FEBACLA promoverá em Sorocaba a entrega de títulos e medalhas

18/01/2019 12:12

O evento ocorrerá no dia 15 de fevereiro e os títulos e medalhas serão entregues pelo Príncipe Dom Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho, Presidente da FEBACLA e Chefe da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente

A FEBLACA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes promoverá em Sorocaba, no dia 15 de fevereiro – em local e horário a ser designados – a entrega de títulos nobiliárquicos, comenda e medalhas.

No evento, serão entregues as seguintes honrarias:

Títulos de Nobreza

O evento promoverá a outorga e investidura de novos nobres da Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente. A honraria visa homenagear aqueles que se destacaram na sociedade em suas qualidades artísticas, literárias, profissionais e intelectuais.

Os títulos de nobreza outorgados pela Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente na pessoa do seu Soberano, são bens imateriais e históricos que visam galardoar pessoas que se destacarem em seu meio social, exemplificando méritos e virtudes incomuns.

Serão outorgadas as seguintes as patentes nobiliárquicas: BARÃO e BARONESA, VISCONDE e VISCONDESSA, CONDE e CONDESSA e MARQUÊS e MARQUESA.

No ato da investidura, o nobre receberá carta patente (Documento Oficial de Investidura), Diploma, Medalha, Brasão de Armas e outros Títulos da Casa Real e Imperial.

Título de Embaixador da Paz do Supremo Consistório Internacional dos Embaixadores da Paz e a Medalha Guardião da Paz e da Justiça

Serão agraciados Personalidades no Brasil e no exterior que tenham prestados relevantes serviços em prol dos direitos humanos em especial aqueles que apoiam trabalhos voltados para o bem-estar das comunidades, valorizando crianças, idosos, portadores de necessidades especiais, meio ambiente e as causas sociais e humanitárias.

Medalha Patrono das Letras e das Ciências

A Medalha Patrono das Letras e das Ciências é destinada a condecorar personalidades civis e militares, brasileiros e estrangeiros, credores de reconhecimento por suas atividades profissionais, sociais e culturais, aquele que, por suas qualidades ou valor em relação as instituições culturais, for julgado merecedor dessa honraria.

A Medalha é uma homenagem ao Imperador Dom Pedro II. “Nasci para consagrar-me às letras e às ciências”, o imperador comentou em seu diário pessoal em 1862. Ele sempre teve prazer em ler e encontrou nos livros um refúgio para a sua posição. Sua habilidade para relembrar trechos que havia lido no passado era notável.

Os agraciados com a Medalha Patrono das Letras e das Ciências também serão condecorados com um lindo BOTTON do Imperador D. Pedro II.

Medalha Notório Saber Cultural

A medalha notório saber cultural é uma condecoração criada pela FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes que se destina a distinguir pessoas, entidades e grupos artísticos, a título de reconhecimento dos relevantes serviços prestados à Cultura Brasileira.

Comenda do Mérito Histórico Guanabara

O presidente da FEBACLA,  no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias, estabeleceu, na data de 19/12/2018, e por meio do Decreto Acadêmico 01219.008/2018, a criação da Comenda do Mérito Histórico Guanabara.

Guanabara foi um estado do Brasil de 1960 a 1975, que existiu no território do atual município do Rio de Janeiro. Em sua área, esteve situado o antigo Distrito Federal. A palavra Guanabara tem sua origem no tupi guaná-pará, que significa seio-mar.

Serão agraciados com a referida Comenda Acadêmicos, Autoridades Civis, Militares e Religiosas, Personalidades no Brasil e no exterior que tenham prestados relevantes serviços em prol da Cultura Brasileira.

Lançamento de Livro

No dia 29 de março, em Solenidade promovida pela FEBACLA na Câmara Municipal de Cidade de Niterói – RJ, será lançada a obra ‘Memorial Histórico dos Godos do Oriente, de autoria de Celso Ricardo de Almeida, e que por propósito ser um instrumento que irá perpetuar a história, genealogia e feitos da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, que, como poderá ser observado no decorrer do livro, é uma dinastia memorial e histórica em representação dos antigos Reinos da Gothia, nome dado a vários lugares onde os Godos viveram durante suas migrações e que hoje corresponderia geograficamente à área localizada no Sul da Suécia.

Príncipe Dom Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho

Do mesmo modo, tem como objetivo homenagear a figura de Sua Majestade Real e Imperial o Príncipe Dom Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho, Chefe de Nomes e Armas da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, bem como resguardar sua bibliografia, repleta de feitos culturais e humanitários.

Celso Ricardo de Almeida

O autor

Celso Ricardo de Almeida é mineiro da cidade de Liberdade-MG, mas radicado em Fervedouro-MG desde o ano de 1999. Filho de José Raimundo de Almeida e Sueli Amaral de Almeida. Casado com Sr.ª Elizabeth Aparecida Chicareli, união da qual nasceu Olavo José Chicareli Almeida.

Graduado em Administração de Empresas, com pós-graduação em: Gestão Ambiental, Gestão Pública, Psicanálise, Acupuntura, Filosofia da Religião, Maçonologia: História e Filosofia e MBA em Gestão Empresarial.

É, ainda, Doutor Honoris Causa pela Logos University em Administração de Empresas e Doutor Honoris Causa pela FABIG em Educação. É servidor público de carreira, trabalhando há mais de 18 anos na área de saneamento básico e professor designado pelo Estado de Minas Gerais. É também terapeuta.

Na área literária é poeta, escritor e pesquisador, sendo que já atuou colaborando para inúmeros jornais, revistas e websites. Participa como membro correspondente ou acadêmico de diversas entidades literárias. É autor de 9 livros e já participou de dezenas de antologias literárias.

Maçom iniciado na Loja Maçônica Casa do Caminho do Oriente de Fervedouro-MG, já ocupou a Venerança da mesma Loja e atualmente é Delegado Regional do Grão-Mestre da GLMMG. Já foi agraciado com vários troféus, diplomas e certificados de concursos literários de âmbito nacional e internacional. Em 2003, foi agraciado com o Título de Cidadão Fervedourense e em 2007 foi agraciado com uma Moção de Aplausos outorgada pela Câmara Municipal de Fervedouro-MG.

FEBACLA

A Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes foi idealizada com base nas diretrizes históricas da FALB – Federação das Academias de Letras do Brasil (fundada em 1936) tendo a FEBACLA sua comissão Institucional para Fundação estabelecida em 25 de Abril de 2012, sendo inaugurada em Solenidade Acadêmica conjunta com a ANBA – Academia Niteroiense de Belas Artes na OAB/Niterói – Ordem dos Advogados do Brasil de Niterói e confirmada segundo aval de aceitação de Federação Institucional pela FALARJ – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro, em Solenidade de 10 de Maio de 2013.

Está registrada no cartório de Pessoas Jurídicas do 8º Ofício de Nova Iguaçu – RJ, conforme o registro nº 15.088 Livro A-28.

A FEBACLA tem como Grande Protetora a Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente.

A FEBACLA tem as seguintes finalidades:

I) institucional, de âmbito nacional, contribuir para o desenvolvimento cultural do país, defender os direitos fundamentais dos, Artistas Plásticos, Poetas, Escritores e todos os que compõem a tríplice acadêmica a saber Ciências, Letras e Artes, e zelar pelos seus interesses.

II) defender o patrimônio cultural, em especial no tocante aos acervos literários, artísticos, estéticos, científicos, históricos, turísticos e paisagísticos;

III) estimular as atividades literárias, artísticas, científicas e técnicas da iniciativa privada e as promovidas pela União, Estados e Municípios;

IV) pugnar, no exercício da manifestação do pensamento, pelas liberdades democráticas;

V) lutar pelo livre exercício da atividade de escritor, Poeta e Artista Plástico;

VI) defender os direitos autorias e os que lhe são conexos, de propriedade de seus associados, bem como de seus herdeiros, com direito de representação, pelo simples ato de filiação, nos termos do disposto no artigo 5º, item XXI, da Constituição Federal de 1988;

VII) promover o aprimoramento da formação profissional e cultural dos seus sócios.

VIII) facilitar o intercâmbio de conhecimento e experiência dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes entre si e com instituições nacionais e internacionais da área.

 

Tags: