentos, a sua Consciência, exercerá funções compatíveis, nas Vinhas do Senhor. Combaterá o bom combate que puder e para o qual foi escolhido, treinado e capacitado. Diz um jargão cristão, que não consta da Bíblia, porém, tem todo ar e Espírito bíblicos:O Senhor Deus não escolhe os capacitados, mas capacita dos escolhidos!” E é Verdade!

 

Uma coisa é certa: ninguém se omite impunemente. Não existem meios termos: ou você é a favor do Bem ou do mal! Não fazer escolhas políticas e ideológicas, não tomar partido por um lado ou por outro, não ter nenhuma opinião formada… Então, sentimos muito, você está servindo ao Inimigo! Encontramo-nos em guerra contra hordas demoníacas, trevosas, terroristas e de sabotadores da Família, da Liberdade, da Religião, da Propriedade e da Consciência! Agir como se estivesse tudo às mil maravilhas, que não há com que se preocupar e outras formas de alienação é suicídio, burrice e covardia! Algumas pessoas, desinformadas e ingênuas sustentam que “as Igrejas e as Religiões devem ser apolíticas, nem de Direita nem de esquerda”. Concordamos que não devam se envolver em atividades políticas em termos partidários e eleitorais, mas precisam se posicionar corretamente. A esquerda é a negação da Liberdade, da Família, do Senhor Deus e de todos os Valores Cristãos, em particular. A Direita, pelo contrário, assegura um ambiente livre, natural e seguro a todas as Religiões. Qual será a orientação lógica, normal e saudável de qualquer Instituição da Luz?

     A pessoa jurídica existe como ficção que permite a ordem, a organização e o desenvolvimento humano, possuindo Direitos e Deveres, podendo até ser acusada criminalmente, mas não se refere a um ser que possui Identidade, Vontade e tudo mais. Uma Igreja é a soma dos membros da sua congregação. Os fiéis devem ser politizados, no sentido de saber o quê está acontecendo no Mundo. A Inocência é a certeza da salvação, a ingenuidade pode se tornar a garantia de perdição! Conhecer a Realidade e, ainda assim, manter-se no Caminho da Retidão, do Amor e da Fé, eis o que o amado Senhor Jesus espera do Seu santo Rebanho. Quem defende os “coitadinhos”, “os pobrezinhos” e os “excluídos” deve saber que nenhum esquerdista se preocupa realmente com os desvalidos. Simplesmente contribuem para que essas fileiras sejam engrossadas a fim de haver mais cidadãos atrelados ao Estado, que sustentem os seus discursos cínicos, inescrupulosos e mentirosos, servindo de justificativas a ações violentas, autoritárias e genocidas. Os comunistas detestam e desprezam tudo o quê caracteriza o povo: simplicidade, religiosidade, generosidade, solidariedade, humor, hábitos, folclore e tudo mais. Os “Professores” petistas, bolivarianos e vermelhos em geral, trabalham para esconder a sua preguiça, ignorância e avidez de mando, atrás de cortinas ideológicas e através da sombra de babaquice dos seus “Alunos”.

 

     O marxismo é a contradição, a estereotipia e a alienação enlatadas. Refeição instantânea de clichês, romantismo piegas, e falácias, pronta para servir. Sob a direção desses canalhas, vemos os Templos da Sabedoria soçobrados e os seus Sacerdotes prostituídos! Os comunistas são Animais de carga, dominação e combate que os Senhores do Mundo utilizam para controlar a nossa Vida, decidindo desde assuntos particulares a planos de governo, dando-nos a Ilusão de Liberdade somente em conseqüência da liberação sexual, de drogas e tudo o quê não presta. O Estado totalitário não só afirma saber tudo aquilo que  desejamos, mas o que é melhor para nós. Inventam a desnecessidade de técnicas, estudos e aprimoramento nas Artes em geral a fim de proteger e privilegiar os seus afilhados militantes incompetentes e, simultaneamente, esterilizar a Mente de todos. Dentro de um hospício, as pessoas são inteiramente livres, na visão dos desgraçados marxistas: você pode defecar no meio do pátio à vontade, babar, jogar bola, assistir televisão. Não precisa se preocupar com coisas importantes como conseguir comida, arrumar a cama, nem cuidar do uniforme e das roupas de cama, mesa e banho.

