Fábio Ávila: ‘O Brasil pede Socorro!!!’

28/06/2018 08:41

Fábio Ávila: “Nós, Brasileiros, caímos na Grande Armadilha da Mediocridade!”

– Estou em dúvida! Sinto-me, como muitos de meus compatriotas, perdido,desamparado, desprotegido, humilhado, judiado, desesperançado, triste, decepcionado…

– Acalme-se, meu amigo. Do que se trata? Já foi deixado por sua nova companheira? Algum companheiro de trabalho o traiu? Alguém o enganou?

– É algo pior, muito pior. Constato que nosso Ex-Imperador, enxotado covardemente na calada da noite, por um Marechal traidor, nos levou a um novo caminho sem rumos, sem esperança, sem dignidade, sem respeito, sem objetivo!

– Não o entendo. Foi ver um médico? Você está delirando ou é monarquista?

– Delirando eu? Vamos lá: em 49 anos de Governo, Dom Pedro II nunca desviou sequer um tostão do erário público.

Veio imatura e irresponsável, sem projeto de Nação, em 1889, a República. A Esperança de um novo Brasil.                                                             Que vemos hoje? Miséria pelas ruas, cerca de 15 milhões de desempregados, milhares de homicídios no decorrer do ano, violências pelas ruas…A  mentalidade  nacional está acompanhada de vocabulário chulo e limitado das populações adultas,jovens, infantis, e de pessoas consumistas , sejam elas de qualquer faixa etária,de bairros carentes ou não.

Imperam o  desrespeito aos professores, o roubo descarado pelo viés político através de instituições e de representantes em cargos públicos ocupados por aqueles que deveriam defender e respeitar a População Brasileira…Estou desiludido!

– “Não se faz política sem bolinhos, dizia Cotegibe, e nisso também parecia acreditar Nabuco, que entre 1851 e 1852, enquanto foi Presidente da Província de São Paulo, reunia em seu Palácio Saquaremas e Luzias – Conservadores e Liberais – para bailes, recepções e partidas. Por certo nossos saraus foram menos literários que os franceses (até mesmo por que os literatos preferiam reunir-se em confeitarias, cafés e teatro). Mas tiveram, ao menos, a originalidade na conciliação”.( Texto do livro “As Barbas do Imperador”, de Lilian Moritz Schwacz).

– Te compreendo muito bem meu amigo. Nos dias de hoje não se faz política sem composição;ou melhor, sem confusão e corrupção. O Brasil foi empurrado em um abismo profundo e chega ao ápice do desrespeito dos Governantes pela sua População. Há Prefeitos e Vereadores Malandros, Governadores Desonestos, Deputados e Senadores Malfeitores, Presidentes Gangsters!!!!  O que ocorreu? Por que o desvio de rota tem sido tão amplo após a Proclamação da República?

– É bastante simples, meu camarada. Segundo consta, 70% da população brasileira não leu sequer um livro em 2017. O  Cidadão Brasileiro está Inculto, Bastardo, Arrogante, Sem Escrúpulos.Está também dependente de facções criminosas ou religiosas, de políticos-vilões , do medíocre esporte futebol, de drogas e de alcoolismo. Nós, Brasileiros, caímos na Grande Armadilha da Mediocridade!

– Salvem o Brasil! Despertem os Brasileiros e as Brasileiras para construir uma Nação Decente onde os Verdadeiros Representantes Políticos sejam  Honestos, Humanos, Educados e Civilizados.

– O Brasil pede Socorro!!!

Imagem inline 2         

Tags: