Grupo de Fandango de Tamanco Cuitelo recebe homenagem da Câmara de Vereadores de Sorocaba.

30/05/2019 18:58

A homenagem ocorreu na Semana do Tropeirismo e Dia do Tropeiro

O Grupo de Fandango de Tamanco Cuitelo das cidades de Ribeirão Grande e Capão Bonito, receberam no último dia 24 uma bela homenagem da Câmara Municipal de Sorocaba. Uma iniciativa do vereador Luís Santos  durante a Semana do Tropeirismo e o Dia do Tropeiro.

Estiveram presente vários defensores da cultura tropeira da região, entre eles Oraílson Pereira, representante do Governo do Estado e o ilustre jornalista e pesquisador Geraldo Bonadio, presidente da Academia Sorocabana de Letras e colunista do Jornal Cultural ROL.

A homenagem foi recebida pelo Grupo de Fandango de Tamanco Cuitelo como reconhecimento do trabalho que o grupo vem realizando visando a preservação da cultura caipira e tropeira, artes que se integram no contexto histórico-cultural da nossa região.

O Grupo Cuitelo nasceu em 1964, fundado por Pedro Vilarino Ferreira e desde então vem mantendo viva a tradição iniciada por ele e que é resultado da já centenária cultura de origem tropeira. Desde meados de  1.700, as tropas de muares são trazidas da cidade gaúcha de Viamão até a cidade de Sorocaba para comercialização. A cultura, os usos e costumes resultantes dessas iniciativas comerciais, acabaram se fixando entre nós, deixadas por onde passavam as comitivas de diferentes etnias, como os espanhóis, portugueses, italianos entre outros.

Hoje. quando não existe mais o traslado de animais para comercialização, ficam as boas lembranças das danças, trajes, dialeto, culinária entre outros, sendo o Fandango um dos marcos dessa época que até hoje perdura com as novas gerações.

Na ocasião ainda foi homenageado o estudioso Diogo Coelho,  de Capão Bonito, pelos relevantes serviços prestados em defesa da cultura caipira e junto à comunidade, em trabalhos sociais. Diogo é membro do Grupo de Fandango há mais de 10 anos. Formado em Sociologia e História, compõe o Conselho Municipal de Cultura de Capão Bonito, sempre empunhando a defesa do resgate cultural, folclórico e tradicional do município, atuando ainda como Conselheiro Tutelar, na defesa dos direitos da criança e do adolescente.