 

Os burocratas não têm a menor dúvida sobre qualquer coisa, não porque sejam Sábios ou conheçam tudo, imagine só, mas justamente pelo contrário: por serem tapados, bitolados e obtusos demais. Não é coincidência que depois de instaurada uma ditadura no melhor estilo soviético, os sujeitos mais lerdos, ensebados, prepotentes, beócios e analfabetos, são designados para as mais altas funções na administração da Informação, segurança e polícia política. Eles seguem fielmente as diretrizes e ordens das instâncias superiores, estrategicamente centralizadas. Não pensam nem um pouco, mas se melindram muito facilmente, mostrando-se violentos, narcisistas e cruéis. Isto tudo, além de assegurar a estabilidade do regime, ainda intimida, amedronta e exaspera os setores mais pensantes da população. Os facínoras dos chamados “direitos humanos,” nunca experimentam nenhum interesse verdadeiro pelos criminosos que defendem, apenas seguem a agenda da ONU para acelerar o “processo revolucionário”, aterrorizando o povo e desacreditando as Instituições!

Você deve ter em Mente que essa escória é avessa à Propriedade Privada, Livre Iniciativa e Economia de Mercado porque sabe que com Liberdade, Empreendedorismo e Democracia, o desenvolvimento será inevitável e benfazejo. Como se diz nos meios mais honestos, esclarecidos e perspicazes, não importa que os ricos fiquem cada vez mais ricos, porque os pobres, dessa forma, também crescerão muito mais. Os trouxas dos socialistas e comunistas sabem que o apogeu do Capitalismo será um Mundo com mais Saúde, Felicidade e Prosperidade para todos. Se a pessoa quiser ser amiga de todos, atender com Amor, cortesia, simpatia e educação aqueles a quem serve ou que a servem, melhor. No entanto, isto deve ser um gesto pessoal, espontâneo e não afetado ou compulsório. A Igualdade só existe perante o amado Senhor Deus, as Leis e as oportunidades. Classe social, hierarquia e meritocracia são imprescindíveis para o funcionamento de qualquer agrupamento humano.

 

E os energúmenos que se deixam seduzir, entorpecer e enganar pelo esquerdismo, independentemente do seu Quociente de Inteligência, conflitos afetivos, confusões existenciais e espirituais, manipulações educativas e propagandísticas, dificilmente percebem o papel de Micos amestrados que desempenham e pelo qual pagam com o seu Tempo, sangue, suor, lágrimas, disposição e todos os potenciais que jamais se desenvolverão em sua plenitude. Outrora, era motivo de orgulho e ensejava festas de comemoração, quando os jovens entravam em algum Curso Superior. Atualmente, os pais podem mais é ficar tristes e perder as esperanças. É terrível você ver a sua filha, que cuidou e criou com todo Amor, carinho e dedicação, disparando bravatas, abobrinhas e chavões, cheia de ódio contra a Família que a sustenta.

 

O ato mais “revolucionário” dela, no campus (de concentração mental e espiritual) universitário, é protestar contra sabe lá o quê, desfilando só de calcinha e sutiã. Felizmente, também o seu pior atentado (meio terrorista) é contra si mesma, a Moral e os bons costumes. O máximo do vanguardismo é amanhecer com um copo de aguardente numa mão, um baseado na outra, bêbada, trôpega, muito louca, e abraçar um mendigo encardido, empestado e fétido que vê na rua, sentindo-se uma mistura bizarra de madre, santa e guerrilheira. Pois é, amada galera, a coisa está muito, mas muito mais feia e pior do que parece. Estamos todos numa encruzilhada difícil. Muito mais do que entre a Cruz e a Espada! Mas isto não significa que perdemos a guerra, pelo contrário. A vitória final pertence ao Senhor dos Exércitos! Libertemos o Cristianismo puro, verdadeiro e sensato! Livremo-nos das distorções, adulterações e ideologizações da esquerda! Estejamos alertas e armados contra tudo o que cheire a coletivização, estatização, centralismo, globalismo e internacionalização! Pedimos aos que têm a benção e o privilégio de amar ao Senhor Jesus, que oremos, vigiemos e estejamos sempre com Ele! Amada galera, abraços e beijos! Paz!

 

 

  1. Lafam.

 

 

 

Set./2019

 

Tags: