Genealogia: Afrânio Mello fornece informações sobre a família Marcondes

01/05/2019 09:29

Afrânio Franco de Oliveira Mello

ATENDIMENTO NÚMERO 1124

 

Prezada Morgana, boa tarde.

Em atendimento à sua solicitação , encaminho 2(dois) arquivos sobre o sobrenome:

MARCONDES………………. 5 páginas e

MARCONDES II……………. 6 páginas e sem brasão. Do site do Genealogista e amigo José Luiz Nogueira.

Creio que este você já deva ter, pois quem me encaminhou o seu pedido foi ele.

Abaixo os resumos deles. O arquivo principal segue anexado para suas pesquisas

Abraços

Afrânio Franco de Oliveira Mello
afraniomello@itapetininga.com.br

Observação:
“Estas informações estão sendo fornecidas gratuitamente
e serão publicadas na edição virtual do Jornal Cultural ROL – (www.jornalrol.com.br).
A não concordância com esta publicação deve ser informada imediatamente.
Gratos”

 

 

Marcondes

sobrenome de origem portuguesa. Várias são as hipóteses da origem da família MARCONDES, contudo nenhuma é segura. Os MARCONDES que imigraram para o Brasil, tem suas origens nos Açores, e possibilidade de terem sido Judeus Safardistas oriundos de Portugal e Espanha, de onde teriam sido expulsos pela Inquisição. Mesmo assim tudo fica no plano das possibilidades e nada é concreto. Os Marcondes têm sua origem no cirurgião veneziano Dionísio Marconde ou Marconte  que passou de Veneza para Portugal (Ilha de S. Miguel, Açores) em 1708. Apesar de constar em vários trabalhos que o nome seria, na Itália, Maricondi e mais provavelmente Marconte, consta no casamento do Dionísio como sendo Marconde. Este mesmo nome aparece numa provisão régia, desta mesma época, para que ele pudesse exercer sua profissão, cirurgião. O caso do italiano Dionizio Marconde foi de fato o “aportuguesamento” do sobrenome, o que só ocorreu após o seu casamento em 1709, quiçá na época do nascimento/batismo do seu primogênito Antonio a igreja de Achadinha já mantivesse esses registros, o que só ocorreu a partir de 1714, onde seria possível verificar se Dionizio ainda usava o sobrenome de Marcone ou já teria mudado para Marcondes.

 

Registra-se Milmo Marcondes da Silva, nascido em 10.03.1878, Saint Endellion, Cornwall, Inglaterra; filho de Agostinho Marcondes da Silva e Joanna Ferreira de Mathos. Registra-se Ignácio Marcondes Rezende, nascido em 19.06.1859, Pindamonhangaba, São Paulo, Brasil e falecido em 08.09.1904; casou-se com Maria Tomara Groupierre em 15.03.1882, Bordeaux, França. Registra-se Abgail Marcondes, nascida emn 1895, Pindamonhangaba, São Paulo, Brasil e falecida em 1953; casou-se com Adolfo Martinho Albach em 11.02.1915 na mesma localidade. Registra-se Acácia Marcondes Romeiro, nascida em 22.01.1874, Pindamonhangaba, São Paulo, Brasil e falecida em 01.07.1898; filha de João Marcondes de Moura Romeiro e Ana Francisca Marcondes Romeiro. Registra-se Adão da Cunha Marcondes, nascido em 1918, Curitiba, Paraná, Brasil e falecido em 02.02.1998. Registra-se Adelina Marcondes, nascida em 1866, Curitiba, Paraná, Brasil; casou-se com Antonio da Silva Prestes em 1887 na mesma localidade. Registra-se Adelina Marcondes Barboza, nascida em 06.08.1887, Jaguariaiva, Paraná, Brasil; filha de Manoel Marcondes Barboza e Itelvina Maria da Conceição. Registra-se Adelaide Marcondes, nascida em 1852, Barra Mansa, Rio de Janeiro, Brasil; filha de Francisco de Moura e Mello e Anna Rosa Marcondes Gomes; casou-se com José Barbosa Torres em 1869 na mesma localidade. Registra-se Afonso Marcondes, nascido em 18.01.1855, Santo Antonio, Lapa, Paraná, Brasil; filha de José Prudêncio Marcondes e Cândida Marcondes. Registra-se Alcides Marcondes, nascido em 1895, Ponta Grossa, Paraná, Brasil; casou-se com Maria Joana Marcondes em 1914 na mesma localidade. Registra-se Alexandrina Marcondes, nascida em 27.10.1858, Curitiba, Paraná, Brasil; filha de João baptista Marcondes e Jacintha Maria. Registra-se Alípio de Paula Marcondes, nascido em 1854, Curitiba, Paraná, Brasil; filho de Verísssimo Ignácio de Araújo Marcondes e Lauriana de Paula Ribas. Registra-se Amazonas de Araújo Marcondes, nascida em 17.12.1847, Palmas, Paraná, Brasil; filha de Francisco Ignácio Marcondes de Araújo e Maria Josepha de França. Registra-se Anna Marcondes do Amaral, nascida em 1774, Pindamonhangaba, São Paulo, Brasil; filha de Antonio Marcondes do Amaral e Anna Joaquina de Sá. Registra-se Anna Rosa de Sá Marcondes, nascida em 1772, Pindamonhangaba, São Paulo, Brasil; casou-se com Antonio Moreira da Costa em 1786 na mesma localidade.

==============================================================================================================

MARCONDES

Sobrenome de origem italiana. Trazido por um Dionísio Maricondi, que emigrou para os Açores (Antenor Nascentes, II, 363).Família originária da Itáliaestabelecida inicialmente na Ilha de São Miguel, de onde passou à São Paulo, fixando-se em Pindamonhangaba (SP), com ramificações no Paraná e Rio de Janeiro. Teve princípio em Dionysio Marcondes [c.1688, Veneza, Itália – ?]. Foi para Portugal, de onde emigrou para a Ilha de São Miguel. Cas. com Maria Vieira. Foram pais do Capitão Antônio Marcondes do Amaral [c.1713, Ilha de São Miguel – 1786, Pindamonhangaba, SP]. Veio para o Brasil como Mestre de uma embarcação, denominada São Boaventura, tendo sofrido naufrágio nas praias de Bajuró (Rio Grande do Sul). Salvando-se deste naufrágio, passou para a Capitania de São Paulo, estabelecendo-se em Pindamonhangaba, onde deixou vasta descendênciade seus dois casamentos: 1º, com Maria Madalena de Jesus, filha de Carlos Cardoso Carbal; 2º, com Ana Joaquina de Sá, filha de Lourenço de Sá. Entre os seus descendentes (CB, Famílias de Barra Mansa). Linha de Batina: Monsenhor Ignácio Marcondes de Oliveira Cabral [1783-1863], neto do citado Capitão Antônio Marcondes do Amaral, e bisnetode Dionysio Marcondes. Ordens de Presbítero [1800]. Vereador. Membro do Conselho Geral da Província. Deputado Provincial [SP] e Geral [SP-1857]. Deixou numerosa descendência, por via de sete filhos naturais, reconhecidos e legitimados por Carta Imperial, conformetestamento (Washington Marcondes – Monsenhor Ignácio, ASBRAP, I, 213). Linha Natural: o Sargento-Mor Manuel Marcondes de Oliveira Melo [1776-1863], barão com honras de grandeza de Pindamonhangaba, citado adiante, deixou uma filha natural chamada Inácia Portes (Anuário Genealógico Brasileiro, III, 258). Nobreza Titular: I – Sargento-Mor Manuel Marcondes de Oliveira Melo [1776, São Paulo, SP – 06.08.1863, Pindamonhangaba, SP], 2.º cmandante da Imperial Guarda de Honra do Príncipe regente[1822]. Um dos testemunhos do Grito do Ipiranga. Guarda-Roupa honorário do Imperador [doc. 1826].

==============================================================================================================

From: MORGANA NUNES

Sent: Monday, April 22, 2019 11:07 AM

To: jlnogueira@bol.com.br ; afraniomello@itapetininga.com.br

Subject: Genealogia Marcondes

Ola bom dia, gostaria de obter informações sobre a genealogia Marcondes .

att

Tags: