Genealogia: Afrânio Mello fornece informações sobre João Adolfo Schritzmeyer

24/05/2016 23:25
Colunista do ROL

Genealogista Afrânio Mello

Afrânio Franco de Oliveira Mello – ATENDIMENTO NÚMERO 735

 

Senhora Vera, boa noite.

Segundo informações que colhi com parentes, a rua João Adolfo é em homenagem ao SR. JOÃO ADOLFO SCHRITZMEYER  , que

informam que possuia uma fábrica de chapéus aqui em Itapetininga e era nas proximidades dessa rua.

Como os negócios não iam bem, mudou-se para São Paulo, ainda no século 19.

Encontrei muitas informações sobre o Sr. João Adolfo e as coloquei em um arquivo de Word que repasso para o seu conhecimento.

São esparsas e poucas pois as colhi em  18 endereços. Algumas fotos e em uma delas uma parte de sua Loja com o nome Adolfo,

aparecendo. Outra da rua que leva o seu nome.

Outras informações de parentes e seus descendente.

TGem uma trineta que procura correspondência com algum parente.

Foi o que pude conseguir estão em 13 páginas em anexo.

Abaixo um pequeno resumo.

Saudações e grato pela doações de livros ao nosso IHGGI.

 

Afrânio Franco de Oliveira Mello
IHGGI / ROL – Região On Line

=====================================================================================================================

João Adolfo Schritzmeyer (1828-1902) nasceu em Hamburgo, na Alemanha, veio para o Brasil em 1848 e, em 1853, estabeleceu a fábrica de chapéus, que no final do século XIX declarava ser a mais antiga do Estado de São Paulo, tendo sido confirmada por Antônio Egídio Martins como a mais antiga da Capital entre as existentes no início do século XX.

A fábrica estava instalada na Ladeira do Piques, atual rua Quirino de Andrade, e mantinha uma loja para vender por atacado na Rua do Ouvidor e loja para vendas a varejo na Rua São Bento n. 23, em uma das esquinas mais famosas e movimentadas da cidade: o famoso Quatro Cantos (o cruzamento da Rua Direita com a Rua São Bento). Nos anos 1880 já era um estabelecimento prestigioso, tendo merecido a visita do alemão Karl Von Koseritz, que se interessava pelos empreendimentos de seus compatriotas e também da Princesa Isabel e seus filhos.¹ Koseritz, dizia que era uma das maiores fábricas do País, onde trabalhavam 132 funcionários.

clip_image002

Jazigo de João Adolfo Schritzmeyer – Cemitério da Consolação – Foto: Felipe Alexandre Herculano – Maio/2013
Fonte: A cidade-exposição: comércio e cosmopolitismo em São Paulo, 1860-1914, página 195.

 

=====================================================================================================================

 

Prezados confrades e confreiras,

Reproduzo abaixo mensagem que recebi e respondi à D. Vera Lucia Alves Martins de Melo, a doadora ao IHGGI dos livros que faziam parte da biblioteca do professor Antonio Antunes Alves e cuja relação já lhes enviei através de mensagem por e-meio, pelo whatsapp e postado no nosso saite.

Peço aos colegas a gentileza de verificar a possibilidade de fornecimento à D. Vera, de informações a respeito de João Adolfo Schritzmeyer, conforme citado nas correspondências abaixo. Se pudermos atende-la, será uma forma de mostrar nossa gratidão pela doação dos livros.

Abraços,

Helio Rubens

 

Estou repassando sua mensagem ao genealogista Afrânio Franco de Oliveira Mello, que recebe pedidos de estudos genealógicos através do jornal que edito, o ROL – REGIÃO ON LINE, para que verifique a possibilidade de atender sua solicitação sobre João Adolfo Schritzmeyer. E também aos confrades e confreiras do IHGGI para que eventualmente possam contribuir com informações sobre essa pessoa.

 

 

Tags: