Isabelly de Souza Manoel: ‘A borboletinha das asas arco-íris’

18/12/2018 09:08

Havia uma pequena borboleta em meu jardim./ Pequena e bela, a borboletinha sobrevoava, graciosamente,/ Meu pequeno jardim, todas a manhãs, sem exceções.”

Borboletinha das asas arco-íris

Havia uma pequena borboleta em meu jardim.

Pequena e bela, a borboletinha sobrevoava, graciosamente,

Meu pequeno jardim, todas a manhãs, sem exceções.

 

Linda borboletinha de asas arco-íris,

Diferente de todas as outras borboletas do mundo,

Vinha todos os dias para dar alegria a meu pequeno jardim.

 

Tirava um grande e sincero sorriso de qualquer um que a via voando, mesmo os mais insensíveis davam um discreto sorriso para a borboletinha.

 

Beleza sem igual!

Mesmo sem querer a pequena borboleta,

Era a mais bela de todos os jardins,

Aquela borboletinha que fazia até o sol ter inveja

De seu natural brilho glamouroso.

 

Pena que nem tudo são flores e dias ensolarados,

 

Sempre tem as ervas-daninhas e os dias chuvosos,

E em um dia não tão bom assim, a pequena borboleta selou a sua vida, Repleta de brilho e glamour, com a sua morte.

 

Deixando um buraco no coração de cada pessoa que amava o brilho,

Da pequena borboleta das asas arco-íris.

 

 

Isabelly de Souza Manoel – andreiacrys.s@gmail.com

Tags: