FEBACLA institui a Comenda Príncipe dos Poetas Brasileiros – Homenagem ao poeta Olavo Bilac

31/05/2020 07:02

A COMENDA PRÍNCIPE DOS POETAS BRASILEIROS será concedida a poetas, escritores, apreciadores da literatura e personalidades culturais brasileiras, cujos trabalhos ou ações mereceram especial destaque na defesa, promoção e valorização da Cultura Nacional

A FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes institui, por meio do DECRETO ACADÊMICO Nº 0525.003/2020 – FEBACLA, a  COMENDA PRÍNCIPE DOS POETAS BRASILEIROS – HOMENAGEM AO POETA OLAVO BILAC como uma homenagem ao grande poeta brasileiro OLAVO BILAC (Olavo Braz Martins dos Guimarães Bilac).

Olavo Bilac foi jornalista, poeta, inspetor de ensino, nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em 16 de dezembro de 1865, e faleceu, na mesma cidade, em 28 de dezembro de 1918. Um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, criou a cadeira nº 15, que tem como patrono Gonçalves Dias.

Bilac foi, no seu tempo, um dos poetas brasileiros mais populares e mais lidos do país, tendo sido eleito o “Príncipe dos Poetas Brasileiros”, no concurso que a revista Fon-Fon lançou em 1º. de março de 1913. Fon-Fon foi uma revista brasileira fundada no Rio de Janeiro, que circulou entre 13 de abril de 1907 e setembro de 1958.

Alguns anos mais tarde, os poetas parnasianos seriam o principal alvo do Modernismo. Apesar da reação modernista contra a sua poesia, Olavo Bilac tem lugar de destaque na literatura brasileira, como dos mais típicos e perfeitos dentro do Parnasianismo brasileiro. Foi notável conferencista, numa época de moda das conferências no Rio de Janeiro, e produziu também contos e crônicas.

Olavo Bilac é também autor da letra do Hino da Bandeira Nacional.

A COMENDA PRÍNCIPE DOS POETAS BRASILEIROS será concedida a poetas, escritores, apreciadores da literatura e personalidades culturais brasileiras, cujos trabalhos ou ações mereceram especial destaque na defesa, promoção e valorização da Cultura Nacional.

Os homenageados serão agraciados através de uma videoconferência on-line no computador ou pelo celular, através de um aplicativo moderno, bem fácil de usar. (Em breve maiores informações)

A previsão desta reunião virtual é para a última semana de Julho de 2020.

Os homenageados receberão suas honrarias com antecedência via correio.

Informações:

WhatsApp (21) 98264-5612

E-mail: domalexandrecarvalho@gmail.com

 

A FEBLACA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, com sede em Nova Iguaçu (RJ), tem por presidente Sua Majestade Real e Imperial Príncipe Dom Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho, Chefe da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, Moderador e Guardião do Supremo Consistório Internacional dos Embaixadores da Paz e Reitor do Centro Sarmathiano de Altos Estudos Filósoficos e Históricos.

A FEBLACA foi idealizada com base nas diretrizes históricas da FALB – Federação das Academias de Letras do Brasil (fundada em 1936) tendo a FEBACLA sua comissão Institucional para Fundação estabelecida em 25 de Abril de 2012, sendo inaugurada em Solenidade Acadêmica conjunta com a ANBA – Academia Niteroiense de Belas Artes na OAB/Niterói – Ordem dos Advogados do Brasil de Niterói e confirmada segundo aval de aceitação de Federação Institucional pela FALARJ – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro, em Solenidade de 10 de Maio de 2013.

Está registrada no cartório de Pessoas Jurídicas do 8º Ofício de Nova Iguaçu – RJ, conforme o registro nº 15.088 Livro A-28.

A FEBACLA tem como Grande Protetora a Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente.

A FEBACLA tem as seguintes finalidades:

I) institucional, de âmbito nacional, contribuir para o desenvolvimento cultural do país, defender os direitos fundamentais dos, Artistas Plásticos, Poetas, Escritores e todos os que compõem a tríplice acadêmica a saber Ciências, Letras e Artes, e zelar pelos seus interesses.

II) defender o patrimônio cultural, em especial no tocante aos acervos literários, artísticos, estéticos, científicos, históricos, turísticos e paisagísticos;

III) estimular as atividades literárias, artísticas, científicas e técnicas da iniciativa privada e as promovidas pela União, Estados e Municípios;

IV) pugnar, no exercício da manifestação do pensamento, pelas liberdades democráticas;

V) lutar pelo livre exercício da atividade de escritor, Poeta e Artista Plástico;

VI) defender os direitos autorias e os que lhe são conexos, de propriedade de seus associados, bem como de seus herdeiros, com direito de representação, pelo simples ato de filiação, nos termos do disposto no artigo 5º, item XXI, da Constituição Federal de 1988;

VII) promover o aprimoramento da formação profissional e cultural dos seus sócios.

VIII) facilitar o intercâmbio de conhecimento e experiência dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes entre si e com instituições nacionais e internacionais da área.

A FEBLACA galardoa personalidades, em reconhecimento aos atos meritórios, culturais, cívicos e sociais, por meio dos seguintes títulos, medalhas e comendas:

  • Embaixador/Embaixadora da Paz e Guardião da Paz e da Justiça
  • Patrono das Letras e das Ciências
  • Medalha Notório Saber  Cultural
  • Comenda do Mérito Histórico Guanabara
  • Defensor Perpétuo do Patrimônio e da Memória Histórica

Confere, ainda, as patentes: Barão e Baronesa, Visconde e Viscondessa, Conde e Condessa e Marquês e Marquesa.

 

 

 

 

 

 

 

Tags: