Glenda Brum: ‘Coração completo’

02/04/2022 10:55

Glenda Brum

Coração completo

Definem o coração como um músculo oco.

Suas quatro cavidades são responsáveis

Por  fazer o sangue, que nos vivifica,

Circular e nos alimentar como mágica.

Seu mecanismo ininterrupto começa

Seu laborioso trabalho, no escondido

Do ser que o abriga antes do nascer.

E só o cessa, quando o cansaço ou

O abrupto trauma, o faz desfalecer.

Essa forma científica de explicar a biologia,

Não esclarece, que esse precioso órgão

Nasce incompleto em sua individualidade.

É apenas uma metade do sentimento,

Que faz sua existência ter sentido, na vida.

Ele se completa com a outra metade,

Quando encontra em um dia qualquer,

Aquele que pulsa na mesma cadência.

O coração surpreso sai do compasso,

Acelerando até ofegar de contentamento,

Ou aquieta-se até quase parar no regaço,

Onde ele encontra a sua completude.

Esse encontro o completa e ressoa,

Como o mais perfeito uníssono;

Ou perfeita forma do amar.

 

Glenda Brum

glendabrum@gmail.com

 

Tags: