Genealogia: Afrânio Mello comenta famílias Simas e Rubecci Comenccini

27/04/2019 09:14

Afrânio Franco de Oliveira Mello

ATENDIMENTO NÚMERO 1122

Prezada Paula, boa tarde.

Simas, realmente tem seu berço nas Ilhas dos Açores.

No arquivo que envio sobre esse sobrenomes tem muitos nomes completos dessa origem e,

alguns , em Santa Catarina em sua capital Florianópolis.

Veja que tem origem NOBRE.

Na minha cidade, Itapetininga (SP), tem algumas pessoas com esse sobrenome.

Um deles é o JOSÉ MILTON SIMAS.

Ele é um grande divulgador de fotos antigas de Itapetininga no FACEBOOK.

Entre em contato com ele.

SIMAS…………… 4 páginas e 1 brasão no arquivo e 1 em separado para colocar em quadro.

Abaixo um pequeno resumo para os leitores do Jornal Cultural ROL

Espero que goste do material enviado.

Parabéns pelo seu trabalho.

É gratificante a busca pelas origens.

Eu fiz as minhas de todos os lados.

Já atendi quatro pedidos desse sobrenome, com o seu. Veja o Registro e as datas.

SIMAS 23.01.14
SIMAS 11.07.15
SIMAS 16.11.17
SIMAS 25.04.19 4

Continue o seu belo trabalho.

Abraços

Afrânio Franco de Oliveira Mello
afraniomello@itapetininga.com.br

Observação:
“Estas informações estão sendo fornecidas gratuitamente
e serão publicadas na edição virtual do Jornal Cultural
ROL – (www.jornalrol.com.br).
A não concordância com esta publicação deve ser informada imediatamente.
Gratos”

 

Simas

sobrenome de origem portuguesa. O berço principal da família são as ilhas dos Açores.

Registra-se Manoel Simas, nascido em 07/1833, Desterro (atual Florianópolis), Santa Catarina, Brasil; filho de José Ignácio de Simas, nascido em 1810, Ilha do Pico, Açores e Felicidade Rodrigues Pereira, nascida em 21.11.1814, Desterro, Brasil; neto materno de Paulo Rodrigues Pereira, nascido em 1777 e Mariana M. Ferraz da Silveira, nascida em 1776.

Registra-se Manoel Francisco de Simas, nascido em 1830, Saião, Faial, Açores e falecido em 1890; casou-se em 27.01.1853 com Rosana Perétua de Jesus Bolção, nascida em 1835 e falecida em 1913; filho de Francisco José de Simas, nascido em 1799, Saião, Faial, Açores e Theresa Francisca de Simas, nascida em 1802, Saião, Faial, Açores. Tiveram os seguintes filhos: Maria Simas, nascida em 27.04.1853 e falecida em 1923; Josefina Simas, nascida em 31.08.1854; Rosa Perpétua Simas, nascida em 1855; Maria da Glória Simas, nascida em 1857; Luiza Simas, nascida em 1858; José Francisco de Simas, nascido em 1859 e falecido em 1870; Senhorinha Sara do Carmo de Jesus Simas, nascida em 12.02.1861 e falecida em 1940; Rosalinda de Simas, nascida em 03.11.1862 e falecida em 29.09.1949; Manoel de Simas, nascido em 1864 e falecido em 25.01.1869 e Filomena de Simas, nascida em 1865.

Registra-se Josefina Simas, nascida em 31.08.1854, Ribeirinha, Faial, Açores; filha de Manoel Francisco de Simas e Rosana Perpétua de Jesus Bolção; neta materna de José da Rosa Bolção, nascido em 1804 e falecido em 29.12.1859 e Catarina Rosa Furtado, nascida em 28.11.1805 e falecida em 18.06.1882.

Registra-se Francisco José de Simas, nascido em 1799, Saião, Faial, Açores; casou-se em 1825 com Theresa Francsica de Simas, nascida em 1802. Tiveram os seguintes filhos:José Francisco de Simas, nascida em 1823 e falecida em 07.03.1858 e Manoel Francisco de Simas, nascido em 1830.

From: paula simas

Sent: Monday, April 15, 2019 4:05 PM

To: afraniomello@itapetininga.com.br

Subject: família Simas e família Rubecci Comenccini

 

Prezado Afrânio Franco de Oliveira Mello,

Meu nome é Paula Simas de Andrade. Gostaria de obter nformações sobre a família Simas de Açores, mas específicamente de Antônio Joaquim da Silva Simas. Não sabemos se ele já nasceu no Brasil ou se veio quando jovem.

Sabemos que dois irmãos (que eram armadores) vieram para Florianópolis e lá construiram um estaleiro.

Antônio Joaquim da Silva Simas também construia embarcações em Florianópolis, mas não sei se foi ele que veio de Açores com o irmão.

Antônio Joaquim era pai do Emílio, meu bisavó, que por sua vez era pai de Demósthenes da Silva Simas, meu avô. Não conheci o Emílio e nem o Antônio Joaquim.

Demosthenes casou (inacreditávelmente, rsrsrsrsrs) com Cleópatra Salles.  Minha mãe, Magaly Salles Simas, depois de casada recebeu o nome de Magaly Simas de Andrade do meu pai Murillo de Andrade.

Temos curiosidade para saber quem são os nossos parentes próximos em Açores.

De acordo com um tio, Simas é um única família e o nome tem origem em Açores depois de 1500. Provalvelmente, a família tem origem judaica.

Temos também interesse de conhecer, por parte do meu pai, a família Rubecci Comenccini. Sabemos que Carolina Rubecci Comenccini veio para o Rio de Janeiro de Gambara na região da Lombardia na Itália com a Eliza (filha dela e minha bisavó) ainda criança. Eliza é mãe de minha vó Joana Amélia Lopes da Silva, mãe do meu pai ou Joana Lopes de Andrade (nome de casada). Até onde nós sabemos, Carolina tinha título de nobreza.

att,

Paula Simas

Tags: