Guaçu Piteri: ‘A segunda denúncia contra Temer’

17/10/2017 23:35

 A segunda denúncia contra Temer

Com a divulgação do vídeo do doleiro Lúcio Funaro, operador financeiro do PMDB, a situação de Temer que já era precária, tornou-se dramática. Assim, o leitor pode concluir que a denúncia em tramitação na Câmara deverá prosperar e o STF será autorizado a dar início ao julgamento do chefe da nação e dos dois ministros envolvidos.

Certo?… Errado!… Como assim?…  É simples: Embora haja robustas provas dos crimes investigados pela Procuradoria Geral da República, a denúncia deverá ser bloqueada pela farta e generosa distribuição de verbas, cargos, subvenções e outros agrados aos lobies, às corporações e aos parlamentares. O expediente que funcionou na rejeição da denúncia anterior está se repetindo agora, com a mesma desenvoltura. A caneta segue na mão de Temer e a tinta que lhe resta está a serviço do “toma-lá-dá-cá” no balcão de negócios em que se transformou o Palácio do Planalto. Eventuais deserções de deputados da base do governo, em função da ameaça da perda de apoio na eleição do ano que vem, podem até ocorrer. Mas, convenhamos, no Brasil os parlamentares se acostumaram a dar de ombros ao julgamento de seu desempenho, enquanto que o eleitor, ainda não tem o alcance de compreender que, no processo democrático, a responsabilidade do cidadão não se extingue com o voto. Tão importante quanto escolher o candidato é fiscalizar os  atos do eleito. Mas essa é outra história.

Tags: