Genealogia: Afrânio Mello responde gratuitamente pedidos de leitores sobre origens de sobrenomes

13/06/2016 22:41

Afrânio Franco de Oliveira Mell0: ATENDIMENTO NÚMERO 742

 

Prezada Emilly, boa noite.

Não tenho condições de pesquisar nomes de pessoas e sim sobrenomes.

Az vezes os nomes que as pessoas procuram e consultam saem nessas

minhas pesquisas e, não é este o caso.

Pesquisa difícil e demorada.

Envio o que consegui.

CIPRIANO/CYPRIANO.…………. 4 páginas e 1 brasão e mais 3 brasões em separado para

confecção de quadros.

Você deve procurar na Hospedaria dos Imigrantes do Rio de Janeiro mas, para isso, deve

saber a chegada deles no Brasil.

Abaixo um resumo.

Afrânio Franco de Oliveira Mello
IHGGI / ROL – Região On Line

 

clip_image001 Cipriano, Cypriano

sobrenome de origem latina. É de grande intelectualidade, és intenso em suas emoções, trata de ajudar a todos os que o necessitem e requerem dele. Antiga família Ghibelina, que teve no século XII o Consulado Fiorentino.Sendo em 1292 foi uma família de destaque entre os magnatas toscanos, mas permaneceram excluídos do serviço público até 1415. Em 1426 um julgamento do Capitano algumas testemunha declararam que eram rebeldes contra o governo local, Giovanni e Paolo Cipriano, e foram condenados a perder todas as suas posses. Porém, eles obtiveram a chance de fugirem para a ilha de Córsega e onde viveram decentemente em Capo Corso tendo ambos um cargo público. Cipriano ou Cypriano é um nome próprio masculino de origem latina. Vem do latim Ciprianis. Seu significado é: natural ou habitante de Chipre.

Segundo antigos documentos, o apelido aragonês Cebrián tem sua origem no nome próprio latino Ciprianis, em castelhano, italiano e português é Cipriano ou Cypriano, que depois se converteu em Ciprián e mais tarde em Cebrián. Seus ramos mais antigos aparecem em Aragão (Aragón), desde donde se estenderam pelo resto da Espanha e Portugal. Assim, na Gran Enciclopedia de Aragón se pode ler que foram os Cebrián uma antiga família nobre aragonesa, estabelecida em Magallón e Bastarás, donde se lhes documenta no século XVII. Mais tarde se lhes documenta em Rodellar (1774) e Morrano (1807). O documento mais antigo que faz referência a esta família é um privilégio de reconhecimento da fidalguia, dado por Don Jaime II de Aragón em 1301 a dois filhos de Domingo Cebrián, prefeito de Monzón. Todos os ramos desta linhagem de Cebrián têm como certa uma tradição que lhes faz descender do lugar de Ipas, distante 5 km da cidade de Jaca, donde teria esta família casa solar e muitos bens. Os dados contidos no “Diccionario de Heráldica Aragonesa” confirmam o dito anteriormente pela dita obra, se documenta aos Cebrián orifinários do lugar de Ipas, em outras povoações aragonesas como Ayerbe, Banariés, Cuarte, Chimillas, Belsué, Torresecas, Monzón, Perales de Alfambra, Zaragoza, Alcorisa e Arcos.

 

 

Registra-se Maria Nicola Cipriano, nascida em 1810, Terlizzi, Baria, Itália; casou-se em 1829 com Francesco de Marco. Teve um filho: Gioacchino de Marco.

Registra-se João Cipriano, nascido em 1871, Alpedriz, Nsa Sra Esperança, Leiria, Portugal; casou-se com Carlota Henriques em 25.11.1901, Santa Tereza, São Vicente, Leiria, Portugal.

Registra-se Antônio Cipriano, nascido em 1871, Alpedriz, Nsa Sra Esperança, Leiria, Portugal; casou-se com Ângela Joana Santa em 22.05.1901; filho de Francisco Cipriano e Francisca Henriques.

Registra-se António de Sousa Cipriano, nascido em 1880, Alpedriz, Nsa Sra Esperança, Leiria, Portugal; casou-se com Emília Ventura em 1903; filho de Teodoro de Sousa Cipriano (nascido em 24.01.1838 e falecido em 10.01.1902) e Felicidade Branca.

Registra-se Manuel de Sousa Cipriano, nascido em 1778, Alpedriz, Nsa Sra Esperança, Leiria, Portugal; filho de Francisco de Sousa Cipriano nascido por volta de 1750 na mesma localidade.

Registra-se Joaquim Pereira Cipriano, nascido em 1881, Alpedriz, Nsa Sra Esperança, Leiria, Portugal; casou-se em 1905 com Maria Vicencia; filho de Manuel Pereira Cipriano e Maria Moirata.

Registra-se Manuel Pereira Cipriano, nascido em 07.01.1845, Alpedriz, Nsa Sra Esperança, Leiria, Portugal e falecido em 1907; casou-se em 1866 com Maria Moirata; filho de José de Sousa Cipriano (nascido em 1820) e Maria Henriques

====================================================================================================================

Olá meu nome é Emilly Cipriano de Souza,gostaria de saber a origem de minha familia do Piauí,

estou pensando em futuramente tirar a Segunda nacionalidade. Nome do meu avô : Emanuel cipriano

marcellino de Souza,meu pai: Adalberto Cipriano de Souza.

Abraços

Afrânio

 

From: Afrânio Mello

Sent: Monday, June 13, 2016 5:27 PM

To: emillycipriano@hotmail.com

Cc: Rol – Regiao On Line ; Afrânio Mello

Subject: Genealogia

 

 

Tags: